Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 15347 - As 7 armas espirituais contra o demônio
Artigo visto 813




Visto: 813
Postado em: 29/06/19 às 00:18:36 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=15347
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Santa Catarina era constantemente tentada pelo demônio. Ela usou estas 7 armas para vencê-lo

Santa Catarina de Bolonha era de uma família nobre. Na corte, começou a receber aulas de artes e cultura desde muito jovem. Mas era muito notável sua tendência à vida de oração e piedade, além de sua grande compaixão para com os pobres.

Santa Catarina de Bolonha


Catarina ganhou a simpatia de todos por causa de seus dotes físicos e espirituais. Entretanto, a cada dia, ia crescendo nela o desejo de se consagrar ao Senhor.

Ela tinha só 14 anos quando decidiu abandonar a corte. E, depois da morte de seu pai, ficou sozinha com uma grande fortuna. Porém, embora tivesse muitos pretendentes, sentia que não tinha nascido para se casar.

Ela se juntou a um grupo de mulheres piedosas orientadas à espiritualidade agostiniana. Com isso, conseguiu aprofundar sua fé e a vida de oração. Não foi nada fácil, já que ela era constantemente atentada pelo demônio, que a enchia de dúvidas quanto à sua vocação. Porém, no fim, essas provas fortaleceram o seu espírito e iluminaram sua mente para que ela fosse capaz de diferenciar aquilo que vinha de Deus e o que era obra do demônio. Desses sofrimentos surgiram vários escritos biográficos, entre eles “As sete armas espirituais”.

Bento XVI, em uma de suas ilustres catequeses sobre os santos, nos conta detalhadamente a vida de Santa Catarina e resume o tratado de “As sete armas espirituais”. Confira:

1) Ter o cuidado e a solicitude em fazer sempre o bem;

2) Acreditar que, sozinhos, nunca poderemos fazer algo verdadeiramente bom;

3) Confiar em Deus e, por amor a Ele, não temer nunca a batalha contra o mal tanto no mundo quanto em nós mesmos;

4) Sempre refletir sobre os fatos e as palavras da vida de Jesus, sobretudo sobre a Paixão e Morte;

5) Lembrar que devemos morrer;

6) Ter fixa na mente a memória dos bens do Paraíso;

7) Ter familiaridade com a Santa Escritura, levando-a sempre ao coração para que ela oriente todos os nossos pensamentos e ações.


O Santo Padre também acrescentou uma recomendação:

“Um bom programa de vida espiritual, também hoje, para cada um de nós!”

 


Fonte: Bento XVI, Audiência Geral de 29 de dezembro de 2010



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Onde estava Deus?
Wi-Fi - Ameaça Invisível
Ordenado às escondidas, celebrou sua única Missa no campo de concentração
Não sabe o que confessar? 17 perguntas para um exame de consciência de adultos
A fé católica na Santíssima Trindade: este resumo foi escrito há mais de 1600 anos
Como manter a esperança depois de perder um bebê
Sacerdote curado de grave doença reflete sobre a morte de jovem padre polonês com câncer
Corpus Christi: “Eis que Eu estou convosco todos os dias, até ao fim do mundo”
Corpus Christi: a celebração mais artística do catolicismo
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.424.785
Visitas Únicas Hoje: 1.108
Usuários Online: 246