Espacojames


Página Inicial
Listar Saiba Mais




Artigo N.º 14127 - Explicação do brasão do Ano Jubilar da Misericórdia
Artigo visto 1940




Visto: 1940
Postado em: 17/02/16 às 12:49:04 por: James
Categoria: Saiba Mais
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=19&id=14127
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Saiba Mais

Católico, fique por dentro

“Que as palavras e os gestos  digam a mesma coisa”

O DESENHO símbolo do Jubileu da Misericórdia parte do Evangelho de Lucas (6,36) em que Jesus nos convida a sermos “misericordiosos como o Pai“.

O padre jesuíta Marko Rupnik preparou esta imagem trazendo uma das primeiras representações de Jesus, o Bom Pastor. Ao invés de uma ovelha nos ombros, Jesus traz uma pessoa. O Bom Pastor da humanidade carrega sobre Seus ombros o ser humano e, assim, conhecemos o mistério de Sua Encarnação e de nossa Redenção.

O olhar de Cristo

O Papa Francisco conclamou o Ano Jubilar afirmando, na bula intitulada “Rosto da Misericórdia”, que Jesus é o rosto vivo da misericórdia do Pai. Por isso, o centro da imagem é o olhar. A figura que representa Jesus carrega aos ombros uma figura alusiva a Adão e a toda humanidade. O olho esquerdo de Cristo e o direito de Adão são um só, mostrando que Deus é capaz de ver como que com nossos olhos as situações em que vivemos. E também que o homem pode ver o caminho da vida iluminado pelo olhar de Deus.

As cores

Os tons utilizados se referem ao significado milenar dado pelos artistas cristãos. O vermelho é a cor de Deus e simboliza a vida; o azul, a cor do homem, daquele que é capaz de olhar para o céu; o branco é a cor do Espírito Santo e representa a Ressurreição de Jesus; o dourado, de Adão, lembra que o homem caminha para a perfeição.

O estilo medieval foi escolhido pelo Padre Rupnik por dar ênfase na cultura simbólica, poética e metafórica. É algo que contrasta com o modelo pós-moderno que é crítico e racional.

As palavras

O lema do Ano Jubilar faz parte do desenho da mesma forma que na arte medieval as palavras e as imagens não se separam. Esta também é a proposta do Papa Francisco: que as palavras e os gestos digam a mesma coisa, que os discursos sobre a misericórdia sejam acompanhados por atitudes.

No Jubileu da Misericórdia, a principal linguagem será a simbólica. Os gestos vão transmitir a mensagem da Igreja. A figura de Jesus com o rosto rente ao de Adão, por exemplo, expressam o desejo do Papa Francisco de uma Igreja mais próxima das pessoas.

 

(via A Fé Explicada)

 

--

Por coicidência hoje estou usando a camisa que ganhei quando tocava no evento...

 




Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Quando a religião desfila pelos sambódromos…
Se a confissão perdoa os pecados, para que existem as indulgências?
Por que confessar-se?
Guia para uma boa confissão
7 respostas a 7 perguntas sobre porque devemos rezar o terço
Oração mental ou oração vocal?
Deus criou o mal do mundo?
Por que na missa não se diz “amém” no final do Pai-Nosso?
10 perguntas essenciais sobre o Ano Santo da Misericórdia
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.332.749
Visitas Únicas Hoje: 229
Usuários Online: 223