Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.192.569
Visitas Únicas Hoje: 389
Usuários Online: 111
Sistema de Busca

 

Obras Malignas




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 3629 - Impresso: 187 - Enviado: 21 - Salvo em Word: 127
Postado em: 17/12/11 às 09:42:31 por: James
Categoria: Obras Malignas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=9248
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Obras Malignas

Espacojames: Sugiro que leiam antes os artigos abaixo clicando nos links para ter um melhor entendimento sobre sincretismo religioso e o culto aos demônios promovido por algumas igrejas na Bahia.

Artigo N.º 6675 - CANDOMBLÉ: Culto a Satanás - O envolvimento de católicos com o Candomblé

Artigo N.º 7471 - James: Muitos católicos continuam frequentando centros espíritas

Que Deus tenha misericórdia de todos nós

James

--

Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil celebrou missa campal.

O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, celebrou a missa em homenagem a Santa Bárbara no Largo do Pelourinho na manhã deste domingo (4). No ofertório, a uva e o trigo do ritual católico se misturaram ao acarajé e ao abará, oferendas do candomblé à orixá dos raios e trovões.

mas se misturaram com as nações pagãs e aprenderam seus costumes.” (Salmos 105,35)

Essa festa é uma marca católica, que é o culto a Santa Bárbara, parte do estoque de santas femininas da igreja. É importante dizer que esse rito foi complementado e ganhou a proporção que tem hoje por causa dos fiéis do candomblé. O próprio rito católico passou a incrementar elementos do candomblé”, explica o especialista em história da cultura negra, Jaime Sodré.

Não vos prendais ao mesmo jugo com os infiéis. Que união pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunidade entre a luz e as trevas?” (II Coríntios 6,14)

e não tenhais cumplicidade nas obras infrutíferas das trevas; pelo contrário, condenai-as abertamente.” (Efésios 5,11)

Depois da missa, a imagem de Santa Bárbara seguiu em procissão pelas ruas do Centro Histórico, nas asas da pomba da paz, seguida por sete santos católicos. Uma parada foi feita no quartel do Corpo de Bombeiros, no bairro da Barroquinha, para as homenagens à padroeira da Corporação. Seguindo a tradição, a última parada da procissão foi no Mercado de Santa Bárbara, onde foi distribuído caruru para a população.

 

 

O caruru é um prato típico da culinária baiana, originalmente africano, utilizado como comida ritual do candomblé, provavelmente trazida para o Brasil pelos escravos africanos.


Patrimônio Imaterial

A festa de Santa Bárbara foi considerada patrimônio imaterial da Bahia no dia 3 de dezembro de 2008 pelo governo do estado. O decreto que registrou a cerimônia reafirma a importância da diversidade cultural e religiosa que a festa reúne. “Santa Bárbara passa a ser uma santa cultuada dentro da religião católica, que ganhou uma versão baiana quando ela foi similarizada a Iansã. Todo rito dela passa a ter parâmetros com a religião de matriz africana”, diz Jaime Sodré.

A culinária típica adotada na celebração para Santa Bárbara carrega uma forte influência da religião de matriz africana e, entre outras semelhanças, os devotos de Iansã e Santa Bárbara se vestem de vermelho para cultuar uma das figuras religiosas mais populares da Bahia.
IANSÃ também chamada OYA, é o Orixá dos ventos e raios.

 

Duas características principais da festa de Santa Bárbara são essencialmente do candomblé, que é a prática do transe [quando "filhos de santo" manifestam Iansã na procissão] e da culinária, com o tradicional caruru”, complementa Sodré. A intensa participação do povo no dia 4 de dezembro caracteriza oficialmente a festa de Santa Bárbara como a celebração que marca o início do ciclo das festas populares da Bahia.

Fonte: G1

--

O QUE O PAPA DIZ SOBRE SINCRETISMO RELIGIOSO?



a Igreja não aceitará o sincretismo, nem mesmo em regiões distantes e onde a cultura local seja predominante.”

Em um sinal de sua preocupação em relação aos rumos do catolicismo no Brasil, o papa Bento XVI criticou o sincretismo na religião no País e pediu que os bispos brasileiros rejeitem “fantasias” na eucaristia.

Bento XVI insistiu que estava preocupado “por tudo o que possa ofuscar o ponto mais original da fé católica” e advertiu para os riscos do sincretismo. O Vaticano rejeita que sejam introduzidos ritos tomados de outras religiões ou particularismo culturais na celebração das missas.

Bento XVI ainda mandou seu recado aos bispos brasileiros, indicando que não seria o sincretismo que os marcaria. “Que ele (Jesus) seja verdadeiramente o coração do Brasil, de onde venha a força para todos homens e mulheres brasileiros se reconhecerem e ajudarem como irmãos”, completou.

 

 


Fonte: http://reporterdecristo.com/sincretismo-religioso-catolicos-e-candomblistas-se-reunem-para-celebrar-dia-de-santa-barbara-na-bahia





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 17/12/11 às 09:42:31 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES