Os Padres heróis do Titanic: A história dos três padres que estavam abordo do navio


LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
Artigos




Artigo visto 2897 vezes




Visto: 2897 - Impresso: 56 - Enviado: 18 - Salvo em Word: 42
Postado em: 20/04/12 às 20:27:28 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=9670
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

Com o centenário do naufrágio do Titanic começam a se recordar as histórias contadas pelos sobreviventes sobre aquela tragédia. Você sabia que e três padres estavam a bordo do navio que se colidiu fatalmente com um iceberg?

Pois é, estavam lá o Padre Juozas Montvila da Lituânia, que iria se imigrar para os Estados Unidos para ser missionário nas comunidades de lituanos imigrantes em Massachusetts, o Padre Joseph Peruschitz, beneditino alemão que viajava aos Estados Unidos para assumir o cargo de diretor da escola preparatória dos beneditinos em Collegeville, Minnesota e o inglês Padre Thomas Byles que viajava rumo a América do Norte para presidir o matrimônio de seu irmão, William. Relatos dizem que os padres escutavam confissões e celebravam Missas todos os dias a bordo do navio.

O MOMENTO DA TRAGÉDIA

No momento da catástrofe de acordo com o testemunho de sobreviventes, o Padre Juonzas que hoje é considerado um herói na Lituânia, recusou-se a escapar para ajudar outros passageiros a chegar até os botes salva-vidas. Outro sobrevivente disse que viu à distância enquanto seu bote se afastava, nos últimos minutos da tragédia, o Padre Joseph e o Padre Thomas conduzindo a oração do Rosário junto às vítimas que tinham ficado a bordo em quanto as ondas chegavam para cobrir o navio. Às 2:20 da madrugada de 15 de abril, hora em que afundou completamente o navio, o Padre Thomas rezou o Ato de Contrição junto aos fiéis que permaneciam de joelhos junto a ele, e lhes deu a absolvição geral.

A SANTA OBEDIÊNCIA

Um outro fato que chama a atenção, é que havia um seminarista que também embarcou a bordo do Titanic, Francis Browne, mas ao contrário dos outros, ele conseguiu seabandonasse a navio no último porto europeu que o Titanic ancorou antes de seguir viajem aos Estados Unidos. O telegrama guardado em sua carteira até o último de seus dias dizia “Saia já desse navio”.

O então jovem Seminarista Francis era aficionado por fotografia e retratou o estilo de vida dos passageiros e a tripulação do transatlântico enquanto esteve a bordo. A obediência salvou a vida do futuro padre que se tornou capelão das forças irlandesas durante a I Guerra Mundial, recompensado com várias condecorações, entre elas a Cruz Militar. Percorreu pastoralmente toda a Irlanda e Austrália, fotografando tudo ao seu redor. No momento de sua morte, em 1960, suas imagens chegavam a mais de 40 mil, que já estavam esquecidas, e que logo depois foram disponibilizadas pelo seu companheiro de missão, o Pe. Edward O’ Donnell que diz que as imagens equivale em termos de fotografia, ao descobrimento dos manuscritos do mar morto.

A MISSÃO

Cada um de nós nascemos com uma missão, os três sacerdotes colocaram a sua missão acima de si próprios, não só ajudaram a salvar vidas mas também almas. Que com este exemplo de amor, nós possamos também servir ao nosso chamado da melhor maneira. Bendito seja para sempre os Padres Juonzas, Joseph e Thomas.


Fonte: http://www.sacramusic.com/ci/leitor.asp?ID=1504&can=5&sec=181

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.569.181
Visitas Únicas Hoje: 2.140
Usuários Online: 469