Espacojames


Página Inicial
Listar Saiba Mais




Artigo N.º 16167 - A diferença entre o jejum e a abstinência
Artigo visto 103




Visto: 103
Postado em: 27/02/21 às 18:50:22 por: James
Categoria: Saiba Mais
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=19&id=16167
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Saiba Mais

O jejum e a abstinência estão entre os mandamentos da Igreja. Mas qual é a diferença entre essas práticas?

O quarto mandamento da Igreja discorre sobre o jejum e a abstinência. Diz ele: “Jejuar e abster-se de carne conforme as determinações da Igreja.

E, durante a Quaresma, a Igreja recomenda o jejum e a abstinência. Entretanto, muitos fiéis ainda têm dúvidas sobre esses sacrifícios.

Então, vamos tentar esclarecer.

O jejum: O jejum consiste no sacrifício de renunciar às refeições normais, limitando-as ao básico. Não é preciso ficar apenas no pão e na água: pode-se fazer uma refeição principal (almoço ou jantar) e comer um pouco nas outras duas, desde que as duas juntas não equivalham a uma refeição completa. Esta é a sugestão mais recomendável, segundo a prudência, a quem não está acostumado a jejuar, pois um jejum mais radical pode ser prejudicial à saúde.

A abstinência: Já a abstinência consiste em não comer carne de animais de sangue quente, nem molhos ou sopas à base dessas carnes. Por isso é que o pescado é permitido em sua substituição.

Em resumo: o jejum nada mais é do que fazer uma só refeição forte ao dia. Por outro lado, a abstinência é ficar sem comer carne.

Obrigatoriedade do jejum e da abstinência

É preceito na Igreja Católica o jejum na Quarta-Feira de Cinzas e na Sexta-Feira Santa, apenas. Da mesma forma, a abstinência também é obrigatória nessas duas datas, mas se estende a todas as sextas-feiras do ano, a não ser que elas coincidam com alguma solenidade.

Entretanto, as conferências episcopais, com autorização da Santa Sé, podem estabelecer alterações à regra de acordo com as realidades locais. No Brasil, por exemplo, é possível substituir a abstinência pela participação na Santa Missa ou pela realização de obras de caridade, ações piedosas e exercícios devocionais.

Mas atenção: o jejum só é obrigatório para os fiéis entre 18 e 60 anos. Já a abstinência, para os devotos com mais de 14 anos. As exceções são as grávidas, lactantes e pessoas com problemas de saúde.


Fonte: www.aleteia.org



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!



LEIA TAMBÉM
Com quem Caim se casou, se só Adão e Eva tinham filhos (e eram homens)?
Comunhão para quem não se confessa há muito tempo: pode?
Por que São José é chamado de Terror dos Demônios?
Por que é tão importante batizar uma criança?
O que fazer com uma imagem sacra abençoada que quebrou?
Por que rezar, se Deus já sabe tudo?
Por que pedimos a volta de Jesus?
Por que dizemos que Cristo é Rei?
Qual a idade ideal para batizar as crianças?
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.622.281
Visitas Únicas Hoje: 861
Usuários Online: 224