Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos




Artigo N.º 9591 - O sentido esponsal do corpo e a pornografia.
Artigo visto 2654




Visto: 2654
Postado em: 29/03/12 às 16:00:41 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=9591
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

A revolução sexual tem sido comparada a um esgoto com muitos bueiros. A pornografia e a masturbação são dois “bueiros” desse “esgoto”. A sexualidade pode se tornar perversa. Ao invés de tornar as pessoas livres, como deve acontecer com marido e mulher, o sexo se torna uma forma de escravidão.


A pornografia e a masturbação representam a destruição do sentido esponsal e simbólico do corpo humano. Na pornografia se apresenta uma imagem. O foco está tão somente no visível e no erótico. A pessoa humana é reduzida ao que pode ser visto. Não há nenhum traço da dimensão invisível – da intimidade e sacralidade da pessoa humana. Note-se, também, que na pornografia não há ninguém ali. É um mundo de fantasia. Ninguém está realmente presente.

Portanto, quando um homem olha repetidamente para pornografia, ele encontrará dificuldade em se relacionar com mulheres na vida real. Ele se acostuma a ver as mulheres como objetos a serem usados. Ele se contenta com uma visão apenas erótica da mulher, e por isso destrói o sentido esponsal e simbólico do corpo humano. A luxúria toma o lugar do amor, e a fantasia substitui a realidade.

Muito disso tudo pode ser dito também da masturbação. Ela é um mundo irreal de fantasia. Note-se, entretanto, o modo como a masturbação destrói o sentido esponsal do corpo. Deus dotou todos os homens e mulheres de energia sexual. Chamamos talvez de desejo sexual. Isso é bom, e faz parte da atração entre homem e mulher, que é parte constituinte do sentido esponsal do corpo. A energia sexual, portanto, precisa encontrar sua expressão no amor, não na luxúria.

A energia erótica foi feita para ser direcionada a outra pessoa, no amor. Se você é homem, então ela se direciona para a mulher, e vice versa. Na masturbação a energia sexual se volta para si mesmo. A pessoa se torna sexualmente “vesga”. O que foi feito para uma outra pessoa se volta para a gratificação de si mesmo. A masturbação, portanto, é um símbolo não do amor, mas do egoísmo.
_________________________

Trecho do Livro: “Theology of the Body Made Simple”, de Anthony Percy, p. 63.


Fonte: http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/page/2



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Masturbação: Considerações Pastorais e Psicológicas na superação do vício.
Aparição de La Salette: A abominação nos lugares santos. Segue o Segredo
Troquei os deuses dos livros pelo Deus vivo
SANTO ATANÁSIO E A FÉ NA DIVINDADE DE CRISTO
Sede de Deus e das almas
Carnaval e Reparação
Missa Sertaneja?
Os sete pecados capitais - Parte 5 - O pecado da Ira
Os sete pecados capitais - Parte 4 - O pecado da inveja
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.229.578
Visitas Únicas Hoje: 760
Usuários Online: 325