Oito anos sem João Paulo II
Espacojames



Página Inicial
Listar Artigos Salvai Almas




Artigo N.º 10850 - Oito anos sem João Paulo II
Artigo visto 3869




Visto: 3869
Postado em: 03/04/13 às 06:54:19 por: James
Categoria: Artigos Salvai Almas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=28&id=10850
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Salvai Almas


Em 2 de abril de oito anos atrás, chegou à Casa do Pai o Beato João Paulo II.

Foi Papa Wojtyla quem nomeou Bispo, em 1992, Jorge Mario Bergoglio (o Papa Francisco) e o criou Cardeal em 2001.

Quando foi beatificado, em primeiro de maio de 2011, o então Arcebispo de Buenos Aires celebrou a Santa Missa na Catedral da cidade para recordar João Paulo II e dele destacou a frase “não tenham medo”.

João Paulo II não teve medo, “porque viveu a sua vida ao Senhor Ressuscitado” – disse o Cardeal na ocasião. “A coragem, a firmeza que nos dá a Ressurreição de Cristo, a serenidade de sermos perdoados através da misericórdia remove em nós o medo.”

Seis anos antes, em 4 de abril de 2005, o Arcebispo de Buenos Aires celebrou uma missa em memória do Beato Wojtyla dois dias depois de sua morte. João Paulo II – disse naquela ocasião – foi uma testemunha coerente do Senhor, que estava em comunhão com seu povo “com a coerência de um homem de Deus”. Com a coerência de quem todas as manhãs “passava muitas horas em adoração” e por isso “se deixava plasmar pela força de Deus”.

Num período em que necessitamos mais de testemunhas do que de mestres, concluiu o Arcebispo de Buenos Aires, João Paulo II viveu até o fim sendo justamente “uma testemunha fiel”.

Últimos dias

Já com a doença de Parkinson muito avançada, no dia 30 de março de 2005, surgiu à janela do seu escritório para tranquilizar os católicos, e já era muito evidente o seu estado extremamente debilitado.

Em seu último domingo de Páscoa, o Papa ainda abençoou os fiéis, mas pela primeira vez no seu pontificado não conseguiu pronunciar a tradicional Urbi et Orbi.

 

Às 21h37, hora de Roma, do dia 2 de abril de 2005, o mundo parou perante a notícia da morte do Santo Padre.

As exéquias fúnebres aconteceram na Praça de São Pedro, na manhã do dia 7 de abril de 2005. A cerimônia fúnebre durou 3 horas, sob alta segurança, presidida pelo então decano dos cardeais, o Cardeal Joseph Ratzinger. Assistiram a ela 2.500 convidados, entre chefes de Estado, primeiros-ministros e outras personalidades. O corpo de João Paulo II foi sepultado nas catacumbas do Vaticano.

Beatificação

Tal como o Papa João Paulo II fizera com Madre Teresa de Calcutá, abrindo mão dos 5 anos para iniciar o processo de beatificação, seu sucessor, o Papa Bento XVI, também o fez. O processo de beatificação de João Paulo II foi aberto em 28 de junho de 2005. De junho de 2005 até abril de 2007 foi realizado inquérito em diversas dioceses sobre a vida, as virtudes e a fama de santidade e de milagres.

No dia 19 de dezembro de 2009, o Papa Bento XVI proclamou-o “Venerável”, ao promulgar o decreto que reconhece as virtudes heroicas do Servo de Deus João Paulo II, um importante passo dentro do processo de beatificação, que fica aguardando a existência de um milagre realizado pela intercessão do papa polonês. Em vista da beatificação, a postulação da causa apresentou ao exame da Congregação para as Causas dos Santos a cura do mal de Parkinson da Irmã Marie Simon Pierre Normand, religiosa do Institut des Petites Soeurs des Maternités Catholiques, em 2006, que acordou curada após ter rezado a João Paulo II pedindo por esse milagre. Os peritos se manifestaram a favor da inexplicabilidade científica da cura e a Congregação para as Causas dos Santos emitiu uma sentença considerando-a milagrosa.

No dia 14 de janeiro de 2011, o Papa Bento XVI aprovou o decreto sobre o milagre atribuído ao Papa João Paulo II, permitindo a sua beatificação, que aconteceu em Roma no dia 1º de maio de 2011. A beatificação de João Paulo II, presidida pelo seu sucessor, é um fato sem precedentes: nenhum Papa elevou às honras dos altares o seu imediato predecessor.

Por questões de segurança, apenas 100.000 pessoas estiveram na Praça São Pedro, onde ocorreu a cerimônia. Muitos aplausos e gritos de “santo subito” (“santo já”), como no dia do funeral de João Paulo II, foram ouvidos. Apenas 6 anos após seu falecimento, sua beatificação foi proclamada pelo Papa Bento XVI. Ele, acolhendo o pedido do vigário de Roma, Agostino Vallini, leu a fórmula latina que incluiu o Papa João Paulo II entre os beatos. A celebração de seu dia será todo 22 de outubro, aniversário de sua eleição ao pontificado.

 

Bento XVI recebeu uma relíquia contendo o sangue de João Paulo, que lhe foi entregue pela Irmã Marie Simon Pierre Normand. A beatificação é o passo anterior à canonização. O Papa Bento XVI afirmou que João Paulo II “abriu a Cristo a sociedade, a cultura, os sistemas políticos e econômicos, invertendo com a força de um gigante, força que vinha de Deus, uma tendência que podia parecer irreversível”; disse, ainda, que “Ele ajudou os cristãos de todo o mundo a não ter medo de serem chamados de cristãos, de pertencer à Igreja, de falar do Evangelho” e que foi importante na resistência ao comunismo.

Para a canonização de João Paulo II, precisa-se comprovar que, segundo as regras da Igreja, ele intercedeu em novo milagre. Milhares de pessoas já enviaram a um site do Vaticano testemunhos de milagres alcançados por meio de orações, pedidos e invocações ao Papa polonês. No total, 270 casos foram selecionados para serem estudados.

Por AmigosJP2 e Rádio Vaticano – (BF)


Fonte: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=288996



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.942.652
Visitas Únicas Hoje: 1.087
Usuários Online: 236