Advogados católicos rejeitaram a legalização do aborto na Argentina
Espacojames



Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 6674 - Advogados católicos rejeitaram a legalização do aborto na Argentina
Artigo visto 2205




Visto: 2205
Postado em: 19/11/10 às 19:27:36 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=6674
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque


Buenos Aires, 19 Nov. 10 / 12:05 pm (ACI).- A Corporação de Advogados Católicos rechaçou o projeto de lei que está sendo estudado atualmente na Câmara de Deputados da Nação para legalizar o aborto, porque viola o direito à vida e as normas consagradas na Constituição.

O projeto de lei foi apresentado no dia 16 março. Antes de sua discussão no plenário, convocou-se audiências públicas para escutar as posições a favor e contra. A primeira sessão será no dia 30 de novembro e continuarão a partir de fevereiro de 2011, quando for reiniciado o trabalho parlamentar.

Os advogados qualificaram de "discriminador e racista" este projeto, que permite o aborto no caso de que "existam má formações fetais graves". Eles advertiram que isto "só é comparável com os piores genocídios sofridos pela espécie humana, entre os quais recordamos o que foi perpetrado pelo regime nacional socialista alemão".

Também criticaram que se omita "o consentimento do pai da criatura para praticar o aborto" e que "nos três casos contemplados no art. 3º do Projeto, não se estabelece um limite máximo de semanas de gravidez para poder proceder a abortar, um dos quais consiste na suposição de que a gravidez foi produto de um estupro".

Os advogados católicos argentinos lamentaram que se considere suficiente apenas a denúncia formulada em um serviço de saúde, sem nenhum tipo de prova alguma, "o que na prática implica autorizar o aborto sem limite algum de tempo da gravidez, e quando a mulher o queira".

"Por isso em todos esses casos poderia proceder-se ao aborto de um ser que estivesse a ponto de nascer, apartando-se de tal maneira até das mais liberais leis abortistas, que estabelecem um prazo máximo de duração da gravidez para que se possa proceder ao aborto", advertiram.

Finalmente, criticaram as restrições à objeção de consciência e a violação da pátria potestade dos pais, "ao requerer o assentimento de só um dos progenitores e unicamente no caso de que a mulher tivesse menos de quatorze anos de idade".


Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=20640



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.938.647
Visitas Únicas Hoje: 804
Usuários Online: 194