Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 4515 - Infelicidades da vida não são castigo divino, diz Papa
Artigo visto 2136




Visto: 2136
Postado em: 07/03/10 às 21:39:13 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=4515
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Encontra-se com peregrinos para a oração dominical do Angelus


CIDADE DO VATICANO, domingo, 7 de março de 2010 (ZENIT.org). – Deus, que é bom, não pode desejar o mal. Por isso, não se devem considerar as infelicidades da vida como castigo divino. Os seguidores de Jesus devem vivenciar os infortúnios como momentos de reflexão e conversão, afirmou neste domingo Bento XVI, aos peregrinos reunidos na praça de São Pedro para a oração do Angelus.

 

De volta de sua visita à paróquia romana de São João da Cruz, em Roma, o Papa falou da janela de seus aposentos sobre as leituras dominicais aos fiéis e peregrinos presentes.

Em suas reflexões, o Santo Padre partiu da narrativa bíblica da sarça ardente, lembrando como Deus chama Moisés a “tomar consciência de sua indignidade”, ordenando-o a tirar as sandálias por estar em um lugar santo.

“Deus se manifesta das mais diversas maneiras na vida de cada um de nós”, disse o Papa, mas, “para poder reconhecer sua presença, no entanto, é necessário que nos acheguemos a Ele conscientes de nossa miséria e com profundo respeito”.

Retomando em seguida à passagem do Novo Testamento na qual Jesus fala sobre o assassinato de galileus no templo por ordem de Pôncio Pilatos e a tragédia da queda da torre de Siloé sobre viajantes, o Papa sublinhou que “em face à conclusão fácil de considerar tais eventos como uma punição divina, Jesus restitui a verdadeira imagem de Deus, que é bom e não pode desejar o mal”.

Advertindo contra a ideia de que tais infortúnios poderiam ter origem na própria conduta dos que sofrem, Jesus nos convida a “a fazer uma leitura diferente daqueles fatos, posicionando-os na perspectiva da conversão”.

De fato, o pontífice observou depois que “os infortúnios, os eventos trágicos, não devem despertar em nós sentimentos de culpa, mas sim representar ocasiões para refletir, para superar a ilusão de que é possível viver sem Deus, e para reforçar, com a ajuda do Senhor, nosso empenho em mudar nossas vidas”.

Todavia, destacou o Papa, a possibilidade da conversão “exige que aprendamos a interpretar os fatos da vida na perspectiva da fé, animados pelo temor a Deus”.

“Em face do sofrimento e do luto, a verdadeira sabedoria está em reconhecer a precariedade da existência e ler a história humana com os de Deus, o qual, desejando sempre o bem a seus filhos, por um desígnio inescrutável de seu amor, permite às vezes que estes sejam provados pela dor para que possam ser conduzidos a um bem maior”.

Ao final do Angelus, o Papa se dirigiu aos peregrinos franceses presentes na Praça São Pedro e expressou sua solidariedade para com as vítimas do furacão Xynthia, que atingiu recentemente o sul da França, deixando 53 mortos e provocando graves danos materiais.

“Que a Virgem Maria” – concluiu ele – “ajude todas as famílias, especialmente aquelas que se encontram em dificuldades, para que não percam jamais a esperança no amor de seu Filho!”.

 


Fonte: zenit.org



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!



LEIA TAMBÉM
Tribunal Europeu acolhe recurso da Itália sobre crucifixo nas escolas
Aparições de Nossa Senhora na Igreja Ortodoxa Copta de Zeitun, Egito
Os verdadeiros ovnis
Jejum e oração de cristãos no Iraque para deter massacre
Pe. Fortea responde ao Pe. Amorth: Se existe satanismo no Vaticano é preciso prová-lo
Mulheres grávidas no Equador marcharão para consagrar a "Criança por Nascer" à Virgem Maria
Haarp: Terremoto Chile ? Luzes no céu antes do terremoto.
Persiste o escândalo de Viena. Missa Discoteca celebrada por bispo auxiliar.
Cristãos no Iraque são assassinados como ovelhas, denuncia Patriarca
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.619.363
Visitas Únicas Hoje: 957
Usuários Online: 265