Espacojames


Página Inicial
Listar Obras Malignas




Artigo N.º 13925 - Ex-muçulmano fala a Verdade sobre o Islã
Artigo visto 2899




Visto: 2899
Postado em: 16/11/15 às 09:19:43 por: James
Categoria: Obras Malignas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=13925
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Obras Malignas

Leia o texto logo abaixo dos vídeos.

Leia também:

Artigo N.º 13926 - Por que os MUÇULMANOS odeiam os JUDEUS?

 

 

Parte 01

 

Parte 02

 

Aqui está uma lista de passagens do Alcorão ou Corão que servem para provar que o islã é uma religião de ódio, de violência e que vive a cultura da morte.

1- Na bíblia aprendemos que Deus ama a todos, mas no corão não é bem assim. Na Sura 3.32 está escrito:

          “Obedeça Alá e o mensageiro, mas se eles se recusarem, saiba que Alá não ama os incrédulos”.

De acordo com o Corão, Alá só ama os muçulmanos obedientes. Então, podemos nos perguntar: por que os radicais e terroristas muçulmanos não amam os não-muçulmanos? A resposta é porque assim ensina o Islã e o Corão.

2- Alá é completamente sem amor por não-muçulmanos. Na sura 48.29 está escrito:

          “Maomé é o mensageiro de Alá e aqueles que estão com ele são severos para com os incrédulos, porém, compassivos entre si”.

Então, podemos nos perguntar: por que os políticos e a mídia não conseguem compreender o por quê dos terroristas islâmicos são tão “severos” com quem não é muçulmano ? A resposta é: porque assim ensina o Islã e o Corão.

3- Existem várias formas de ser “severo” com os incrédulos. Na sura 4.24 está escrito:

          “Também (proibida estão) mulheres já casadas, exceto aquelas (prisioneiras ou escravas) que tendes à mão”.

Isso talvez pareça confuso fora de um contexto histórico, mas que você pode ler em Abu Dawid 2150. Quando Maomé ganhou a batalha de Autas, Alá já tinha lhe revelado que muçulmanos são livres para estuprar as mulheres cativas. Mas em Autas, o exercito muçulmano capturou algumas mulheres juntamente com seus maridos e alguns muçulmanos ficaram preocupados se iriam cometer adultério ao estuprar essas mulheres, pois elas eram casadas. Então, foi quando Alá revelou a sura 4.24 que diz que mulheres casadas são na verdade proibidas como parceiras sexuais, a menos que sejam prisioneiras, pois se forem prisioneiras eles podem estuprá-las à vontade que Alá não se importa. Portanto, podemos dizer que eles agem desta maneira porque a sua religião e o seu deus assim ensina e permite.

4- E quanto as pessoas que tentam impedir a implantação da Shariah? Na sura 5.33 está escrito:

          “O castigo para aqueles que lutam contra Alá e contra o seu mensageiro e semeiam a corrupção na Terra é que sejam mortos ou crucificados ou lhes seja decepada a mão e o pé opostos ou banidos.Tal será para eles um aviltamento nesse mundo e no outro sofrerão um severo castigo”.

Uma vez que a definição de crime ou de “semear corrupção na Terra” não é clara, os terroristas muçulmanos podem interpretá-los como quiserem. Então, podemos nos perguntar: por que os terroristas islâmicos decapitam, crucificam e esquartejam aqueles que “semeiam a corrupção na Terra?”. A resposta é: porque assim ensina o Islã e o Corão.

5- Quando Maomé tinha o maior exercito da Arábia, ele tinha que destruir os idólatras e a mensagem do Islã tornou-se “converta-se ao Islã ou morra”. Essas eram as ordens de Alá para lidar com os idolatras. Está escrito na sura 9.5:

Mas quando os meses sagrados houverem transcorridos, matai os idolatras, onde quer que os acheis; capturai-os, acossai-os e espreitai-os, mas,caso se arrependam,observem a oração e paguem o Zakat, abri-lhos o caminho.Sabei que Alá é indiferente, misericordiosissimo”. Ou seja, mate-os, a menos que se convertam ao Islã. Isso não é coerente com os ensinos da religião e do Deus deles?

6- Uma vez que idolatras tem que se converter ou morrer, você deve se perguntar por que os terroristas islâmicos dão aos criatãos uma terceira opção, a opção de pagar a “Jizya”, dinheiro de tributo. Na sura 9.29 está escrito:

          “Combatei aqueles que não crêem em Alá e no Dia do Juizo Final nem se abstém do que Alá e seu mensageiro proibiram e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o livro [as pessoas do livro são judeus e cristãos] até que paguem o “jizya” com voluntaria submissão e sintam-se submissos”.

Então, o beneficio de ser judeu ou cristão de acordo com Alá é que você não necessita ser morto por se recusar a se converter, você tem a opção de pagar uma taxa aos muçulmanos como reconhecimento de sua inferioridade. Então, podemos nos perguntar se os terroristas islâmicos são malucos e radicais ou só estão seguindo o Corão à risca?

7- Mas os terroristas islâmicos não atacam apenas infiéis não muçulmanos. Os muçulmanos também são alvos. Está escrito na sura 9.73:

          “Ó profeta, combata os incrédulos e os hipócritas e sê implacável para com eles. O inferno será sua morada. Que pobre destino!”. A palavra “implacável” usada acima expressa “jihad”. Então, os radicais islâmicos são ordenados a promoverem a jihad não apenas contra os infiéis, mas também contra os hipócritas, que são os que se dizem muçulmanos, mas que não fazem o que Alá lhes ordem. A punição pode variar pelo grau de hipocrisia, mas quando muçulmanos se desviam do núcleo do islamismo eles são considerados “apostatas” e a punição é a morte.
        
Então, quando terroristas ou radicais islâmicos matam os muçulmanos que não seguem as doutrinas centrais do Islã, eles estão apenas cumprindo ordens de Alá.

8- Mas e quanto aos muçulmanos pacíficos que condenam a matança em nome de Alá e em especial os do Ocidente. Infelizmente, os muçulmanos ocidentais não representam os muçulmanos do oriente médio e não tem nenhuma força política. Os muçulmanos são definidos por Alá como está escrito na sura 9.11:

          “Certamente Alá cobrará dos fiéis o sacrifício de seus bens e pessoas em troca do Paraíso, combaterão pela causa de Alá, matarão e serão motos”. Ou seja, Alá define os fieis como aqueles que chacinam e são assassinados, aqueles que matam até serem mortos. Estes, portanto, o fazem pela fé e em nome do Alá e do Islã.

9- Aos muçulmanos ou adeptos do islamismo é permitido buscarem paz apenas quando não estão em posição de subjugarem os seus inimigos. Na sura 47.35 está escrito:

          “Não fraquejeis e se intimidem, pedindo paz, quando sois superiores; sabei que Alá está convosco e jamais defraudará as vossas (boas) ações”. Quando a comunidade islâmica é forte o suficiente para matar os idolatras e para subjugar os judeus e cristãos e lutar contra os hipócritas, a paz não é uma opção. Se você busca paz quando é predominante, os radicais e terroristas islâmicos irão lhe chamar de hipócrita.

10- Este verso final parece estar fora de lugar por não falar de morte, chacina ou estupro, mas ninguém pode entender o verso sobre o estupro e chacina se encaixam no Islã como um todo sem estudar a sura 2.106 que diz:
   
          “Não ab-rogamos nenhum versículo, nem fazemos com que seja esquecido (por ti), sem substituí-lo por outro melhor ou semelhante. Ignoras, por acaso, que Deus é Onipotente?

Pessoas do Ocidente tentam defender os muçulmanos ou o islamismo citando versos pacíficos do Corão. Mas esses versos pacíficos foram revelados antes de Alá comandar seus seguidores a matarem os idolatras, cristãos, judeus e hipócritas. Então, o verso mais importante que você tem de conhecer, se quer entender o Estado islâmico, os radicais e Terroristas muçulmanos é a sura 2.106, que trata da doutrina da ab-rogação, onde versos antigos se tornam abolidos ou cancelados por versos mais novos, o que significa que versos do Islã que se opõem à violência estão agora obsoletos.


Sura 47: 4: "Quando você se encontrar com os incrédulos, golpeie o pescoço ..."


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=TwGzVNHP0zY



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Absurdo! Campanha Pró-Aborto com atores da Globo
Os 5 mandamentos da ideologia de gênero
Mágicas demoníacas
O triste fim de Atores pornográficos.
A FÚRIA DE SATANÁS CONTRA O PAPA BENTO XVI!
Fim dos Tempos: PROJETO BLUE BEAM: O falso arrebatamento e uma SIMULADA aparição de Cristo!
Nova Zelândia: postar versículos bíblicos nas redes sociais poderá ser percebida como “crime”.
Católicos franceses reagem a proposta de muçulmanos ocuparem igrejas vazias.
Chocante: ” Médica” da indústria da morte de inocentes é pega negociando partes de bebês abortados.
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.264.156
Visitas Únicas Hoje: 536
Usuários Online: 233