Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 12574 - Criança conta como sobreviveu à perseguição do Estado Islâmico.
Artigo visto 1460




Visto: 1460
Postado em: 27/08/14 às 19:53:26 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=12574
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Aws nasceu em uma família cristã, no norte do Iraque. Quando ele era apenas um bebê, seu pai foi morto por jihadistas. Após essa tragédia, sua família mudou-se para uma pequena aldeia perto de Mosul, onde lutou por anos para reconstruir suas vidas. Sua mãe trabalhava incansavelmente e economizava para conseguir comprar uma casa para morar com os filhos.

Nessa época, os ataques do Estado Islâmico (EI) tiveram início em Mosul.

O menino Aws descreve: “As bombas explodiam sempre muito perto, tanto, que todas as janelas da casa que morávamos já estavam quebradas. Muitas pessoas foram mortas. Por isso, tivemos de fugir.”

Ele e sua família deixaram tudo para trás por causa da violência, chegando a Maryouss, uma igreja em Sulemaniyah, onde milhares de outros refugiados cristãos estavam abrigados. Como muitos cristãos iraquianos, Aws não está preparado para voltar para casa tão cedo.

 

Perguntado se ele quer voltar para sua casa perto de Mosul, ele olha para baixo. “Não, aqui é melhor”, diz ele.

Muitos cristãos que fugiram de ataques do Estado Islâmico afirmam que, apesar do risco de enfrentar a morte, converter-se ao islã nunca foi uma opção.

“As pessoas dizem que seria mais fácil se eu me tornasse um muçulmano, mas minha religião é tudo o que eu tenho agora – por que eu iria desistir da minha fé em Jesus?”, compartilha um cristão. “Eu prefiro morrer.”

 


Fonte: http://blog.comshalom.org/carmadelio



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Homossexualidade: o que a ciência tem a nos dizer?
Jornalista dos EUA é decapitado e Obama diz que resposta será "implacável"
Obama diz que Estado Islâmico é um "câncer" e que decapitação de jornalista deixou mundo "estarrecido"
A fé católica de Foley, o jornalista americano decapitado por jihadistas. ( Imagens Fortes )
Número de religiosos católicos presentes nos quatro países afetados pelo vírus ebola chega a 11.835. Um sacerdote já morreu.
Morre o irmão Georges Combey, nova vítima do Ebola.Outros missionários já estão infectados.
China persegue cristianismo e quer criar teologia “compatível com o caminho em direção ao socialismo”
Iraque: ”Só pode voltar para cá quem se converter ao Islã”, afirma Califado Islâmico de Mosul
Papa exorta leigos a darem testemunho crível à verdade salvífica do Evangelho.
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.331.263
Visitas Únicas Hoje: 291
Usuários Online: 212