Espacojames


Página Inicial
Listar Terço e Rosário




Artigo N.º 1546 - Terço Vocacional
Artigo visto 4210




Visto: 4210
Postado em: 04/05/09 às 13:39:40 por: James
Categoria: Terço e Rosário
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=37&id=1546
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Terço e Rosário

O Pré-Seminário é, antes de tudo, esse tempo e lugar especiais onde somos desafiados a questionar-nos sobre qual é a nossa vocação, o nosso caminho pessoal e único de felicidade, o projecto que Deus tem para cada um de nós.

 

 

 

 

 

            Para concretizar este mesmo objectivo queremos, com este terço vocacional, seguir o caminho de Maria, meditando nos diferentes momentos do itinerário vocacional.

            Deste modo, confiamos a Maria todas as pessoas (sobretudo os jovens), a fim de que experimentem a beleza de uma vida entregue a Deus e ao próximo, e se mostrem disponíveis para responder com um sim generoso ao Mestre que chama.

 

 

 

I Mistério | A Busca

 

 

            Então Jesus voltou-se para eles e, vendo que o seguiam, perguntou-lhes: «A quem procurais?» Responderam-lhe: «Rabi – que quer dizer Mestre – onde moras?» Ele disse: «Vinde e vede». Foram, pois, e viram onde morava e ficaram com Ele nesse dia. Eram quase quatro horas da tarde.

 

(Jo 1, 38-39)

 

 

            Cada vez mais se vai sentindo que um cristianismo de subsistência e de tradição é insuficiente. Desde tenra idade somos introduzidos neste dinamismo de seguimento de Jesus Cristo pelos sacramentos e pela catequese. Mas, será que O desejamos de verdade?

            “Onde moras?” é a pergunta que os discípulos André e João colocavam. Ela não é mais do que a expressão de uma mesma busca que todos inquietamente fazemos: “onde está a felicidade?”.

            Por isso, vale sempre a pena re-colocar esta pergunta: és feliz?

 

 

 

II Mistério | O Chamamento

 

 

            E disse-lhes Jesus: «Vinde comigo, e farei de vós pescadores de homens». Deixando imediatamente as redes, seguiram-no.

 

(Mc 1, 17-18)

 

 

            Os discípulos percebem em Jesus Cristo algo de diferente, algo de autêntico e profundo e, por isso, aceitam deixar imediatamente as redes e segui-Lo.

            Quantas vezes ficamos agarrados àquilo que deixamos ou ao comodismo da mediocridade?

            E tu? Já te cruzaste com Cristo pelo caminho? Que tens feito perante o mesmo desafio?

 

 

 

III Mistério | O Seguimento

 

 

            Jesus disse, então, aos discípulos: «Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser savar a sua vida, vai perdê-la; mas quem perder a sua vida por minha causa, há-de encontrá-la»

 

(Mt 16, 24-25)

 

 

            Rapidamente a resposta afirmativa ao chamamento que nos é feito por Jesus Cristo traz consequências: segui-Lo implica amá-Lo, e amá-Lo implica aprender a imitá-Lo.

            Assim, como caminho de felicidade (seja como leigos, como ministros ordenados, ou como religiosos) é-nos apresentada a cruz, ou seja descer.

            Já fizeste a experiência na tua vida de como é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se alcança a felicidade?

 

 

 

IV Mistério | A Missão

 

 

            Ide! Envio-vos como cordeiros para o meio de lobos (…) Quando entrardes numa cidade e vos receberem, comei do que vos for servido, curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: «O reino de Deus está próximo de vós».

 

(Cfr. Lc 10, 3-9)

 

 

            Muitas vezes, somos colocados em contextos onde há muito pouca esperança. Porque é que tantas pessoas não conhecem a alegria de saber que o reino de Deus está perto de cada um de nós? Como tem sido o nosso testemunho enquanto cristãos?

 

 

 

V Mistério | A Fidelidade Radical

 

 

            «(…) As raposas têm tocas e os pássaros do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde repousar a cabeça». (…) «Deixa que os mortos sepultem os seus mortos. (…) «Quem olha para trás, depois de deitar a mão ao arado não está apto para o Reino de Deus»

 

(Cf. Lc 9, 57-62)

 

 

            Jesus Cristo, sacerdote único e eterno, faz com que nunca se apague em nós a certeza de que só permanecendo em Ti encontramos sentido para a vida.

            Assim, faz-nos caminhar, escutar e obedecer-Te, na confiança de quem Te sabe presente no mais íntimo de nós mesmos, e perceber, nas mais pequenas coisas, o quanto nos amas loucamente.

 

 

 

Consagração a Nossa Senhora

 

 

Ó Senhora minha, ó minha Mãe,
eu me ofereço todo(a) a vós,
e em prova da minha devoção para convosco,
vos consagro neste dia e para sempre,
os meus olhos, os meus ouvidos,
a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vosso(a),
ó incomparável Mãe,
guardai-me e defendei-me como coisa e propriedade vossa.
Lembrai-vos que vos pertenço, terna Mãe, Senhora nossa.
Ah, guardai-me e defendei-me como coisa própria vossa.

 




Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Terço de São José
Terço do Santíssimo Sacramento
Terço do Espírito Santo
Terço da Missionário
Terço pelos Sacerdotes
COMO REZAR O TERÇO BIZANTINO - ORAÇÕES
Terço do Amor
Nossa Senhora do Rosário
AS PROMESSAS DE NOSSA SENHORA PARA QUEM REZAR O ROSÁRIO
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.322.965
Visitas Únicas Hoje: 1.066
Usuários Online: 282