Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.274.154
Visitas Únicas Hoje: 1.083
Usuários Online: 430
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1377 - Impresso: 51 - Enviado: 15 - Salvo em Word: 36
Postado em: 08/07/10 às 22:10:22 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=5639
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Buenos Aires, 08 Jul. 10 / 01:35 pm (ACI).- O Arcebispo de Buenos Aires e Primaz da Argentina, Cardeal Jorge Mario Bergoglio, advertiu que, se for aprovado, o projeto de lei para permitir "o matrimônio" entre pessoas do mesmo sexo "pode ferir gravemente a família".

"Escrevo estas linhas a cada uma de vocês que estão nos quatro mosteiros de Buenos Aires. O povo argentino deverá confrontar, nas próximas semanas, uma situação cujo resultado pode ferir gravemente a família. Trata-se do projeto de lei sobre matrimônio de pessoas do mesmo sexo", explicou o arcebispo em uma carta dirigida às freiras carmelitas de Buenos Aires. 

O Cardeal sustentou que "está em jogo a identidade, e a sobrevivência da família: pai, mãe e filhos. Está em jogo a 
vida de tantas crianças que serão discriminadas de antemão privando-as do amadurecimento humano que Deus quis se desse com um pai e uma mãe. Está em jogo um rechaço frontal à lei de Deus, gravada ademais em nossos corações".

"Não sejamos ingênuos: não se trata de uma simples luta política; é a pretensão destrutiva ao plano de Deus. Não se trata de um mero projeto legislativo (este é só o instrumento) mas sim se trata de uma movimento do pai da mentira que pretende confundir e enganar aos filhos de Deus", alertou.

Do mesmo modo, considerou que "hoje a Pátria, ante esta situação, necessita da assistência especial do Espírito Santo que ponha a luz da Verdade em meio das trevas do engano; necessita deste Advogado que nos defenda do encantamento de tantos sofismas com que se busca justificar este projeto de lei, e que confundem e enganam pessoas de boa vontade".

O Cardeal Bergoglio explicou que recorreu a essas religiosas para "pedir
oração e sacrifício, as duas armas invencíveis que confessava ter Santa Teresinha. Clamem ao Senhor para que envie seu Espírito aos senadores que têm que dar seu voto. Que não o façam movidos pelo engano ou por situações de conjuntura mas ser segundo o que a lei natural e a lei de Deus assinala. Peçam por eles, por suas famílias; que o Senhor os visite, os fortaleça e console. Peçam para que eles façam um grande bem à Pátria".

"O projeto de lei será tratado no Senado depois do 13 de julho. Olhemos para São José, Maria, e o Menino e peçamos com ardor que eles defendam a família argentina neste momento. Recordemos o que Deus mesmo disse a seu povo em um momento de muita angústia: ‘esta guerra não é sua mas sim de Deus’. Que eles nos socorram, defendam e acompanhem nesta guerra de Deus", concluiu.



Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=19439





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 08/07/10 às 22:10:22 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES