Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 5198 - Fátima chama à oração, penitência e conversão, recorda o Papa Bento XVI
Artigo visto 1779




Visto: 1779
Postado em: 19/05/10 às 23:59:44 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=5198
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Vaticano, 19 Mai. 10 / 02:21 pm (ACI).- Na Audiência Geral de hoje que presidiu na Praça de São Pedro perante milhares de fiéis, o Papa Bento XVI recordou sua recente viagem ao Portugal, aonde rezou aos pés da Virgem de Fátima acompanhado de meio milhão de pessoas, por ocasião do 10° aniversário da beatificação dos pastorinhos Jacinta e Francisco, dois dos videntes da Mãe de Deus na Cova da Iria. O Santo Padre recordou que desde este lugar Maria anima à oração, à penitência e à conversão.

O Santo Padre afirmou que ao longo de toda sua viagem se sentiu "sustenido espiritualmente" por seu predecessor João Paulo II, "que visitou Fátima três vezes, dando as graças à "mão invisível" que o livrou da morte durante o atentado de 13 de maio, aqui nesta mesma Praça de São Pedro".

Durante a Missa em Lisboa, a capital "da qual partiram através dos séculos tantos missionários para levar o Evangelho a muitos continentes", o Papa animou aos diversos componentes da Igreja local a "uma vigorosa ação evangelizadora nos distintos setores da sociedade, para serem semeadores de esperança em um mundo marcado freqüentemente pela desconfiança" e em particular, exortou os fiéis a "anunciarem a morte e ressurreição de Cristo, coração do cristianismo, fulcro e apoio de nossa fé e causa de nossa alegria".

Bento XVI se referiu depois ao seu encontro com os representantes do mundo da cultura em Belém, onde ressaltou "o patrimônio de valores com que o cristianismo enriqueceu a cultura, a arte e a tradição do povo português. Nesta nobre terra, como em qualquer outro país profundamente influenciado pelo cristianismo, pode-se construir um futuro de entendimento fraternal e cooperação com as outras instâncias culturais, abrindo-se reciprocamente a um diálogo sincero e respeitoso".

Em Fátima, "uma cidade marcada por uma atmosfera de misticismo genuíno em que se sente de forma quase evidente a presença da Virgem", o Papa foi "um peregrino com os peregrinos" e depositou na Cova da Iria diante de Maria "as alegrias e esperanças e também os sofrimentos do mundo inteiro".

Do mesmo modo, o Papa recordou as vésperas celebradas com os sacerdotes, religiosos, religiosas e diáconos de Portugal na igreja da Santíssima Trindade, a quem deu as graças "por seu testemunho freqüentemente silencioso e não sempre fácil e sua fidelidade ao Evangelho e à Igreja", convidando-os a seguirem, com fidelidade e neste Ano Sacerdotal, o "luminoso exemplo do Cura D’Ars".

Durante a oração do Rosário com centenas de milhares de pessoas na noite de 12 de maio, véspera da primeira aparição da Virgem, o Santo Padre observou que "essa oração tão querida pelo povo cristão encontrou em Fátima um centro propulsor para toda a Igreja e o mundo". "Poderíamos dizer que Fátima e o Rosário são quase sinônimos", acrescentou.

Na solene Missa de 13 de maio, celebrada na esplanada de Fátima e à qual assistiram meio milhão de pessoas, o Papa reafirmou que "a mensagem de Fátima, comprometido e ao mesmo tempo consolador, está carregado de esperança. É uma mensagem centrada na oração, a penitência e a conversão que se projeta além das ameaças, dos perigos e horrores da história, para convidar a humanidade a confiar na ação de Deus, a cultivar a grande Esperança, a experimentar a graça do Senhor para apaixonar-se por Ele, fonte do amor e da paz".

Às organizações de pastoral social, Bento XVI propôs "o estilo do Bom Samaritano para sair ao encontro das necessidades dos irmãos mais necessitados e para servir a Cristo promovendo o bem comum" e recordou-lhes a urgente necessidade de defender a vida contra o aborto e o verdadeiro matrimônio formado por um homem e uma mulher.

Na Eucaristia celebrada no Porto, "a Cidade da Virgem", o Papa "recordou o compromisso de testemunhar o Evangelho em todos os ambientes, oferecendo ao mundo a Cristo ressuscitado para que toda dificuldade, sofrimento ou medo se transforme pelo Espírito Santo, em ocasião de crescimento e de vida".

Finalmente o Santo Padre assinalou que "Sabedoria e Missão foi o lema de minha viagem apostólica a Portugal, e em Fátima a Virgem Maria nos convida a caminhar com grande esperança, deixando-nos levar pela sabedoria que vem das alturas, que se manifestou em Jesus, a sabedoria do amor para trazer ao mundo a luz e a alegria de Cristo".



Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=19006



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Bento XVI abençoará imponente estatua da Virgem Maria em Roma
Venezuela: Igreja pede respeito pela religião e por símbolos cristãos
Itália pode ter primeira mulher “sacerdote”
Bento XVI: mundo espera por Cristo, mesmo sem saber
Com Cristo e na Igreja se percorre caminho do bem para o Céu, diz o Papa Bento XVI
Nada pode destruir esperança da Igreja, diz o Papa Bento XVI
Missão do Papa, segundo o Papa
Dom Cláudio Hummes transmite afeto do Santo Padre pelo povo brasileiro
Missão do católico é anunciar Cristo ao mundo, diz o Papa Bento XVI
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.265.881
Visitas Únicas Hoje: 508
Usuários Online: 218