Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 6594 - IRAQUE: NOVOS ATENTADOS CONTRA CRISTÃOS EM BAGDÁ
Artigo visto 1662




Visto: 1662
Postado em: 09/11/10 às 19:06:50 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=6594
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Muçulmanos de Kirkuk condenam a violência contra a Igreja

BAGDÁ, terça-feira, 9 de novembro de 2010 (ZENIT.org).- No último domingo, dia 7 de novembro, celebrou-se a primeira missa na catedral católica síria de Bagdá, uma semana depois do massacre que matou 58 pessoas. Neste mesmo dia mais dois cristãos foram assassinados a tiros.

Louay Daniel Yacoub, de 49 anos, foi morto diante da porta de seu apartamento por desconhecidos; assim como outro cristão ainda não identificado.

Na sexta-feira, durante a oração, em todas as mesquitas de Kirkuk, no norte do país, condenou-se o “bárbaro atentado” conta a catedral católica de Bagdá.

Os líderes religiosos e o arcebispo de Kirkuk, Dom Louis Sako, condenaram o massacre do dia 31 de outubro. As autoridades muçulmanas pediram que se respeite o “mosaico” de etnias e religiões iraquianas.

Os próprios imames pediram aos muçulmanos que protegessem os cristãos, a quem qualificaram como “modelos de lealdade”.

Os cristãos de Bagdá afirmaram, no domingo, a força de sua fé, pouco depois do assassinato de mais de 50 fiéis e três sacerdotes. As ameaças da organização terrorista Al-Qaeda não fizeram efeito nas “pedras vivas” da fé cristã naquele país martirizado pelo terrorismo e pela violência.

Centenas de velas – informava a agencia  France Presse (AFP) – formavam uma cruz gigante e no centro era possível ler os nomes das vítimas do massacre do domingo anterior.

Depois de atribuir a autoria do atentado, o grupo auto-denominado Estado Islâmico no Iraque, organização que abriga insurgentes que atuam sob o comando da Al-Qaeda, decretou que os cristãos eram já “objetivos legítimos”.

Traumatizados pelo terrível atentado, numerosos fiéis, num primeiro momento, manifestaram seu desejo de fugir do Iraque, como fizeram antes 300.000 dos 450.000 cristãos que viviam em Bagdá em 2003, antes da invasão liderada pelos Estados Unidos.

O arcebispo ortodoxo iraquiano Athanasios Dawood, em Londres, pediu aos cristãos, num pronunciamento à BBC, neste domingo, que abandonem o Iraque depois do atentado do dia 31 de outubro.

Trinta e sete fiéis da paróquia atacada foram levados a Paris, para serem hospitalizados.


Fonte: http://www.zenit.org/article-26489?l=portuguese



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
IMPORTANTE ENCONTRO NO IRÃ DE REPRESENTANTES VATICANOS E ISLÂMICOS
CINCO BISPOS ANGLICANOS RENUNCIAM PARA ENTRAR NA IGREJA CATÓLICA
Vamos acabar com a perseguição e o massacre em massa dos cristãos no Iraque
Presidente do Banco Mundial surpreende com ideia de padrão-ouro
Em plena passagem do Papa, homossexuais dão beijo público
Espanhóis protestam contra a presença do Papa em Barcelona
Igreja no Brasil contará com nova beata neste sábado: a Madre Bárbara Maix
SANTA SÉ: CONFLITO PALESTINO-ISRAELENSE PRECISA DE SOLUÇÃO
Vida consagrada é riqueza da Igreja que nunca poderá faltar, afirmou o Papa aos bispos brasileiros
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.277.679
Visitas Únicas Hoje: 278
Usuários Online: 192