Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 8492 - EUA: ativistas pro-vida protestantes tornam-se católicos cada vez mais.
Artigo visto 2142




Visto: 2142
Postado em: 17/08/11 às 19:42:42 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=8492
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Cada vez mais, líderes pró-vida não-católicos estão se convertendo ao catolicismo, noticiou o “OSV Newsweekly”. O caso de Bryan Kemper, ativista protestante pró-vida durante 20 anos, é típico.

Ele confessou que de início tinha reações paranóicas só de pensar em colaborar com católicos na luta pela vida. Os pastores evangélicos lhe diziam que a Igreja Católica era pior que Babilônia.

Mas Kemper ficou abalado pela recente conversão ao catolicismo e à luta pela vida de proeminentes figuras da cultura da morte, como Abby Johnson, batista de religião e ex-diretora de uma clínica de abortos.

Kemper, hoje com 44 anos, fora batizado católico, mas nunca praticou e virou protestante. Para polemizar melhor contra os católicos começou a estudar o catolicismo. Escritos como os de Santo Inácio de Antioquia sobre a Eucaristia abalaram seu ceticismo evangélico.

Ele chegou à idéia de que “não era possível que fosse do agrado de Deus ser reverenciado por 40.000 denominações e que deveria haver uma só verdadeira”, explicou.


Até que um dia em Bruxelas, na Marcha pela Vida de março de 2011, ele disse a um monsenhor que queria fazer uma confissão geral bem feita. Professou o Credo e pediu a Comunhão.

O Pe. Frank Pavone, presidente de Priests for Life’s, contou que este caso não é único entre os ativistas pró-vida. O caso de Kemper foi, segundo ele, “a ponta do iceberg de um fenômeno que está acontecendo nas bases com bastante assiduidade”.

Frequentemente, disse o Pe. Pavone, nas suas viagens ouve pessoas dizendo: “Eu fiquei católico graças a meu ativismo pró-vida”.

As motivações são diversas, esclareceu o sacerdote. Ele mencionou a coerência e a firmeza das posições católicas nas questões relativas à vida; o vigor da tradição filosófica católica e a confiança dos católicos que os torna mais receptivos à fé.

Lila Rose, de 23 anos, fundadora da Live Action, disse que não estava surpreendida pela conversão de Kemper e que ela própria se tornou católica vendo que a fé da Igreja Católica “é a verdadeira”.


Fonte: http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Restrição a religiões cresce na maioria dos países, afirma estudo.
Você sabe diferenciar o necessário do supérfluo?
Roma expõe bula pontifícia com histórico decreto de excomunhão de Lutero
Jovem volta a vida após ser ungida com água benta por sacerdote.
A força da Fé: Jovens oram e garoto afogado ressuscita.Veja!
Uso do Facebook pode tornar adolescentes mais vulneráveis a problemas psicológicos.
Bento XVI no ângelus: Cristo sai ao nosso encontro para levar-nos às alturas
s católicos devem ler mais a Bíblia, afirma Arcebispo eleito da Filadélfia
PIO XII SALVOU 11.000 JUDEUS ROMANOS
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.341.337
Visitas Únicas Hoje: 1.403
Usuários Online: 277