Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 15994 - A fumaça de Satanás entrou na Igreja: o que o Papa quis dizer com isso?
Artigo visto 124




Visto: 124
Postado em: 30/09/20 às 19:05:05 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=15994
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Os tormentos de um pontífice, manifestados numa carta que permaneceu inédita até há poucas semanas

Estamos no começo da década de 1970. São tempos agitados, no mundo e na Igreja. Vivemos a imediata época pós-Concílio Vaticano II. O Papa Paulo VI escreve uma carta que permanecerá inédita até 2018, quando o conteúdo é revelado no livro “La barca di Paolo” (“A barca de Paulo“), do pe. Leonardo Sapienza, regente da Casa Pontifícia.

É 29 de junho de 1972. Paulo VI tem cada vez mais nítida a impressão de que existe algo de profundo e de negativo que aflige a Igreja crescentemente. O caminho da secularização e a falta de unidade interna estão se tornando dois grandes problemas para a Igreja no mundo inteiro.

Escreve, inquieto, o Papa:

“…Diríamos que, por alguma fresta misteriosa – não, não é misteriosa; por alguma fresta, a fumaça de Satanás entrou no templo de Deus. Há dúvida, há incerteza, há problemática, há inquietação, há insatisfação, há confronto”.

“Não se confia mais na Igreja. Confia-se no primeiro profeta profano que vem nos falar em algum jornal, para correr atrás dele e lhe perguntar se tem a fórmula para a vida verdadeira. Entrou, repito, a dúvida em nossa consciência. E entrou por janelas que deviam estar abertas à luz: a ciência!”.

Nuvens de tempestade
Sentem-se chagas no pós-Concílio:

“…Acreditava-se que, depois do Concílio, viriam dias ensolarados para a história da Igreja. Advieram, porém, jornadas de nuvens, de tempestade, de escuridão, de busca, de incerteza… Tentamos cavar abismos em vez de preenchê-los…”.

Terror e êxtase

Que o Papa não estava tranquilo, percebe-se ainda por outro pensamento que ele tinha escrito oito dias antes, em 21 de junho de 1972. O título, por si, já é perturbador: “O terror e o êxtase“.

Talvez o Senhor me tenha chamado a este serviço não já para que eu tome nele alguma atitude, ou para que eu governe e salve a Igreja das suas dificuldades, mas para que eu sofra algo pela Igreja e seja claro que é Ele, e ninguém mais, quem a guia e quem a salva.

21 de junho de 1963: exatos nove anos antes de escrever esse pensamento, Giovanni Montini era eleito Papa. E, a respeito, tinha escrito:

“…Espero que todos acreditem quando digo que não apenas nunca aspirei como sequer formulei a hipótese de ser eleito para este formidável ofício…”.

Anos depois, em conversa no turbulento 1968 com o escritor francês Jean Guitton, seu amigo, o Papa confidenciava:

“…Eu tive o terror e o êxtase de ser eleito…”.

Uma vez aceito o peso do pontificado, porém, Paulo VI lhe consagrou todas as forças, em meio aos incontáveis obstáculos que, a ele e a qualquer outro pontífice, teriam feito, certamente, pensar na renúncia.

É gravemente pesado o fardo do Vigário de Cristo, porque é o fardo do pastor chamado a dar a vida pelas ovelhas. Oremos pelo Papa e pela Igreja, sob as nuvens de tempestade.


Fonte: www.aleteia.org



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Vida em outros planetas, ciência e fé
Milagre: Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
Vaticano rejeita mais uma vez aparições da Senhora de Todos os Povos
Apesar da pandemia, a maior estátua de Maria do mundo está quase pronta
O sofrimento de Jesus na Cruz e a nossa dor
Freira inglesa que serviu os pobres se aproxima da canonização
3 dicas para fazer o sinal da cruz
Como permitir que os anjos se envolvam mais em sua vida
Pe. Zezinho comenta sobre padres que optaram por ser marido e pai
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.264.099
Visitas Únicas Hoje: 479
Usuários Online: 198