Espacojames


Página Inicial
Listar Milagres




Artigo N.º 15230 - Milagre eucarístico de Sokólka: hóstia é tecido do coração de uma pessoa em agonia
Artigo visto 771 vezes




Visto: 771
Postado em: 14/04/19 às 00:36:53 por: James
Categoria: Milagres
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=52&id=15230
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Milagres

Conclusões vêm de análises patomorfológicas da hóstia feitas em laboratório e estudadas criteriosamente por um comitê de cientistas

A transformação do pão e do vinho no verdadeiro Corpo e Sangue de Jesus Cristo acontece todos os dias, em todos os altares do mundo. Ao recebermos a comunhão, porém, só podemos testemunhar esse milagre pela fé: aos nossos sentidos, é oferecida apenas a forma do pão e do vinho, fisicamente inalterada pela consagração.

O que é, então, que o acontecimento eucarístico de Sokólka, na Polônia, proporciona à nossa fé?

 

Os 5 mini-capítulos de um relato extraordinário: um milagre fisicamente visível!

1 – UMA HÓSTIA CONSAGRADA CAI AO CHÃO

12 de outubro de 2008. Domingo. O servo de Deus pe. Miguel Sopocko acaba de ser beatificado. Na Santa Missa da igreja paroquial de Santo Antônio de Sokólka, às 8h30, uma hóstia consagrada cai das mãos de um dos sacerdotes na hora da comunhão, junto ao altar. O padre interrompe a distribuição da comunhão, recolhe a hóstia do chão e, fiel às normas litúrgicas, a coloca no vásculum, pequeno recipiente com água que é mantido costumeiramente ao lado do sacrário para que o sacerdote lave os dedos após distribuir a Santa Eucaristia. Via de regra, o Corpo de Cristo nas formas da hóstia consagrada se dissolve naquele recipiente, com a reverência que Lhe é devida.

Naquele dia, quem servia como sacristã da paróquia era a irmã Julia Dubowska, das Irmãs Eucarísticas. A pedido do pároco, pe. Stanislaw Gniedziejko, ela despejou o conteúdo do vásculum ao fim da missa em outro recipiente, já que a hóstia consagrada levaria algum tempo para se dissolver. O outro recipiente, por sua vez, foi guardado respeitosamente no cofre da sacristia da paróquia. Só ela e o pároco tinham as chaves.

2 – O SANGUE DE CRISTO FLUÍDO DA HÓSTIA

19 de outubro de 2008. Domingo das Missões. Após a indagação do pároco sobre o estado da hóstia, a irmã Julia vai até o cofre. Abre a porta. Um aroma delicado de pão ázimo se manifesta. Quando ela abre o recipiente, o inesperado: enquanto a água permanece incolor e limpa, há no meio da hóstia em dissolução o que se parece com um coágulo de sangue: uma mancha arqueada de cor vermelha intensa. O Corpo de Cristo tinha sangrado.

A irmã corre até o padre, que traz consigo outros sacerdotes locais e o missionário pe. Ryszard Górowski. Todos ficam atônitos diante do que veem.

3 – UM LONGO PERÍODO DE PRUDENTE DISCERNIMENTO

O grupo preserva sabiamente a discrição e a prudência, consciente da seriedade do ocorrido. Eles sabem que estão diante do Corpo do Senhor, mas também sabem que, humanamente, é preciso analisar se aquela alteração no fragmento da hóstia é fruto de uma reação química naturalmente explicável.

Eles notificam o arcebispo metropolitano de Bialystok, dom Edward Ozorowski, que vai a Sokólka com o chanceler da cúria e outros sacerdotes e catedráticos. Dom Edward indica que a hóstia seja levada para a capela da Misericórdia Divina, na própria casa paroquial, e guardada no sacrário. No dia seguinte a isto, ainda por decisão do arcebispo, a hóstia com a mancha visível é retirada da água e, colocada sobre um pequeno corporal, é reposta no sacrário, sendo ali conservada durante 3 anos até ser solenemente transportada à igreja, em 2 de outubro de 2011.

O primeiro ano de preservação em segredo serviu como tempo de reflexão e discernimento daquele extraordinário sinal de Deus.

4 – AS ANÁLISES CIENTÍFICAS

O fragmento da hóstia alterada foi secando naturalmente, mas permaneceu como coágulo de sangue. Em janeiro de 2009, o arcebispo solicitou análises patomorfológicas da hóstia e, em 30 de março, criou uma comissão eclesial para estudar a fundo aquele muito provável milagre eucarístico do século XXI.

O fragmento que sofrera a transformação foi analisado pela professora dra. Maria Sobaniec-Lotowska e pelo professor dr. Stanislaw Sulkowski, mas de forma independente um do outro para garantir a consistência dos resultados. Os dois são patomorfologistas da Universidade de Medicina de Bialystok e fizeram suas análises no Instituto de Patomorfologia da mesma universidade, sob as normas e diretrizes do Comitê de Ética Científica da Academia Polonesa de Ciências.

Todos os exames foram documentados e fotografados minuciosamente e entregues à Cúria Metropolitana de Bialystok.

Quando foram recolhidas as amostras para análise, a parte não dissolvida da hóstia consagrada estava incrustada no tecido do corporal, mas, mesmo seco e frágil, o fragmento com o Sangue permanecia estreitamente unido à parte restante da hóstia.

Os resultados das duas análises independentes se revelaram perfeitamente coerentes entre si e coincidiram numa conclusão extraordinária: a estrutura do fragmento da hóstia que havia sido analisada corresponde à do tecido do músculo do coração de uma pessoa VIVA, mas em estado de agonia.

5 – A COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA DE UM MILAGRE

Segundo as análises realizadas:

A estrutura da fibra do músculo do coração e a estrutura do pão estavam interligadas de forma tão estreita que teria sido impossível forjá-la por ingerência humana, conforme atestou a dra. Maria Sobaniec-Lotowska.
Não foi adicionada qualquer substância à hóstia consagrada.
O fato de que o fragmento assumiu a forma de tecido do músculo do coração de uma pessoa em estado de agonia não é explicável pelas ciências naturais.
Com base no resultado das análises patomorfológicas recebidas, a Cúria Metropolitana de Bialystok declarou mediante comunicado oficial:

O acontecimento de Sokólka não se opõe à fé da Igreja, mas a confirma. A Igreja professa que, após as palavras da consagração, pelo poder do Espírito Santo, o pão se transforma no Corpo de Cristo e o vinho no Seu Sangue. Além disso, trata-se de um chamamento para que os ministros da Eucaristia distribuam o Corpo do Senhor com fé e cuidado e que os fiéis O recebam com adoração”.

 





Fonte: www.aleteia.org



LEIA TAMBÉM
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de Nazaré para Loreto há mais de 2 mil km
São Roque González no Rio Grande do Sul: o milagre do coração lançado ao fogo
EM IMAGENS: 7 milagres eucarísticos ocorridos na Itália e que impactam o mundo
Milagre eucarístico de Legnica: para médicos, hóstia é tecido humano
Absolutamente inexplicável, o grande milagre eucarístico de Lanciano já dura 1300 anos!
Mulher que estava à beira da morte conta como recebeu milagre em Lourdes
Futura Santa Teresa de Calcutá: brasileiro com hidrocefalia e oito abscessos no cérebro foi o “alvo” do milagre
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
Um porto seguro no mar de lama: o Santíssimo Sacramento permanece intacto em meio à tragédia de Minas Gerais



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.337.233
Visitas Únicas Hoje: 484
Usuários Online: 154