Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 3028 - Comunhão na boca
Artigo visto 2582




Visto: 2582
Postado em: 10/09/09 às 13:11:02 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=3028
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

25/8/2009 08:42:02


O Papa Bento XVI manteria restrições para comunhão na mão
24.08.2009 - VATICANO.- O vaticanista italiano Andrea Tornielli informou que o Papa Bento XVI estaria considerando algumas modificações para a celebração da Missa, manteria a comunhão na mão como algo "extraordinário" e reformaria algumas partes do Missal para evitar abusos, dar maior sacralidade à Liturgia e favorecer a adoração eucarística.

 

Em um artigo publicado no jornal “Il Giornale” e titulado "Ratzinger reforma a Missa: Não mais hóstia na mão", Tornielli explica que em 4 de abril deste ano, o Cardeal Antonio Cañizares Llovera, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, entregou ao Santo Padre um documento com o resultado de uma votação reservada, ocorrida em 12 de março durante a plenária do mencionado dicastério para o que seria o primeiro passo para a "reforma da reforma" auspiciada pelo Pontífice.

Quase por unanimidade, explica o vaticanista, os bispos membros desta Congregação decidiram: "dar maior sacralidade ao rito, recuperar o sentido da adoração eucarística, recuperar o latim na celebração e a re-elaboração das partes introdutórias da Missa para pôr um freio nos abusos, experimentos e a criatividade inoportuna".
Do mesmo modo, assinala, "mostraram-se favoráveis a reafirmar que o modo usual de receber a comunhão segundo as normas não é na mão, a não ser na boca. Embora seja certo que existe um indulto que os permite, dado o pedido de alguns episcopados para distribuir a Eucaristia na palma da mão, isto deve permanecer como um fato extraordinário".


Outra das medidas sugeridas pelo Cardeal Cañizares seria a de fazer que durante a consagração, pelo menos, o celebrante olhe para o Oriente, "como acontecia antes da reforma" litúrgica.
Estas proposições, inspiradas pelo documento Sacrosanctum Concilium, estão em linha com o que foi expresso pelo Cardeal dias atrás pela publicação mensal 30Giorni, a quem disse "às vezes houve mudanças pelo simples gosto de mudar com respeito a um passado percebido como totalmente negativo e superado. Às vezes se concebe a reforma como uma ruptura e não como um desenvolvimento orgânico da Tradição".

As propostas dos bispos também incluem o maior uso do latim, assim como a publicação de missais bilíngües, solicitude feita em seu momento pelo Papa Paulo VI, assinala Tornielli.
O vaticanista precisa ademais que o Papa Bento XVI já aprovou estas solicitudes, pois estão "perfeitamente em linha com a idéia mais de uma vez expressa por Joseph Ratzinger quando era ainda Cardeal, como testemunha os extratos inéditos sobre a liturgia antecipados ontem pelo “Il Giornale” que serão publicados no livro Davanti al Protagonista (Diante do Protagonista); apresentado na véspera do Encontro de Rimini" que se realiza em Roma.

Depois de ressaltar que o Santo Padre sabe que não serve de muito "lançar diretivas desde o alto, com o risco de que sejam letra morta", Tornielli finaliza indicando que o estilo do Pontífice "é o de confrontar as coisas e sobre tudo, o exemplo. Como demonstra o fato que, há mais de um ano, quem deseja receber a comunhão do Papa, deve ajoelhar-se sobre o genuflexório preparado especialmente para as cerimônias".
Fonte ACI (gentileza Alessandra)



PS. Se Sua Santidade, o Papa Bento XVI assim o decidir, estaremos com ele até o fim. Ele sabe o que faz. Embora, pessoalmente, eu não veja problema algum em receber Jesus em minha mão, sei que para a imensa maioria dos católicos isso irá significar um aumento do mistério que envolve a Sagrada Eucaristia. E tudo o que for para aumentar a devoção, o amor e a adoração por Jesus Sacramentado, deve ser defendido e praticado. Viva o Papa Bento XVI! 
 
Mas Sua Santidade pode então se preparar para a guerra. Os modernistas com certeza tentarão derrubá-lo. Rezemos pelos modernistas, eles não sabem o que fazem. Acreditem, eles são mil vezes piores do que aqueles carrascos para os quais Jesus dirigiu estas palavras, do alto da Cruz. Ofendem mais a Deus, e sua conta é muito mais salgada. Eles realmente NÃO SABEM O QUE FAZEM. Combater o Papa é bater-se contra a Rocha de Pedro, e quem se bater contra ela, será esmagado.. Este alerta está nas Escrituras. Cuidado, modernistas! Cuidado desobedientes! Cuidado algozes do Papa e da Igreja!


Fonte: www.recadosaarao.com.br



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Genocídio em massa
Papa ensina
Eucaristia - Missa é sacrifício
TEMPO DAS TREVAS
Cristão ou pagão
RIOS DE SANGUE
ANCIÕES DA BESTA
AS DIVISÕES
FAZER A DIFERENÇA
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.334.777
Visitas Únicas Hoje: 776
Usuários Online: 244