Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos




Artigo N.º 3467 - A experiência do amor de Deus!
Artigo visto 1902 vezes




Visto: 1902
Postado em: 26/10/09 às 19:33:51 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=3467
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

Nossa Senhora como mãe amorosa vem ao nosso encontro, vem porque nos quer bem, vem por primeira, desejosa de nos encontrar, desejosa de nos ensinar a orar, de nos conduzir na escola da oração, mas não de uma oração voltada somente para nós, mas principalmente por aqueles que ainda não conheceram o amor de Deus.

         Segue abaixo a mensagem de 02 de abril de 2006 e o seu comentário:

“Queridos filhos:
Venho até vós, porque desejo com o meu exemplo, mostrar-vos a importância da oração por todos aqueles que não conheceram  o amor de Deus.
Perguntai-vos se estão me seguindo?
Filhos meus, porque não reconhecem os sinais dos tempos? Porque não falam deles?
                   Venham comigo, como mãe vos chamo.
                   Obrigada por terdes respondido a minha chamada!”

 
         Como é atual este mensagem de Maria!!!!

         Quando olhamos ao nosso redor, podemos contar um número imenso de pessoas que ainda não conheceram este amor profundo de Deus, vivendo escravas de si mesmas, do passado, do rancor, da falta de perdão, do ressentimento, e das suas paixões e ambições carnais.

         Maria nos convida a rezarmos por todos que ainda não fizeram a experiência do amor de Deus, experiência esta que liberta o homem das suas escravidões, que dá uma nova vida, um novo suspiro para a caminhada dura e longa no deserto desta vida. Quando o homem faz a experiência deste amor infinito e incondicional, ele se torna livre para amar, e para receber o amar daqueles que o desejam amar.

         O amor de Deus na vida do homem o transforma, e também o leva a amar de forma desinteressada as pessoas, e usar das coisas o tanto quanto lhe é necessário, fazendo olhar tudo ao seu redor, com um olhar diferente, fazendo-o abrir-se para o amor.

         Quando o homem experimenta o amor de Deus, em seu coração surge uma nova esperança, a alegria invade o seu ser, e este amor o faz sentir-se plasmado pelo Senhor, o faz sentir-se amado de forma nova, desinteressada, pura, incondicional.

         Jesus disse: “onde há o amor, não há temor!”. O homem que faz a experiência do amor de Deus, sente que a sua vida não lhe pertence mais, porque agora ele está nas mãos de Deus, e como resposta de amor, de confiança e de agradecimento, louva o Senhor em seu coração, dizendo: “Senhor Jesus, louvor a Ti pelas maravilhas que faz e que fez em minha vida, a Ti o louvor pelos séculos dos séculos. Senhor, confio em ti! Confio que o Senhor sabe o que é melhor para mim. Confio porque sei que até do mal que acontece em minha vida, Tu podes extrair o bem. Confio porque sei que o teu amor é maior que a morte, é maior que o meu pecado, é maior que a minha fraqueza, é maior que a minha incerteza e insegurança. Confio, porque Tu és o meu Senhor, o meu Deus, a minha rocha, a minha fortaleza. Confio porque sei que desde toda a eternidade o Senhor pensou em mim, e me amou com amor infinito, e me deu a vida, agradeço por este imenso dom de amor, e peço que o Senhor envie o teu Espírito Santo a todos os homens da face da terra neste momento, para que através da intercessão de Maria, eles possam sentir a plenitude do teu amor!”.

         Que bom seria se a nossa oração fosse sempre alicerçada no amor de Deus, na confiança. Que bom seria se rezássemos com uma fé viva, acreditando que tudo é de Deus, e que Ele pode tudo. Se rezássemos fundados nestes alicerces de fé, com certeza a nossa oração seria diferente, e o resultado dela também seria outra.
         Peçamos hoje ao Senhor, que estes nossos irmãos que ainda não fizeram a experiência do amor de Deus, possam hoje sentir a potência do Amor do Senhor.

         Nossa Senhora também diz: “Perguntai-vos se estão me seguindo?”.

         Seguir Maria é seguí-la para o caminho do Calvário, é seguí-la no caminho do crucificado.

         Maria sofreu toda a paixão com Jesus, percorreu com Ele toda a sua Via-crúcis, não carregou a cruz de madeira, mas carregou a Cruz de seu Filho em sua alma. Como mãe tinha vontade de dar a sua vida em lugar de seu filho, mas sabia que não era esta à vontade do Pai, sabia que Deus queria que ela permanecesse fiel, firme aos pés da cruz, sustentando com a força de Deus o seu filho, amando o seu Amor, amando-O com a sua presença silenciosa, sendo o consolo de Deus no momento de dor e sofrimento, embora o seu coração estivesse partido e transpassado pela espada, mas pela fé sabia que esta era à vontade de Deus manifestar todo o seu amor para com a humanidade incrédula e blasfema.

         Maria foi crucificada e imolada na alma, embora não derramou nenhuma gota de sangue, a sua alma chorou sangue.
         Seguir Maria é viver as suas mensagens, não apenas lê-las, mas viver a cruz, viver com o crucificado, viver o sofrimento no silêncio, extraindo dele à vontade do Pai, sendo fiel ao Senhor, vivendo o martírio na alma, sem abandonar Jesus o nosso amado, sem fugir para uma vida mais cômoda e menos descompromissada com Deus.

         Muitas vezes somos como cegos, e embora temos dois olhos, não enxergamos, ou não queremos enxergar os sinais do Senhor em nossa vida, sinais estes que se dão por meio da pregação da Igreja, da natureza, dos homens de fé, mas porque não queremos nos comprometer com Deus, ou melhor, porque achamos que somos nós os mentores e construtores da nossa felicidade,e assim, não interpretamos e não extraímos a vontade de Deus para nós.
         O que Deus quer de mim hoje? Essa deveria ser a nossa pergunta todos os dias.

         Sabemos interpretar os sinais climáticos, olhamos para o céu e dizemos: “amanhã irá chover!”.  Mas não sabemos olhar para a nossa vida e descobrir a vontade de Deus para nós, e por isso também não sabemos apresentar o amor de Deus para aqueles que ainda não O conhecem, porque ainda estamos fechados em nosso mundinho, e como podemos apresentar algo que não conhecemos?

         Maria nos chama como Mãe, nos chama porque quer o nosso bem, porque sabe que se a seguimos, tudo em nossa vida mudará, pois estaremos seguindo a Jesus.

         Consagremos-no hoje nas mãos de Nossa Senhora, para que hoje possa surgir um começo de uma grande história de amor entre nós e o Senhor, para que possamos escutar as Suas palavras de amor, para que sintamos o Seu amor, e a nossa vida possa ser um novo partir, um novo recomeçar, para que a nossa vida se transforme, e se transformando, transforme os que vivem conosco.
        
         Que cada um neste momento se coloque de joelhos diante da imagem de Nossa Senhora, e faça uma oração de agradecimento, pedido, louvor e agradecimento, de modo que se consagre com as suas palavras totalmente nas mãos da nossa mãezinha do céu.
 
         Que o Senhor vos abençoe: “Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo!” Amém!!!
 
 
PERMANECEI NA PAZ E CAMINHAI SEMPRE NELA!
UM FRATERNO ABRAÇO!!!!!!
PANIE JEZU UFAM TOBIE!!!


PE. MATEUS MARIA, FMDJ
paniejezuufamtobie@terra.com.br
http://rainhadapaz.blog.terra.com.br/
www.mosteiroreginapacis.org.br



LEIA TAMBÉM
NA CONFISSÃO, POR MEIO DO SACERDOTE, JESUS NOS PERDOA
A CONFIANÇA EM DEUS!
Indugência Plenária!
V O C A Ç Ã O
VOCAÇÃO A VIDA MONÁSTICA, JÁ PENSOU?
UM CHAMADO DE MARIA
PEDINDO A LIBERDADE
Pedagogia do Silêncio
Orar a própria afetividade



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.259.895
Visitas Únicas Hoje: 371
Usuários Online: 123