Espacojames


Página Inicial
Listar Arqueologia




Artigo N.º 13579 - Decifram texto bíblico mais antigo desde o achado dos impressionantes manuscritos do Mar Morto.
Artigo visto 1859 vezes




Visto: 1859
Postado em: 27/07/15 às 23:42:43 por: James
Categoria: Arqueologia
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=199&id=13579
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Arqueologia

Um grupo de arqueólogos israelenses e americanos conseguiram decifrar um pergaminho de aproximadamente 1.500 anos de antiguidade que estava queimado. O manuscrito, encontrado há 45 anos em uma sinagoga, data do Século VI e é o mais antigo já descoberto até hoje. Sendo assim, está é a descoberta mais importante depois do achado dos manuscritos do Mar Morto encontrados em 1947.

A investigação, divulgada através do diário oficial do Vaticano, L’Osservatore Romano, permitiu decifrar o manuscrito que tinha sido enrolado e queimado. Nele podemos ler fragmentos em hebreu do livro do Levítico que fazem referência a sacrifícios rituais.

A Autoridade de Antiguidades de Israel (AAI) foi encarregada de desenvolver os trabalhos, que consistiram em provas de carbono 14 (uma das mais utilizadas para averiguar a data de algum objeto ou obra de arte) e uma intensa investigação de um grupo de arqueólogos americanos e israelenses. O texto foi obtido com ajuda de tecnologia 3D de um fragmento de sete centímetros do pergaminho queimado.

O pergaminho foi descoberto em 1970 por Sefi Porath, quando dirigia as escavações arqueológicas na sinagoga de Ein Gedi, cerca de 40 quilômetros ao sul das cavernas de Qumran (Israel), onde foram achados os manuscritos do Mar Morto.

Conforme declarou Porath à imprensa, a descoberta é “muito emocionante” e além disso trata-se do único pergaminho da Torá (livro sagrado judeu equivalente ao Antigo Testamento dos cristãos) encontrado em uma sinagoga no interior de uma arca sagrada.

Por sua parte, Pnina Shor, curadora da Autoridade de Antiguidades de Israel, assinalou durante uma coletiva de imprensa, na qual exibiu-se o pergaminho, que este é “uma grande descoberta”.

Após os manuscritos do Mar Morto, esta foi a mais significativa descoberta de uma Bíblia antiga”, disse.

 

 


Fonte: acidigital.com



LEIA TAMBÉM
Cientistas demonstram que o Sudário de Oviedo tem a mesma origem que o Santo Sudário de Turim.
Carta a Diogneto, uma carta de mais de mil anos considerada a “joia mais preciosa da literatura cristã primitiva”.
Encontrado manuscrito que pode ser o mais antigo do Novo testamento, segundo especialistas.
Conheça as pinturas mais antigas dos apóstolos de Jesus.
Tabuleta de 4.500 anos, dos registros históricos mais antigos que se conhecem, reforça diluvio bíblico.
Restos de porto e sinagoga do tempo de Cristo são encontrados na Galileia
As catacumbas, local de descanso dos mártires da fé!
Qumran: anunciada a descoberta RECENTE de mais nove rolos dos chamados "Manuscritos do Mar Morto"
Mosaico cristão de 1500 anos com os nomes de Jesus e Maria é desenterrado em Israel e reafirma veneração histórica a Maria.



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.163.073
Visitas Únicas Hoje: 2.484
Usuários Online: 409