LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
LISTAR MENUS

Sobre Santarém/Pará



Artigo visto 3480 vezes




Visto: 3480 - Impresso: 54 - Enviado: 39 - Salvo em Word: 41
Postado em: 23/05/10 às 19:06:38 por: James
Categoria: Sobre Santarém/Pará
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=165&id=5254
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Sobre Santarém/Pará

Em Santarém encontra-se o Caribe Brasileiro, a Vila de Alter do Chão. Saibam mais sobre esta beleza natural da amazônia.

HISTÓRIA

A história de Alter do Chão faz parte da própria história de Santarém, Antiga aldeia dos Borari, recebeu, com a chegada dos jesuítas, o nome de Missão de Nossa Senhora da Purificação. Como teve seu desenvolvimento próprio, a aldeia foi levada à categoria de vila a 06 de março de 1758, com o nome português de Alter-do-Chão. Desde então a vila vem crescendo, contando hoje com infra-estrutura turística e de apoio com pousadas, restaurantes, barracas na praia, além de lojas de artesanato e o Centro de Preservação da Arte e Cultura Indígena, conhecido mundialmente. Além disso, a vila é privilegiada por belos atrativos naturais como o lago verde dos Muiraquitãs, o Morro do Cruzeiro e a famosa Ilha, atraindo dessa Forma um número crescente de visitantes, incluindo os inúmeros cruzeiros marítimos que aportam no local.

 

CARACTERÍSTICAS

Alter-do-Chão é uma aldeia de pescadores, onde acontece a tradicional festa do Çairé. Areia fina e águas claras compõem uma paisagem belíssima. Quando as águas baixam surge uma faixa de terra no rio, formando uma barra, que os santarenos chamam de ilha.

É uma vila turística da cidade de Santarém. O Tapajós, na sua foz, em frente de Santarém, proporciona o fantástico espetáculo do encontro de suas águas claras com as barrentas do Amazonas, sem misturar-se.
O Rio Tapajós possui característica única entre os afluentes do Amazonas - suas águas são cristalinas- e, por capricho da sábia natureza, forma uma lagoa em frente à cidade santuário, denominada Lago Verde.

As águas límpidas e quentes do Lago Verde originaram o apelido carinhoso para a cidade santuário de O Caribe de água doce. Ele é circundado por extensas praias de areia fina e branca, que ficaram famosas até fora do Brasil. A beleza de Alter do Chão é um exemplo de preservação ambiental.

 

Clima

Quente e Úmido

Temperatura Média

27º C

 

COMO CHEGAR: Partindo de Belém: BR-316

 

Localização: Região do Baixo Amazonas no Estado do Pará.

 

Limites: Óbidos, Alenquer, Monte Alegre, Aveiro, Rurópolis, Prainha, Placas, Belterra, Ururá e Juruti.

 

 

Acesso Rodoviário: BR-316

 

 

Distâncias: 35 Km de Santarém

 

TURISMO: Principais Pontos Turísticos

 

Encontro das Águas

Passeio passando pelo espetacular encontro das águas do transparente Rio Tapajós e do barrento Rio Amazonas, que, devido a densidade e velocidade diferentes, fluem lado a lado sem se misturar. No período de águas cheias (aprox. de março até agosto) podemos avistar a magnífica Vitória Régia, uma das maiores plantas aquáticas do mundo. No período de águas baixas (de setembro até fevereiro) teremos a possibilidade de ver os jacarés se esquentando na margem do Canal. No final da tarde assistiremos também a belíssima revoada dos pássaro.

 

Ponta do Lago da Praia

Uma belíssima praia de areias brancas e finas.

 

 

Lago Verde

Um lugar de grande beleza natural de onde os índios Borari, antigos habitantes da região, retiravam pedras do fundo para a confecção do muiraquitã, amuleto em forma de sapo que traz a sorte.

 

 

Ilha do Amor

A belíssima praia e cartão postal da Vila de Alter do Chão, visitada de Setembro à Fevereiro

 

 

Floresta Nacional do Tapajós (FLONA)

Uma reserva florestal de 600.000 hectares repleta de floresta primária, praias, comunidades tradicionais, igarapés e igapós.

 

 

Comunidade de Urucureá

Situada na boca do Rio Arapiuns e famosa por seu colorido artesanato de palha.

 

 

Praias Fluviais

Alter do Chão, uma rústica aldeia de pescadores é o caribe brasileiro de águas doces, azuis e cristalinas. Um verdadeiro paraíso de praias fluviais de areias brancas no coração da floresta amazônica.

 

 

Santarém

A cidade de Santarém ocupa uma posição privilegiada, exatamente na junção de dois lindos e grandes rios, o Amazonas e o Tapajós. Em frente da cidade podemos testemunhar um dos maiores espetáculos do mundo: o encontro das águas verde-esmeraldas do Tapajós com as águas ocre-argila do Amazonas, as quais correm juntas por muitos quilômetros sem se misturarem. Esse fenômeno está absolutamente acima de qualquer descrição ou comparação. 

 

Fotos de Alter do Chão:

 

James - www.espacojames.com.br

 
Total Visitas Únicas: 6.493.121
Visitas Únicas Hoje: 596
Usuários Online: 160