A Igreja cobra para celebrar Missa?
Espacojames



Página Inicial
Listar Saiba Mais




Artigo N.º 16468 - A Igreja cobra para celebrar Missa?
Artigo visto 67




Visto: 67
Postado em: 03/01/22 às 19:36:56 por: James
Categoria: Saiba Mais
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=19&id=16468
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Saiba Mais


Entenda o que é a espórtula, a oferta para a celebração dos sacramentos

Sempre que alguém vai marcar uma Missa em determinada intenção ou ação de graças, vem a pergunta que, às vezes, pode até soar incômoda: a Igreja cobra para celebrar Missa? Se sim, quanto? Ou a contribuição deve ser voluntária?

Para responder a essas perguntas, precisamos entender o conceito da espórtula, que é uma taxa cobrada pela Igreja para ministrar alguns sacramentos, como o matrimônio, a crisma, o batismo e a Santa Missa.

Mas como, assim? Os sacramentos viraram comércio agora? Não é nada disso! Precisamos entender que os sacramentos não são um produto de prateleira, com preço específico. Jesus os deixou para todos nós e pagou um preço muito alto por eles. É por meio dos sacrifícios por que Jesus passou que a graça dos sacramentos chegam até nós. E isso é impagável!

Então, por que a Igreja cobra para celebrar Missa? A Igreja não cobra pelo sacramento, mas a contribuição de cada fiel é uma forma legítima de sustentação das suas atividades. A oferta, na verdade, refere-se a um gesto concreto de fé e amor dos fiéis; não deve, portanto, ser uma obrigação.

O próprio Papa Francisco insiste constantemente na gratuidade dos sacramentos e das Missas, de modo que não exista nenhuma espécie de tarifário, nem “preço a pagar” ou “taxa a exigir”. É o que esclarece a Instrução do Dicastério para o Clero “A conversão pastoral da comunidade paroquial a serviço da missão evangelizadora da Igreja”, publicada em 20 de julho de 2020.

Diz a instrução:

“Um tema conexo à vida das paróquias e a sua missão evangelizadora é aquele da oferta dada para a celebração da Santa Missa, destinada ao sacerdote celebrante e dos outros sacramentos, que é destinado à paróquia. Trata-se de uma oferta que, por sua natureza, deve ser um ato livre da parte do ofertante, deixando a sua consciência e ao seu senso de responsabilidade eclesial, não um “preço a pagar” ou uma “taxa a exigir”, como se se tratasse de um tipo de “imposto sobre sacramentos”. De fato, com a oferta para a Santa Missa, «os fiéis contribuem para o bem da Igreja eparticipam da sua solicitude para com o sustento dos ministros e das obras» [Cân. 946]”.

Cobrança legítima

A espórtula e outras taxas estão previstas no Código de Direito Canônico. O cânon 945 diz:

“Segundo o costume aprovado pela Igreja, é lícito a qualquer sacerdote, que celebre ou concelebre a Missa, receber o estipêndio oferecido para que a aplique por determinada intenção.

§ 2. Muito se recomenda aos sacerdotes que, mesmo sem receberem estipêndio, celebrem Missa por intenção dos fiéis, particularmente dos pobres.”

Reforçamos, portanto, que não se trata de uma cobrança obrigatória: se você não tiver dinheiro, o padre celebrará normalmente a Missa pela intenção que você pediu.

Vale lembrar que, segundo o Catecismo da Igreja Católica (§2043), “os fiéis cristãos têm ainda a obrigação de atender, cada um segundo as suas capacidades, as necessidades materiais da Igreja”.

 


Fonte: aleteia.org



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.988.370
Visitas Únicas Hoje: 901
Usuários Online: 206