MENSAGEM DO DIA


18/04
Artigo visto 161 vezes

O Cristo do Terceiro Milênio

Para o papa João Paulo II,
o cristianismo e o mundo devem ser reevangelizados.
Entre os múltiplos preparativos e celebrações dos dois milênios de cristianismo, o Vaticano me pediu, através do secretário-geral da Comissão Pró-América Latina,
dom Cipriano Calderón, uma imagem do Senhor que representasse os objetivos da Igreja na passagem do milênio.

Busquei realizar o trabalho através da tradição não só oral e escrita,
mas também da iconográfica. Depois de dois milênios de história, podemos reconhecer sinais preciosos da doutrina e da cultura cristã em diferentes épocas.

A figura ora apresentada,
denominada pelo Vaticano de Jesus Cristo salvador e evangelizador, procurou ser uma síntese da forma sagrada para a humanidade e da atual visão cristã da Igreja, sempre de acordo com a milenar tradição e razão de nossa fé.

A forma circular - perfeição, plenitude, aliança, unidade, absoluto -, inspirada nas placas peitorais dos sacerdotes de várias religiões e tribos, tem sido a forma cabal da verdade que nos faz repousar.
A falta de ângulos é a maneira perfeita para demonstrar a não-divisão e a própria comunhão.

O dourado , cor da divindade, em metal nobre, é a luz.
O Cristo, luz do mundo, brilha na escuridão e desfaz as trevas.

A cruz resplandece como centro do cosmo. Sinal e instrumento de nossa redenção, ela atravessa o corpo de Cristo e o seu corpo místico, a Igreja.
A cruz, preço da remissão da humanidade, faz parte do mistério cristão.
Cristo é a fonte da salvação que jorra para os quatro cantos da Terra.

O Senhor Jesus sentado é o sinal da autoridade e está com o semblante e veste da Tradição.
Na estola, em grego, ICXC, primeira língua da Igreja.
Seu senhorio é de justiça e misericórdia.

O Evangelho na mão esquerda tem a palavra grega escrita em latim Evangelium.
Ele é a própria boa nova. A sua mão direita abençoa e nos indica: Ide. (cf. Mt 28,19).

A figura do Senhor , realizada com sinais gráficos cortados sobre o metal, quer ser uma continuidade da Palavra. A placa de metal, em latão dourado, tem 60 centímetros de diâmetro.

Nada - cores, três dimensões, perspectivas ou outros elementos - nos desvia do único essencial, a figura do Senhor Jesus, Palavra encarnada.
Sinal de unidade, a figura e a forma aqui representadas
são a de uma imagem perpetuada na tradição milenar e eclesial.


Cláudio Pastro

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Total Visitas Únicas: 6.484.980
Visitas Únicas Hoje: 186
Usuários Online: 32