Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 7505 - Corte européia: Crucifixos permanecerão nas escolas públicas
Artigo visto 2195 vezes




Visto: 2195
Postado em: 18/03/11 às 21:11:22 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=7505
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

ESTRASBURGO, 18 Mar. 11 / 01:51 pm (ACI)

A Corte Européia de Direitos humanos com sede em Estrasburgo decidiu hoje, em uma sentença inapelável, que os crucifixos podem permanecer nas escolas públicas.


Esta sentença foi promulgada logo depois da posição favorável aos crucifixos na Itália e na Áustria, após sentenças da Corte Suprema de Cassação, no primeiro caso, e da Corte Constitucional, no segundo.

Com a resolução de hoje a Corte Européia estabelece que "não existe violação do artigo 2 do protocolo N° 1 (direito à educação) da Convenção Européia de Direitos humanos".

Este artigo se refere à obrigação do estado, "no exercício de suas funções em relação à educação, a respeitar o direito dos pais de educar os seus filhos de acordo às suas convicções religiosas e filosóficas".

A sentença da Corte indica que "embora o crucifixo seja acima de tudo um símbolo religioso, não há evidencia para a Corte de que sua exposição em uma parede de uma sala de aula influencie os alunos".

"Além disso -diz a resolução- embora se compreenda que a demandante tenha visto que esta exposição do crucifixo nas salas de aula à que assistiam suas filhas como uma falta de respeito do Estado a seu direito de educar conforme suas próprias convicções filosóficas, sua percepção subjetiva não foi suficiente para estabelecer uma violação do artigo 2 do protocolo 1".

A sentença também recorda que o governo italiano explicou em sua apelação que "a presença dos crucifixos nas escolas públicas corresponde a uma tradição que consideram importante perpetuar".

Do mesmo modo, as autoridades da Itália ressaltaram que o crucifixo não é apenas um símbolo religioso mas "representa os princípios e valores que formaram os alicerces da democracia e da civilização ocidental, e que sua presença nas classes é justificável a este respeito".

A Corte Européia de Direitos humanos aceitou a apelação apresentada pelo governo da Itália no 28 de janeiro de 2010, logo depois de que em novembro de 2009 decidira que os crucifixos não deviam estar nas salas de aula das escolas. 

A resolução de novembro de 2009 dava razão a uma mãe de família de duas alunas que alegava que os crucifixos "não correspondiam" à forma que suas filhas deveriam ser educadas.

Diante desta decisão, o governo da Itália defendeu a presença dos crucifixos nas salas de aula dos colégios públicos, como um símbolo que representa as raízes cristãs do país.


Fonte: http://acidigital.com/noticia.php?id=21375




Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!


LEIA TAMBÉM
Programa da beatificação da Irmã Dulce divulgado hoje
Mil jovens na Missa de desagravo após profanação gay em Madri
INICIATIVAS DIPLOMÁTICAS PARA PROTEGER OS CRISTÃOS
SOLIDARIEDADE COM O JAPÃO: ORAÇÃO CONTÍNUA EM LOURDES
Brasileiros rezam à Virgem de Aparecida pelos japoneses e seus familiares no Brasil
Religiosas no Japão acompanham a dor com silêncio respeitoso
O aborto está fora de controle em Cuba
Corte européia promulgará sentença sobre crucifixos nas escolas no próximo 18 de março
Terremoto do Japão pode ter deslocado eixo da Terra



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.224.475
Visitas Únicas Hoje: 894
Usuários Online: 283