Espacojames


Página Inicial
Listar Testemunhos




Artigo N.º 10532 - Testemunho de um médico abortista convertido em pró vida pela intercessão de Maria.
Artigo visto 3066 vezes




Visto: 3066
Postado em: 16/01/13 às 07:57:36 por: James
Categoria: Testemunhos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=24&id=10532
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Testemunhos

Visitas a Guadalupe e Medjugorje foram fundamentais para a conversão de John Bruchalski. O doutor passou das suas práticas rotineiras de aborto para fundar um dos maiores pró-vida nos Estados Unidos e emprega os ensinamentos do Bem-Aventurado Papa João Paulo II em uma nova abordagem saudável para os cuidados com a saúde.

Para o médico americano John Bruchalski, 50 anos, nascido no estado de Virgínia, significou passar da tarefa rotineira de realizar abortos para uma visão completamente nova da medicina e a fundação do que hoje é agora uma prática pro-vida que está se desenvolvendo.

Embora criado em uma família católica devota, a saída da fé de John Bruchalski começou quando ele foi para uma faculdade “católica”. Ali ele foi influenciado por professores e amigos que afirmavam que a Igreja Católica poderia mudar com a cultura – que os seus ensinamentos sobre o casamento, divórcio, aborto, contracepção teriam finalmente de estar de acordo com os valores culturais contemporâneos.

No momento em que John Bruchalski entrou na escola médica em 1983 na University of South Alabama, a contracepção e o aborto pareciam-lhe: “o caminho para promover a saúde e a felicidade e a plenitude da vida reprodutiva de uma mulher”. Com o objetivo de ser o melhor ginecologista que pudesse, ele aprendeu os diferentes métodos de esterilização, aborto e reprodução artificial e começou a aplica-los durante a sua residência.

Dr. John Bruchalski dando o seu testemunho em Medjugorje. Foto de Bernard Gallagher

Eu estava realizando abortos porque acreditava que era o menor dos males – até que percebi que as pessoas ficavam ainda mais destruídas após o procedimento. Pode ter havido uma breve pausa do estresse e tensão, mas a maioria dos casais se separaram após o aborto”.

O médico recebeu mensagens de Nossa Senhora em Guadalupe e em Medjugorje

Logo antes de começar a sua residência, John Bruchalski foi convencido por um amigo para ir a Guadalupe, no México, onde a Virgem Maria apareceu em 1531. Bruchalski disse que ouviu Nossa Senhora de Guadalupe – a quem os católicos reverenciam como a padroeira dos não-nascidos – dizer-lhe: “Por que você está me ferindo ??”

No entanto, ele ainda não estava pronto para responder.

Tive que colocar isto no fundo de minha mente.”

Então, dois anos mais tarde, entre os seu segundo e terceiro ano de residência, a sua mãe o levou em uma peregrinação até Medjugorje. Ali ele redescobriu o amor por Jesus e Maria que seus pais tinham nutrido nele durante toda a sua infância.

Foi a simplicidade das mensagens que me trouxe à conversão. Então eu tive uma experiência ali com uma jovem da Bélgica que estava lá rezando pela causa pró-vida. Ela me disse que tinha uma mensagem de Nossa Senhora para mim e começou a contar-me coisas sobre a minha vida. Foi uma mudança de vida para mim.”

Uma nova visão sobre a saúde. Não aos abortos.

De volta aos Estados Unidos, John Bruchalski começou a procurar uma maneira de integrar a sua fé redescoberta em sua profissão. Primeiro ele teve outra experiência importante:

Quando eu voltei para casa, me foi dada a graça de ver a mim mesmo como eu realmente era, toda a minha vida passou diante de mim – mas eu realmente vi que existe uma maneira melhor de praticar a medicina” disse John Bruchalski ao LifeSiteNews. ”A abordagem de saúde reprodutiva era o oposto ao que a Planned Parenthood (instituição internacional que promove a contracepção e o aborto) estava dizendo. Isso é o que Nossa Senhora me disse que seria a minha tarefa “.

Ele disse ao seu professor que ele não poderia mais cometer abortos ou esterilizações, embora ele demorasse quase um ano para se livrar das discussões.

Após alguns anos de estudo da “teologia do corpo” escrita pelo Beato Papa João Paulo II, John Bruchalski colocou a sua nova visão da medicina em prática em 1994, quando fundou o Centro de Família Tepeyac com sua esposa no porão de sua casa. O centro emprega seis médicos pró-vida e uma enfermeira, tornando-se um dos maiores centros pró-vida gratuitos com práticas médicas nos Estados Unidos.

Baseada em uma visão católica de cuidados com a saúde, o centro promove práticas que respeitam o ritmo natural da mulher e a santidade da vida humana. Eles defendem o planejamento familiar natural, em oposição aos contraceptivos e, em casos de infertilidade, eles se concentram em tratar as causas subjacentes ao invés de usar as técnicas de reprodução assistida, como a fertilização in vitro.

O Centro Tepeyac tem o foco especial na implementação da teologia do corpo escrita pelo Beato João Paulo II, que o doutor Bruchalski chama de “revolucionária para os relacionamentos, para a medicina e para as famílias”.

“A teologia do corpo na medicina significa que você coopera com o corpo, você não o reprime, você se concentra na saúde, não na doença. Você não trata desejos, você trata a doença. Você não trata as pessoas como produtos. Você não tentar ir para o melhor médico que cria os mais saudáveis bebês com as melhores técnicas. Porque nós somos mais do que produtos, somos pessoas” disse o Dr. John Bruchalski.


Fonte:
http://www.comshalom.org/blog/carma
delio/

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.945.689
Visitas Únicas Hoje: 1.323
Usuários Online: 476