Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.422.384
Visitas Únicas Hoje: 4
Usuários Online: 543
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1461 - Impresso: 44 - Enviado: 17 - Salvo em Word: 49
Postado em: 14/05/10 às 18:52:00 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=5136
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Confidências aos bispos de Portugal

FÁTIMA, quinta-feira, 13 de maio de 2010 (ZENIT.org). A missão do Papa consiste em fazer Deus presente no mundo e, por isso, deve abrir-se cada vez mais ao mistério da cruz, confessou Bento XVI nesta quinta-feira aos bispos de Portugal reunidos em Fátima.

O encontro, celebrado na sala de conferências da Casa Nossa Senhora do Carmo, ofereceu-lhe a oportunidade de confidenciar aos bispos de Roma o que jamais havia feito nos cinco anos de seu pontificado.

Agradeceu e pediu aos peregrinos de Fátima que orassem pelo sucessor de Pedro, recordando as palavras de Jesus para este apóstolo após a ressurreição: "Eu orei por ti, para que tua fé não desfaleça. E quando te converteres, fortalece os teus irmãos" (Lucas 2232).

E, continuando, afirmou: "Como veem, o Papa precisa se abrir cada vez mais ao mistério da Cruz, abraçando-a como única esperança e última via para ganhar e reunir em Cristo todos os seus irmãos e irmãs em humanidade".

Estas palavras completam a resposta de Bento XVI aos jornalistas no voo que o levou de Roma para Lisboa, dia 11 de maio, nas quais considerou que o terceiro segredo deixado pela Virgem em Fátima não é aplicado somente ao atentado a João Paulo II, mas também indica "a necessidade de uma paixão da Igreja, que naturalmente é refletida na pessoa do Papa, mas o Papa está pela Igreja e, portanto, são sofrimentos da Igreja esses que são anunciados. O Senhor nos falou que a Igreja teria de sofrer sempre, de diversos modos, até o fim do mundo".

"A novidade que podemos descobrir hoje nesta mensagem reside no fato de que os ataques ao Papa e à Igreja não vêm só de fora, sendo que os sofrimentos da Igreja procedem, na realidade, de dentro da Igreja, do pecado que há na Igreja", acrescentaria o Papa aos jornalistas naquela coletiva de imprensa.

Em seu encontro com os bispos, Bento XVI explicou que, "em obediência à Palavra de Deus, é chamado a viver, não para si mesmo, mas de forma que Deus se faça presente no mundo".



Fonte: zenit.org





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 14/05/10 às 18:52:00 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES