Ministro francês: Estado laico ensina uma "nova religião" que bane a Igreja Católica.
Espacojames



Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 11461 - Ministro francês: Estado laico ensina uma "nova religião" que bane a Igreja Católica.
Artigo visto 1974




Visto: 1974
Postado em: 20/09/13 às 00:11:26 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=11461
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque


A polêmica na França sobre o “casamento” homossexual contribuiu para desvendar o pensamento oculto de inimigos da Igreja Católica. Por exemplo, Vincent Peillon(foto) ministro de Educação, explicitou o ódio de fundo anticatólico do laicismo de Estado.

Em entrevista  deixou claro esse fundo com palavras que dispensam comentários: 
 
Não se pode fazer uma revolução que consista unicamente em realizações materiais; é necessário fazê-la nos espíritos
 
Ora, até agora foi feita uma revolução essencialmente política, mas não a revolução moral e espiritual. 
 
Portanto, deixamos à Igreja Católica o controle da moral e do espiritual. Agora é preciso substituir isso [...]. 
 
Jamais poderemos construir um país de liberdade com a religião católica. Como tampouco se pode aclimatar o protestantismo na França, como foi feito em outras democracias. 
 
É preciso inventar uma religião republicana. Essa religião republicana que deve ir junto com a revolução material, mas que de fato é uma revolução espiritual, é a laicidade. 
 
E é por causa disso, aliás, que no início do século XX se começou a falar de fé laica, de religião laica, e que a laicidade pretendia criar um espírito público, uma moral laica e, portanto, a adesão a um certo número de valores.”
 
E ainda ele escreve em um muito comentado livro seu:
 
“A Revolução Francesa é a irrupção no tempo de algo que não pertence ao tempo; é um começo absoluto, é a presença da encarnação de um sentido, de uma regeneração e de uma expiação do povo francês. 
 
“1789, o ano sem igual, é o ano do engendramento de um homem novo por meio de um brusco salto da História. 
 
“A Revolução é um acontecimento meta-histórico, quer dizer, um acontecimento religioso. 
 
“A Revolução implica o esquecimento total daquilo que precedeu a Revolução. Em consequência, a escola tem um papel fundamental, porque a escola deve despojar a criança de todos seus apegos pré-republicanos para educá-la até virar um citoyen. (cidadão)
 
“É bem um novo nascimento, uma transubstanciação que se opera na escola e por meio da escola gera esta nova igreja com seu novo clero, sua nova liturgia e suas novas Tábuas da Lei.” 
 
(Vincent Peillon, La Révolution française n’est pas terminée, Seuil, Paris, 2008).
 
 


Fonte: http://blog.comshalom.org/carmadelio



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.835.268
Visitas Únicas Hoje: 1.235
Usuários Online: 226