Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 5680 - NOSSO EDIFÍCIO
Artigo visto 2487




Visto: 2487
Postado em: 14/07/10 às 13:36:17 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5680
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Como nossos amigos, e participantes do Movimento Salvai Almas já devem ter lido, na mensagem ao Cláudio de dia 02 deste mês, sob o mesmo título deste artigo, vimos como Jesus nos deu um belo puxão de orelhas – com certeza pertinente a todos – devido ao estado precário da nossa construção. O Cláudio inclusive demorou a passar adiante esta mensagem, que achou muito dura, porque temia que muitos dos nossos amigos haveriam de se magoar, devido a “dureza” das palavras de Jesus.

Em primeiro lugar, já deveríamos ter nos acostumado com as mensagens Dele, que são sempre duras, diretas e objetivas. Jesus não faz floreios amorosos para dizer o que quer como faz a Mãezinha, tão terna! Claro que Ele também é terno e amoroso, mas como um Pai, Ele sabe de nós e entende que precisa ser duro muitas vezes com seus filhos, embora isso Lhe custe, pois a culpa é sempre nossa. Ele precisa ser assim, senão desgarramos. E cada um de nós, precisa discernir até que ponto está falhando.
 
     Em todo o Brasil, milhares de pessoas que têm devoção especial pelas benditas almas do purgatório. Elas amam as almas, a maioria porque recebeu esta devoção de sua mãe, que recebeu também da sua, e assim pelos séculos. É que sempre Deus suscitou estes apóstolos entre os povos – não são muitos, mas valentes – para cumprir esta missão extraordinária: a libertação das almas padecentes! Para estas pessoas, nada é difícil, nada é demais, desde que frutifique para o bem, o alívio e a libertação das almas.
 
     Bilhões de católicos, em todo mundo, na realidade não sentem esta devoção. Porque não receberam este dom de Deus: de entenderem o mistério que envolve esta remissão. Desta forma, são bem poucos os que realmente se dedicam às almas, como empenho, com amor, com fé e devoção. São estes – mais que qualquer outro – os “servos prudentes” que Deus suscitou no meio das famílias, com a missão especial de levar-lhes a mensagem da salvação. E como disse, isto é um dom, uma graça, que não vem por mérito particular.
 
     Quero dizer, a imensa maioria dos católicos tem uma idéia vaga, difusa, em relação a realidade candente das almas. Muitos têm até medo delas, e associam qualquer atividade relacionada com falecidos, como se provinda do espiritismo. Certamente que esta é uma escola do diabo, a que ensina estas coisas. Primeiramente porque não lidamos com mortos e sim com vivos, porque a Igreja Padecente do Purgatório, é viva, está ainda a caminho da redenção, e chegará lá fatalmente algum dia. Morto é apenas aqueles que se perderam eternamente, a estes nosso Deus esqueceu, e nunca mais se manifestarão!
 
     Mas sobre isso iremos falando ao correr do texto. Por hora, nos atenhamos apenas aos que se voltam amorosamente em busca da remissão do Purgatório. Como vocês já devem ter acompanhado, durante todos estes anos, Deus suscitou este Movimento especial, para a rápida libertação das almas benditas, devido, principalmente a dois motivos. O primeiro foi o esquecimento por parte da Igreja, desta realidade tão premente, que fez deixar no esquecimento, quase 3 bilhões de almas! O segundo, foi a realidade do fim dos tempos, e Deus não quer deixar ninguém sofrendo no Purgatório. Urge libertar todas as almas!
 
     Ora, como Jesus frisou na mensagem, este Movimento recebe uma instrução precisa, que é passada diariamente ao Cláudio. Através das mensagens, dos avisos, tanto para a instrução dele particular, quanto para pessoas em particular, e também para todos de um modo especial, Deus tem nos feito ver Sua Vontade, porque somente Ele sabe o que precisa ser feito, em cada circunstância. E quem seguir fielmente estas instruções, sempre claras e precisas, com certeza cumpre sua parte na edificação do nosso Edifício.
 
     A pergunta que muitos me fazer é esta: quem participa do Movimento Salva Almas? O que é preciso fazer para participar dele? É simples: basta seguir com fidelidade todas as instruções que nos são passadas através do Cláudio! Isso consta nos sites e nos livros, porque não temos um meio de fazer chegar cada mensagem, em mala direta, a todos os nossos mais de 2 mil endereços. Eu disse seguir com fidelidade, e penso que aqui está a palavra chave de todo o problema! Porque fidelidade pressupõe unidade, e exatamente o que parece estar faltando em nosso Movimento é a unidade. O pegar todos juntos com fé!
 
     Vejam: quem acompanha a tudo o que tem acontecido nestes anos, percebe a eficácia desta obra. A árvore – digamos – do Movimento se tornou uma árvore de milhares de frutos de conversão, cujos ramos se estenderam por quase todos os municípios deste país. Em cada lugar, vila ou povoado, Deus tem sempre suscitado um ou mais apóstolos amorosos, que acreditam neste trabalho e sentem a veracidade de seu propósito. Estas pessoas acreditam nos números que nos são passados, e vibram com as remissões.
 
     Quem, então, participa do Movimento Salvai Almas? Participam dele: 1 – Todos os que divulgam nossos livros! 2 – Todos os que rezam fielmente nos cemitérios as orações pedidas pelo Céu, para este caso; 3 – Todos os que participam das diferentes anistias; 4 – Todos os que são chamados a rezar na capelinha, e participam dos cenáculos; 5 – Todos os que divulgam nossos sites e levam adiante os textos e mensagens; 6 – Todos os que coletam nomes de falecidos e nos enviam para o Livro da Luz de São Miguel; 7 – Todos os que rezam as 15 Orações em casa, ou outras orações seguindo o Salvai Almas. 8 – Todos os que ativamente trabalham no Movimento, envolvidos de forma mais direta e contínua.
 
     Como se viu, são milhares de pessoas. E cada uma delas é um tijolo, é cimento, um grão de pó nesta obra; ou areia, água, azulejo ou cal, como pode ser um trabalhador, servente ou pedreiro, mestre ou construtor. Porque a parte da engenharia e projeto é de Jesus e Maria. Trata-se, no conjunto, de uma engenharia de salvação, preciosa aos olhos do Pai, e pela qual devemos zelar e nos dedicar de corpo e alma. E se cada um fizer zelosamente a sua parte, um dia Deus poderá encerrar este edifício, colocando nele um telhado, uma bela pintura, um fino acabamento. Porque é Ele quem fará isso e não nós.
 
     Então eu coloquei bem claro que cada um de nós é parte desta construção e é tem parte de responsabilidade sobre ela. Mas pela mensagem, verificamos que uma coisa que penaliza e atrasa a obra, que a deixa torta e mal construída, é exatamente a falta de unidade. A falta, especialmente, de todos pegarem junto, para que se construa cada andar, cada piso, e não como acontece, quando vejo alguns levantando paredes altas, outros deixando musgos se prenderem às suas, por abandono às intempéries. E ainda há muitos, que nelas têm colocado tortamente os tijolos ou derrubado pedaços de parede.
 
     Vamos dar um exemplo deste descompasso, usando as orações nos cemitérios. Devemos entender que só Deus sabe exatamente o que é preciso rezar lá, para que se cumpra Sua Vontade. Ora, as instruções para os cemitérios, já nos foram passadas há muitos anos, e constam de orações simples, que não levam mais que 10 minutos numa visita rápida. Entretanto, temos ainda pessoas que acham que é preciso rezar todo o Rosário, mais as 15 Orações e a Via Sacra, senão a visita não tem efeito. Porque as remissões que ocorrem não acontecem por mérito exclusivo do visitante, mas devido à intercessão dos milhares de santos já no Céu, e que foram remidos pelo Movimento.
 
     É pela comunhão dos santos que se dá este mistério, sendo que o amor de quem faz a visita, como que a centelha que faz acontecer o número da remissão. Isso quer dizer que não precisa aquele monte de orações, até porque tal tipo de visita é desgastante. Além disso, temos visto que as pessoas continuam levando litros de água benta e como encharcando os túmulos. Ora esta orientação errada vem de outros movimentos – caroneiros, como disse Jesus – que nada têm a ver conosco. A água benta, sim, pode-se levar junto, mas não produz efeito de remissão, somente as orações, o amor e ainda a intercessão dos santos. A água benta é um Sacramental, é algo físico, e serve apenas para os vivos. É quando vivas que as pessoas se devem aproveitar dos méritos dela. Sim, ela serve para afastar os espíritos maus, mas não salva almas em si.
 
     Ou seja: pessoas que vão aos cemitérios rezar levadas pelo Movimento, mas seguem outras orientações, outros movimentos, com páginas e páginas de orações diferentes, acabam por fugir da unidade. Esta unidade, também é quebrada quando das anistias, onde as pessoas não seguem fielmente o que o Céu pede, e sempre acham desculpas para agirem ao seu modo. Isso tudo, quando somente o Céu sabe o que é eficaz nestes casos. Se Deus determinou um tipo de procedimento, É porque a graça completa virá somente para os que de fato obedecem fielmente tais ordens.
 
     Um exemplo pode ser notado numa das anistias, onde as equipes, de todo o Brasil, tiveram a resposta do número de remidos. E muitos se abismaram quando tivemos de um lado equipes que conseguiram a remissão de mais de 14 milhões de almas, quando 93 pessoas que “participaram” não salvaram sequer uma alma. Foram “caroneiras”, que se postaram dentro dos grupos por interesse, mas nada deram de si em nome do conjunto. Então tivemos pessoas que salvaram apenas algumas almas, quando outras conseguiram milhares. Fruto da maior obediência, do amor mais profundo, da fé maior e que salva!
 
     Ora, as pessoas que agem erradamente – mesmo se dizendo do movimento – acabam sendo aquelas que colocam tijolos tortos na construção, ou sujos, quando não tentam roubar material. Em especial, creio que são as que constroem sozinhas determinadas paredes, mas que destoam do conjunto e acabam por deixam a construção, nesta coisa estranha que vejo. Óbvio que de minha parte deve ter algum erro, entretanto é preciso verificar que sou apenas um dos tijolos, quem sabe um grão de areia, uma gota de água. Ou seja: o conjunto inteiro deve funcionar sob uma só orientação, ou o edifício ruirá.
 
     Vejam que Deus tem nos dado chances renovadas. Lembram das primeiras anistias, onde tínhamos de reunir cinco famílias a rezar num mesmo local? Como foi difícil! Depois já não era mais preciso reunir famílias e sim pessoas para rezar junto, e não precisava mais ser no mesmo horário rígido. Mais adiante as equipes se podiam formar de cidades diferentes, que rezavam em qualquer horário. E precisavam visitar muitos cemitérios, mandar os nomes dos participantes, e até isso não precisa mais na próxima anistia.
 
     E pergunto: por que Deus os pede assim? Por causa da nossa da nossa fraqueza, da nossa falta de amor e fé. Se tivéssemos garra de fato e amor a toda prova, continuaríamos ainda a reunir as nossas famílias, e rezando com muitas delas unidas. Na mesma hora, e custasse o que custasse. E todos buscariam efetivamente estar em estado de graça, para que a graça acontecesse. Então todo o Purgatório já estaria remido. Quantos, porém, sequer cumprem este quesito essencial: o da confissão em dia? E quantos rezam com toda moleza, dão desculpas para tudo, ou rezam às pressas pensando em mil coisas?
    
     Outro ponto eu gostaria de chamar a atenção, e vale para milhares de pessoas. Vale e é um dos mais sérios a meu ver. Refere-se às pessoas que são chamadas à capelinha pela Mãe, e ali recebem graças inestimáveis, recebem curas fantásticas, também a revelação de males de geração e até segredos que jamais poderiam imaginar. Recebem bênçãos e graças que não têm preço. Em praticamente nenhum lugar deste planeta, tem acontecido coisa semelhante, porque se trata de um jogo simples e aberto.
 
    Vejam: ainda ontem uma pessoa me falou de outros profetas que ela conhece e que andou atrás deles por algum tempo. Todos andam com seguidores truculentos, como se fossem guarda-costas. E não deixam que ninguém se achegue deles. Aliás, vi isso nos tempos em que procurei Vassula e até Padre Gobbi. A mesma estrutura truculenta, como se tratasse de algum ente fantástico, um ser superior cuja vida deve ser preservada, ou o mundo acabará. Isso acontece de fato, e já vi também no Brasil.
 
     Mas aqui é tudo muito simples. O Cláudio está lá, para fácil acesso de todos. Não tem nenhum guarda-costas em sua volta, e quando está numa roda de conversa, nenhum estranho saberá quem dos presentes é ele. Já vi acontecer isso muitas vezes. Então esta mesma senhora me perguntou: Então quer dizer que eu posso falar com ele, levar meu pedido direto a Nossa Senhora? Óbvio que sim, disse-lhe eu! E não poderia ser diferente! Se ele está nas mãos de Deus, para que precisaria ser guardado pelos homens?
 
     Agora a lição que vejo disso: realmente, milhares de pessoas, nestes anos todos, têm sido levados por Nossa Senhora até aquela capelinha. E ali receberam curas e conversões de filhos, de esposos, ou esposas, coisas que tanto procuravam. Foram verdadeiros milagres, mas eu pergunto: onde está a retribuição? O rezar, o divulgar, o amar? Foram lá, e antes de ajudar na edificação, cataram tijolos de graças e os levaram embora. Foram viver suas vidinhas, mas não pegaram junto na obra, não trabalharam para frutificar, e até – houve casos assim – em que mesmo depois de receber o milagre, ainda apedrejaram a obra. São estes os furos, os buracos, os tijolos derrubados que aparecem nas paredes.
 
     Claro, a gente sabe que continuam como nos tempos de Jesus. Ele curou 10 leprosos, apenas um voltou para agradecer. Ele curou milhares de pessoas, ou delas expulsou demônios, mas quantos, como Maria Madalena se tornaram discípulos fiéis? Raros! E vejo que aqui não é diferente! Mesmo tendo recebido a graça, muitos a questionam! Não agradecer ao Cláudio, mas a Deus. Deixam-se levar por falsas opiniões, têm vergonha e esquecem daquilo que receberam. E quando deveriam lutar para que a obra avançasse, quedam inermes, cruzam os braços e deixam que poucos se esfalfem, e tudo atrase.
 
     Nós vimos pelas mensagens que Deus espera a libertação de todo o Purgatório, para que tenham curso as últimas profecias. E temos visto também que Ele alargou os tempos, dando chances a mais pessoas entrarem na graça. Entretanto, se Deus Se obriga a adiar os planos, isso deve ao nosso pouco empenho. Então tudo já poderia ter acontecido. E já estaríamos neste Novo Reino, sem traumas, sem guerras, nós que o aguardamos com tanta ansiedade. Então as pessoas vão lá à capelinha, recebem um livro de graça, e em casa o afundam numa gaveta, como se fosse um objeto desprezível ou vergonhoso.
 
     Efetivamente, nem temos distribuído mais livros no ambiente da capelinha, primeiro devido ao pedido do Bispo, e depois porque verificamos que não produz efeito! As pessoas recebem de graça e não dão valor! E isso acontece não só ali na capelinha, mas em todos os lugares, com nossos valentes e fiéis divulgadores. Quantas graças foram alcançadas pelas pessoas, pelos livros doados generosamente por estes apóstolos? São inúmeras com certeza! Mas acham que adianta dizer: se gostar peça mais, o endereço está no final!
 
     Creio que menos de um em quinhentos atende a este pedido! Se o apóstolo fiel não pedir, eles também não pedem! Tudo isso são pedras falhas! São tijolos refratários, diferentes, colocados tortamente. Se num banheiro de azulejos, cada um trouxer uma peça a seu gosto, e a colar na parede, que teremos? Uma coisa qualquer menos uma bela obra! Porque todas as peças devem provir da mesma fábrica, ser ordenadas de acordo com o desenho e coladas com a mesma argamassa. Senão temos um gato malhado!
 
     E nosso prédio está assim mesmo: um gato malhado! Cheio de paredes altas e baixas! A maioria delas é desconjuntada e fora de padrão, porque muitos querem construir ao seu modo – e não como Deus nos pede – além do que vão buscar material de outras fontes e insistem em colocá-las nesta construção. Então temos tijolos de todo tipo, cor e tamanho, que só por milagre deixam a parede de pé. E para acertar depois dá muito trabalho aos outros. Que precisam improvisar; o que se viu naquele momento em que me via construindo uma rampa para deficientes. Estava fora do padrão, mas era necessária!
 
     Naturalmente meus queridos amigos, que não teço estas considerações todas, como um motivo de crítica. Faço sim, como auto-análise, porque me servem também. Mas à medida que meditamos, é possível ir vendo o quanto Jesus tem razão em nos abrir os olhos. Porque o que Ele deseja é uma unidade no amor, uma unidade na fé, uma unidade na luta pela libertação destas almas, especialmente das grandes. E como o Plano é divino, como a ordem é do Pai – uma vez que aquelas grandes almas estão saindo apenas por graça especial –, então Deus também quer que sejamos obedientes às suas ordens.
 
     De fato, estas grandes almas deveriam – todas elas – ficar no Purgatório até o fim do mundo, e se agora saem é apenas por graça divina. A fórmula de retirá-las de lá, é então apenas aquela instrução passada ao Cláudio e nenhuma outra. Não serve a oração que a vovó me ensinou, nem encharcar túmulos com água benta. Elas podem até salvar almas do purgatório normal, entretanto somente o cumprimento da ordem do Pai, tira aquelas grandes sofredoras. Já expliquei isso em outros artigos e não preciso repetir!
 
     Em verdade, de todas as pessoas que receberam graças devido a este Movimento, Deus esperava uma retribuição em termos de trabalho em prol dele. Se eu vejo uma árvore de bons frutos, devo cultivá-la para que produza ainda mais e não dar-lhe varadas ou arrancar raízes para que venha a murchar. Mas muitos fazem exatamente assim! Ao invés de contribuir para seu bem e integridade, ainda tiram pedaços dela. Fazem isso deixando de agir, fazem isso se acovardando quando dizem que se trata de espiritismo! Fazem isso quando engavetam os livros e sequer um dia fazem as orações ali propostas.
 
     Naturalmente que, também aqui, dentro da equipe de frente, a que está mais direta e seguidamente acompanhando o Cláudio, temos problemas. Na realidade, como vocês bem sabem o diabo não nos dá folga e isso tem explicação. Há também aqui descompassos e certas falhas que não deveriam acontecer. Mas eu preferiria não entrar no mérito desta questão exatamente por causa da feroz perseguição do inimigo. Alguns de nós somos mais frágeis e propensos a cair devido aos seus ataques, e devido a isso muitas vezes são apenas fatos isolados os que atrapalham. No geral, procuramos nos corrigir de pronto!
 
     Em verdade, existe um nó que estrangula muita coisa, mas isso é devido ao torniquete que está nas mãos de Deus. Este nó é devido ao fato de o Cláudio ser apenas um só, para uma tarefa tão assombrosa. Trata-se de um canal único e é miraculoso o fato de ele conseguir responder a tanta coisa. São milhares de cartas, de pedidos, de bilhetes dirigidos com perguntas ao Céu, que chegam de todos os lados. E o impressionante é que muitas das pessoas que os pedem, sequer se dão ao trabalho de buscar as respostas.
 
     A que se deve isso, senão ao fato de que tais perguntas eram inoportunas ou sem qualquer necessidade? Se fossem realmente importantes, as pessoas afluiriam ansiosas em busca da resposta do Céu. O que é uma graça única! Ou rara! E que tão caro custa ao Céu, que se desvela em carinhos pelas pessoas. Infelizmente milhares destas cartas vão em busca de soluções financeiras, e isso é um mal. Milhões de pessoas exacerbam os seus gastos pessoais e familiares, e depois querem que o Céu “quebre o galho” para eles. Outros tantos vão em busca de soluções afetivas, namorados & namoradas, como se aqui fosse uma agência de casamentos. Vocês não imaginam os absurdos que pedem!
 
     E tudo isso é tempo perdido pelo Cláudio e especialmente pelo Céu. Tempo que bem poderia ser aplicado com aqueles que buscam a conversão, sua e dos seus parentes. Tempo que poderia ser devotado à salvação das almas, e não em busca de soluções que, aqui se poderia taxar de mesquinhas. Futilidades! Quinquilharias! Há pessoas que gozam de perfeita saúde, financeira e física, e ainda assim têm a cara de pau de pedir que nós rezemos por elas, quando certamente pouco ou nada fazem por si mesmas. E tudo isso é pedra retirada da construção, é fator que pode levar ao desmoronamento da obra.
 
     Porque, tantas vezes é justamente este tipo de pergunta inoportuna e imprudente, que leva as pessoas – erradamente – a nos associar com o espiritismo. E são de fato, muitos os espíritas que buscam o Cláudio, mas saem de lá com o queixo caído. Muitos saem da capelinha chorando, porque viviam atolados nos podres antros dos espíritas, e quando percebem estão ali, pela primeira vez dentro de uma casa de Deus. De uma obra de Deus! Porque lá – e aqui – não se faz outra coisa senão buscar amorosamente a Deus Todo Poderoso. Pelas mãos de Jesus e Maria, dos Arcanjos e santos. Para o bem das almas!
 
     Assim, são dezenas de coisas que interferem nesta obra. Muitas pessoas teimam em seguir outras orientações, outras devoções – e até devocionismos perniciosos que somente atrapalham – e com isso perdem tempo precioso. Já disse isso e não tenho medo de errar, e não é por orgulho: O nosso Movimento, o Salvai Almas, com as mensagens através do Cláudio, é o único movimento de nossa Igreja Católica, que é completo, que tem tudo o necessário para que sigamos fielmente a esta mesma Igreja, pelo Catecismo e pelas Escrituras. Porque trata da salvação eterna, dos fins dos tempos, da conversão do povo judeu, da remissão e do resgate do sacerdócio e da libertação das almas do Purgatório.
 
     De fato, outros movimentos existem, que como Jesus falou – têm, boa água – mas não devem ser misturados com nossa orientação. Quem quer seguir o Salvai Almas, deve se manter fiel só às orientações recebidas dele. E podem ter certeza que, ninguém irá ficar decepcionado ou ao desamparo, porque as futuras revelações haverão de preparar as pessoas para a grande tribulação! Como já o fazemos agora através dos lencinhos, do Óleo de São Rafael, e de outras instruções precisas e preciosas. Adiante virá a questão do kit básico de alimentação que deve ser levado aos sacerdotes e se saberá onde cada um será guardado por Deus, ou qual sua missão. Não se precisa, pois, outras orientações!
 
     Como também não se precisam de outras orações, ou devoções. Muitos nos mandam orações lindas, que são da Igreja e elas podem sim, ser rezadas para se obter certas graças. Entretanto, se queremos ser participantes vivos e ativos do Movimento, devemos também manter fidelidade exclusiva a aquelas orações que o Céu nos pede. A pessoa pode rezar outras orações? Podem sim! Mas estará faltando com o conjunto, porque, como já disse, o Céu sabe exatamente o que precisa rezar ou fazer. Enfim, como também já falei, qualquer pessoas que seguir fielmente estas instruções, que são completas, em todos os sentidos, não ficará em falta de nada com nossa Igreja Católica e com sua salvação. Há movimentos que até se preocupam com a oração. Mas nenhum tem tanto amor e tanto carinho pela salvação eterna. Quem busca isso amorosamente, não precisa de mais nada!   
    
     Quanto ao Edifício, hoje de manhã pensei assim, quando rezava em nossa capelinha: Nosso prédio é exatamente igual a Ponte da Salvação. No início eram apenas pedras, grandes e pequenas, colocadas ali pelas diferentes pessoas, num aterro. Depois vieram os anjos e transformaram estas pedras em cristais brilhantes. Quando isso acontecer com nosso prédio também ele ficará bonito e resplandecente, pela graça de Deus.
 
     Porque ele abriga na verdade bilhões de almas, remidas pela graça de Deus, pela intercessão, os sacrifícios e a luta de todos os que participam desta construção. E poucos prédios no mundo comportam já tanta gente. Então as paredes devem mesmo ser bem altas, deve o prédio ter muitos andares, e muitos cômodos. E no final Deus porá nele uma linda cobertura, e eternamente nos poderemos “orgulhar” de nossa hoje feia construção.
 
     Sem medo então! Agora é levantar a cabeça, respirar fundo e seguir adiante. Jesus disse afinal que não é tão difícil. Já enviamos as cartinhas para milhares de pessoas, com as orientações até o final do ano, inclusive a anistia. Agora é seguir fielmente todas as orientações ali contidas, e buscar nos livros e nos sites aquilo que falta. Desta vez nós conseguimos colocar tudo com antecedência e ninguém poderá alegar que não sabia.
Arnaldo


www.recadosaarao.com.br



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
PROFECIAS MAIAS... (incrivelmente perfeito)
SÍMBOLOS RELIGIOSOS
OBAMA E DEMO
ALERTA AOS FALSOS PROFETAS
O RECOMEÇO- Parte I
DEUS EM GUERRA
SATANÁS EDUCA NOSSAS CRIANÇAS
PAZ E JUSTIÇA
OS 7 PARADOXOS
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.262.346
Visitas Únicas Hoje: 483
Usuários Online: 221