Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 9122 - Ecumenismo relativista entrega a Europa e o mundo ao Islã, denuncia eurodeputado
Artigo visto 2056




Visto: 2056
Postado em: 11/11/11 às 15:28:28 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=9122
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Na basílica de São Paulo, na cidade de Cantù, província de Como, Itália, com o pretexto da festa islâmica de Eid al-Fitr, a segunda mais importante do maometanismo, o preboste emérito, Pe. Lino Cerutti, distribuiu folhetos com orações islâmicas e textos místicos sufis apresentando o Islã como uma religião excelsa.

A denúncia foi feita pelo eurodeputado Magdi Cristiano Allam, ex-muçulmano, no jornal “Il Giornale” de Milão.

Allam sublinhou que quem acredita sinceramente em Jesus Cristo de modo algum pode se achar que Maomé foi um profeta autêntico nem que o islã seja uma religião verdadeira.

“Ou se acredita em Jesus Cristo ou se acredita em Maomé; ou se é cristão ou muçulmano”. Mas, absolutamente não se pode acreditar nos dois ao mesmo tempo.


Relativismo católico exacerba fanáticos do Islã
“Quem faz isso não é cristão. Não se trata de ser mais ou menos sincretista. Simplesmente se deixou de ser cristão. E se é um sacerdote que legitima Maomé e o Islã, em verdade comete uma heresia e é eventualmente réu de apostasia”, acrescentou o eurodeputado.

Allam critica o Pe. Lino por ter aderido ao relativismo religioso, imaginando que amar ao próximo implica simpatizar com a religião dele. O relativismo religioso, a partir do Concílio Vaticano II – continua o ex-muçulmano – está se espalhando dentro da Igreja Católica.

Entrementes, o lado maometano não somente não quer saber de relativismo, mas, seguindo o ensinamento de Maomé pelo contrário, condena os cristãos como heréticos.

Estamos diante de pessoas duplamente ingênuas e iludidas. Elas acreditam que relativizando o cristianismo tornarão os islâmicos mais sensíveis a nós. A verdade – disse, baseado na sua experiência pessoal –, é que vendo essas atitudes “ecumênicas”, os maometanos vêem o cristianismo como uma terra deserta que só serve para ser apropriada por eles.

A proliferação das mesquitas em Ocidente é um sinal dessa vontade de conquista de países cristãos esvaziados de fé por um falso e mal-entendido ecumenismo.

O que mais poderiam desejar os islâmicos de nós, ingênuos, estultos, ideologicamente infiltrados e destinados ao suicídio? – interrogou, finalmente, Allam.

É claro que mais do que nunca se torna imperiosa uma voz de esclarecimento dos encarregados por Jesus Cristo de proteger o rebanho dos fiéis.


Fonte: http://lumenrationis.blogspot.com/



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
O Papa aos católicos: Cristo é coerente e Mestre fiel do amor
Verdadeiro Deus não pode ser invocado por terroristas, reitera porta-voz vaticano
Dom Guido Marini explica especial cuidado do Papa Bento com a Missa
Lei de Deus não é escravidão e sim um dom para liberdade e felicidade, afirma o Papa
OS TRÊS CONSELHOS DO PAPA AOS SACERDOTES
PAPA PEDE ORAÇÕES PELAS IGREJAS ORIENTAIS
Israel discute eventual ataque contra o Irã
Ahmadinejad adverte EUA e Israel contra ataque ao Irã
Um enorme asteroide passará perto da Terra na terça-feira
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.424.796
Visitas Únicas Hoje: 1.119
Usuários Online: 247