Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 16192 - Santa Teresinha enfrentou uma pandemia e nos deixou um importante testemunho
Artigo visto 231




Visto: 231
Postado em: 13/03/21 às 22:58:55 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=16192
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

É como se ela tivesse preparado uma lição para nós que, mais de um século depois, nos encontramos em circunstâncias semelhantes

Santa Teresinha do Menino Jesus nos deixou um importante testemunho de como enfrentar uma pandemia. Ela o registrou em seu livro “História de uma Alma”

A “Pequena Flor” sofreu com a pandemia de gripe de 1890, também chamada de “gripe russa”.

Pandemia com um milhão de mortes

A pandemia de gripe foi detectada pela primeira vez em São Petersburgo, Rússia, em 1890, e se espalhou rapidamente pela Europa. Em quatro meses, estava presente em todo o mundo.

Estima-se que afetou 25 milhões de pessoas e causou um milhão de mortes. O contágio terminou nove anos depois, em 1899.

A pandemia atinge Lisieux

A pandemia teve várias ondas, e uma delas ocorreu em 1892. Naquele ano, o vírus da gripe se espalhou pela França e entrou no mosteiro das Carmelitas Descalças de Lisieux, onde vivia Teresa, então com 19 anos. Ela havia entrado no mosteiro quatro anos antes, em 9 de abril de 1888.

Todas as freiras carmelitas adoeceram, exceto Teresa e duas outras freiras jovens. Eles assumiram todo o trabalho do mosteiro e cuidaram dos que estavam na cama, atendendo a cada um em sua cela.

A gripe logo causou a morte de quatro freiras, e Santa Teresinha teve que preparar seus funerais.

Testemunho de força e fé

Santa Teresinha deixou um registro de tudo isso, e você pode ler em “História de uma Alma”. É como se ela tivesse preparado uma lição para nós que mais de um século depois nos encontramos em circunstâncias semelhantes. Aqui estão alguns parágrafos de seu testemunho:

“Um mês depois da partida da nossa santa Madre, começou uma epidemia de gripe na comunidade. Só eu e mais duas irmãs ficamos de pé. Naquela época, eu estava sozinha para cuidar da sacristia, a primeira encarregada estava gravemente doente. Eu devia preparar os enterros, abrir as grades do coro durante as missas etc. Naquele momento, Deus me deu muitas graças de força; pergunto-me agora como pude fazer tudo o que fiz sem temor, a morte reinava em todo lugar, as mais doentes eram tratadas pelas que apenas conseguiam se arrastar. Logo que uma irmã soltava o último suspiro, éramos obrigadas a deixá-la sozinha.

Numa manhã, ao me levantar, tive o pressentimento de que Irmã Madalena estava morta, o dormitório estava escuro, ninguém saía das celas. Por fim, decidi-me a entrar na de Irmã Madalena, cuja porta estava aberta; de fato, vendo-a vestida e deitada numa enxerga, não tive o menor medo. Vendo que ela não tinha vela, fui buscar uma e a coroa de rosas. Na noite da morte da Madre Vice-Priora, eu estava sozinha com a enfermeira; é impossível imaginar o triste estado da comunidade naquele momento, só as que estavam de pé podem ter idéia, mas no meio daquele abandono sentia que Deus velava por nós. As moribundas passavam sem esforço para a eternidade. Logo depois da morte, uma expressão de alegria e de paz espalhava-se em seus traços, parecia um sono repousante. De fato o era, pois após o cenário deste mundo que passa acordarão para usufruir eternamente das delícias reservadas aos eleitos…

Durante todo o tempo em que a comunidade foi provada dessa forma, pude ter a inefável consolação de comungar todos os dias… Ah! como era bom!… Jesus me mimou muito tempo, mais tempo que suas fiéis esposas, pois permitiu que me fosse dado sem as outras terem a felicidade de recebê-Lo”.


Fonte: www.aleteia.org



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!



LEIA TAMBÉM
Por que devemos rezar pelas mulheres?
México: homem chega andando à própria missa de corpo presente
Uma água que cura: a profecia da Madre Esperança
Lei restringe conversões religiosas no Estado mais populoso da Índia
Igreja Católica sempre condenou a escravidão. Veja!
Centenas de profissionais de saúde na Irlanda do Norte se recusam a praticar o aborto. Menos de 7% fariam o procedimento.
O jejum nas Sagradas Escrituras
Nigéria: família de jovem cristã raptada há 3 anos pede ajuda para libertação
Reencarnação e fé católica
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.589.458
Visitas Únicas Hoje: 1.528
Usuários Online: 251