Espacojames


Página Inicial
Listar Terço e Rosário




Artigo N.º 1546 - Terço Vocacional
Artigo visto 3580 vezes




Visto: 3580
Postado em: 04/05/09 às 13:39:40 por: James
Categoria: Terço e Rosário
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=37&id=1546
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Terço e Rosário

O Pré-Seminário é, antes de tudo, esse tempo e lugar especiais onde somos desafiados a questionar-nos sobre qual é a nossa vocação, o nosso caminho pessoal e único de felicidade, o projecto que Deus tem para cada um de nós.

 

 

 

 

 

            Para concretizar este mesmo objectivo queremos, com este terço vocacional, seguir o caminho de Maria, meditando nos diferentes momentos do itinerário vocacional.

            Deste modo, confiamos a Maria todas as pessoas (sobretudo os jovens), a fim de que experimentem a beleza de uma vida entregue a Deus e ao próximo, e se mostrem disponíveis para responder com um sim generoso ao Mestre que chama.

 

 

 

I Mistério | A Busca

 

 

            Então Jesus voltou-se para eles e, vendo que o seguiam, perguntou-lhes: «A quem procurais?» Responderam-lhe: «Rabi – que quer dizer Mestre – onde moras?» Ele disse: «Vinde e vede». Foram, pois, e viram onde morava e ficaram com Ele nesse dia. Eram quase quatro horas da tarde.

 

(Jo 1, 38-39)

 

 

            Cada vez mais se vai sentindo que um cristianismo de subsistência e de tradição é insuficiente. Desde tenra idade somos introduzidos neste dinamismo de seguimento de Jesus Cristo pelos sacramentos e pela catequese. Mas, será que O desejamos de verdade?

            “Onde moras?” é a pergunta que os discípulos André e João colocavam. Ela não é mais do que a expressão de uma mesma busca que todos inquietamente fazemos: “onde está a felicidade?”.

            Por isso, vale sempre a pena re-colocar esta pergunta: és feliz?

 

 

 

II Mistério | O Chamamento

 

 

            E disse-lhes Jesus: «Vinde comigo, e farei de vós pescadores de homens». Deixando imediatamente as redes, seguiram-no.

 

(Mc 1, 17-18)

 

 

            Os discípulos percebem em Jesus Cristo algo de diferente, algo de autêntico e profundo e, por isso, aceitam deixar imediatamente as redes e segui-Lo.

            Quantas vezes ficamos agarrados àquilo que deixamos ou ao comodismo da mediocridade?

            E tu? Já te cruzaste com Cristo pelo caminho? Que tens feito perante o mesmo desafio?

 

 

 

III Mistério | O Seguimento

 

 

            Jesus disse, então, aos discípulos: «Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser savar a sua vida, vai perdê-la; mas quem perder a sua vida por minha causa, há-de encontrá-la»

 

(Mt 16, 24-25)

 

 

            Rapidamente a resposta afirmativa ao chamamento que nos é feito por Jesus Cristo traz consequências: segui-Lo implica amá-Lo, e amá-Lo implica aprender a imitá-Lo.

            Assim, como caminho de felicidade (seja como leigos, como ministros ordenados, ou como religiosos) é-nos apresentada a cruz, ou seja descer.

            Já fizeste a experiência na tua vida de como é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se alcança a felicidade?

 

 

 

IV Mistério | A Missão

 

 

            Ide! Envio-vos como cordeiros para o meio de lobos (…) Quando entrardes numa cidade e vos receberem, comei do que vos for servido, curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: «O reino de Deus está próximo de vós».

 

(Cfr. Lc 10, 3-9)

 

 

            Muitas vezes, somos colocados em contextos onde há muito pouca esperança. Porque é que tantas pessoas não conhecem a alegria de saber que o reino de Deus está perto de cada um de nós? Como tem sido o nosso testemunho enquanto cristãos?

 

 

 

V Mistério | A Fidelidade Radical

 

 

            «(…) As raposas têm tocas e os pássaros do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde repousar a cabeça». (…) «Deixa que os mortos sepultem os seus mortos. (…) «Quem olha para trás, depois de deitar a mão ao arado não está apto para o Reino de Deus»

 

(Cf. Lc 9, 57-62)

 

 

            Jesus Cristo, sacerdote único e eterno, faz com que nunca se apague em nós a certeza de que só permanecendo em Ti encontramos sentido para a vida.

            Assim, faz-nos caminhar, escutar e obedecer-Te, na confiança de quem Te sabe presente no mais íntimo de nós mesmos, e perceber, nas mais pequenas coisas, o quanto nos amas loucamente.

 

 

 

Consagração a Nossa Senhora

 

 

Ó Senhora minha, ó minha Mãe,
eu me ofereço todo(a) a vós,
e em prova da minha devoção para convosco,
vos consagro neste dia e para sempre,
os meus olhos, os meus ouvidos,
a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vosso(a),
ó incomparável Mãe,
guardai-me e defendei-me como coisa e propriedade vossa.
Lembrai-vos que vos pertenço, terna Mãe, Senhora nossa.
Ah, guardai-me e defendei-me como coisa própria vossa.

 




LEIA TAMBÉM
Terço de São José
Terço do Santíssimo Sacramento
Terço do Espírito Santo
Terço da Missionário
Terço pelos Sacerdotes
COMO REZAR O TERÇO BIZANTINO - ORAÇÕES
Terço do Amor
Nossa Senhora do Rosário
AS PROMESSAS DE NOSSA SENHORA PARA QUEM REZAR O ROSÁRIO



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.316.388
Visitas Únicas Hoje: 2.767
Usuários Online: 491