Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 8122 - Parada Gay em São Paulo usa imagens de santos para atacar a Igreja Católica
Artigo visto 4523




Visto: 4523
Postado em: 28/06/11 às 19:40:42 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=8122
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Espacojames: "Quando chegar o fim dos tempos, profanarão tudo que é santo".

A 15ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo reuniu pelo menos 4 milhões de pessoas, segundo os organizadores, na Avenida Paulista. E causou polêmica usando santos em uma campanha pelo uso de preservativos.

Em 170 cartazes distribuídos em postes por todo o trajeto, 12 modelos masculinos, representando ícones como São Sebastião e São João Batista, apareciam seminus ao lado das mensagens: “Nem Santo Te Protege” e “Use Camisinha”. “Nossa intenção é mostrar à sociedade que todas as pessoas, seja qual for a religião delas, precisam entrar na luta pela prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Aids não tem religião”, diz o presidente da Parada, Ideraldo Beltrame.



Ao eleger como tema “Amai-vos Uns Aos Outros”, a organização uniu a vontade de conclamar seguidores com a de responder a grupos religiosos – que vêm atacando sistematicamente o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo. Na Marcha para Jesus na quinta-feira, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em favor da união estável homoafetiva foi ferozmente atacada.

 

Mas nesse ponto nem as opiniões de evangélicos dissidentes, que fundaram igrejas inclusivas e acompanham a Parada, convergem. “Não tinha necessidade de usar pessoas peladas para representar santos. Faz a campanha, mas não envolve as coisas de Deus”, acha a pastora lésbica Andréa Gomes, de 36 anos, da Igreja Apostólica Nova Geração. “A campanha foi mais de encontro aos ditames da Igreja Católica. Nós não temos santos”, diz o pastor José Alves, da Comunidade Cristã Nova Esperança.

Igreja

O cardeal d. Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, classificou como “infeliz, debochada e desrespeitosa” a colocação de cartazes com imagens de santos católicos em postes da Avenida Paulista. Para o cardeal-arcebispo, o “uso instrumentalizado” das imagens por parte da organização do evento “ofende o sentimento da Igreja Católica”.

“A associação das imagens de santos para essas manifestações da Parada Gay, a meu ver, foi infeliz e desrespeitosa. É uma forma debochada de usar imagens de santos, que para nós merecem todo respeito”, disse d. Odilo. “Vamos refletir sobre medidas cabíveis para proteger nossos símbolos e convicções religiosas. Quem deseja ser respeitado também tem de respeitar.”

Para o cardeal, a organização da Parada Gay pregou os cartazes “provavelmente” para atingir a Igreja Católica. “Porque a Igreja tem manifestado sua convicção sobre essa questão e a defende publicamente.”

O cardeal também voltou a manifestar posição contrária ao slogan escolhido pela organização da Parada, “Amai-vos uns aos outros” (parte de versículo do Evangelho de São João). “Jesus recomenda ‘Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei’. O uso de somente parte dessa recomendação, fora de contexto, em uma Parada Gay, é novamente um uso incorreto, instrumentalização da palavra de Jesus.”


Fonte: Diário do Nordeste



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Diante de Deus não há nem pode haver casamento homossexual, afirma Dom Enrique Soares
Deputado de SP quer crucifixo na escola por representar moralidade
Deputada Myrian Rios vitima da ditadura gay emite nota oficial
Será uma boa idéia? Padre substitui orações pelo plantio de árvore em município goiano
Procissão atéia de 400 pessoas na Espanha ofende a fé católica e gera perplexidade.
França: O que fizeram com tua fé Católica? Profecia maia sobre fim do mundo aumenta número de seitas
Anulação de união estável entre gays é "atentado" ao STF, diz ministro
Pelo menos 100 padres e 2 mil leigos anglicanos devem se converter ao catolicismo
Igreja Luterana da Suécia tem 15% de ateus, 25% de agnósticos e apenas 15% acham que Jesus existiu d
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.261.650
Visitas Únicas Hoje: 1.537
Usuários Online: 298