Quando os católicos começaram a se confessar antes da Missa?
Espacojames



Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 16314 - Quando os católicos começaram a se confessar antes da Missa?
Artigo visto 205




Visto: 205
Postado em: 02/07/21 às 20:18:47 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=16314
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque


A Didaqué já ensinava claramente que quem desejasse receber a comunhão deveria se confessar primeiro

A celebração da Missa começou com a Última Ceia e continuou com os primeiros discípulos de Jesus. Este “partir o pão” está em várias cartas do Novo Testamento, mas também em um antigo documento, que recebeu o nome de Didaqué.

De fato, Didaqué é uma coleção antiga de escritos que a maioria dos estudiosos data do primeiro século. Alguns até alegaram que pode ser datado de 48 DC, com base na evidência de ele ter sido escrito antes do Concílio de Jerusalém.

A Didaqué detalha vários aspectos da celebração precoce da Missa, como a exigência de receber a sagrada comunhão:

“Mas todos os dias do Senhor, ajuntem-se, partam o pão e dêem graças depois de confessar suas transgressões, para que seu sacrifício seja puro. Mas ninguém que esteja em desacordo com o seu próximo venha junto com você, até que eles se reconciliem, para que o seu sacrifício não seja profanado. Pois isto é o que o Senhor falou: Em todo lugar e tempo oferece-me um sacrifício puro, pois eu sou um grande Rei, diz o Senhor, e meu nome é maravilhoso entre as nações.

É claro nesta passagem que a confissão dos pecados era uma parte essencial da participação na missa e do recebimento da sagrada comunhão.

Confissão de pecados graves

A Igreja Católica tem mantido esta posição, explicando que o pecado mortal nos proíbe de receber a comunhão. Diz o Catecismo:

“Aquele que tem consciência de haver cometido um pecado mortal, não deve receber a sagrada Comunhão, mesmo que tenha uma grande contrição, sem ter previamente recebido a absolvição sacramental; a não ser que tenha um motivo grave para comungar e não lhe seja possível encontrar-se com um confessor.” (CIC 1457)

Os pecados veniais não precisam ser confessados ​​antes da comunhão.

Os primeiros cristãos sabiam que antes de podermos ser unidos a Deus na santa comunhão, devemos primeiro nos reconciliar com ele.


Fonte: aleteia.org



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.990.174
Visitas Únicas Hoje: 770
Usuários Online: 195