Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 5903 - CASAMENTO FELIZ
Artigo visto 2238




Visto: 2238
Postado em: 10/08/10 às 20:31:50 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5903
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

(Enviado sem autoria - obrigado ao autor - Gentileza Iracema)

O café da manhã que mamãe preparava era maravilhoso! Embora fôssemos uma família humilde, minha mãe sempre preparava com muito carinho a primeira refeição do dia. Era ovo frito com farinha, outro dia era ovo escaldado, depois era bife com pão, lingüiça com ovo e pão... Tudo feito com simplicidade.

Ao acordar, naquela manhã, quando retornei da lua de mel, para ir ao trabalho, pensei que encontraria a mesa posta, o café da manhã preparado. Como estava acostumado com a casa da mamãe, pensei que acordaria com aquele gostoso cheirinho que vinha sempre da cozinha lá de casa. Olhei para o lado e vi minha esposa, Neusa, dormindo profundamente. Feito um anjinho – de pedra!

Raspei a garganta, fiz barulho tentando acordá-la. Nada! Fui para o trabalho irritado, de barriga vazia. O local do trabalho ficava a uns cinco minutos do apartamento que alugávamos. Ao me sentar na mesa de trabalho, sentindo a estômago roncar, abri a Bíblia no seguinte trecho: O que quereis que os homens vos façam, fazei-o também a eles (Lucas 6:31).

Disse pra mim mesmo: O Senhor não precisa dizer mais nada. Lá pelas nove horas da manhã, hora em que se podia tirar alguns minutos para o café, dei um jeito de ir até o apartamento, não sem antes passar em uma padaria e comprar algumas guloseimas. Preparei o café da manhã e levei na cama para Neusa. Ela acordou com aquele sorriso tão lindo! Estamos para completar Bodas de Prata. Nesses quase vinte e cinco anos de casamento, continuo repetindo esse gesto todos os dias. E com muito amor!

Estou longe de ser um bom marido, mas a cada dia me esforço ao máximo... Tenho muito a melhorar, tenho de ser mais santo, mais paciente, mais carinhoso. Sinto-me ainda longe disso, pois o modelo que estou mirando é Jesus: Maridos, continuai a amar as vossas esposas, assim como Cristo amou a congregação e se entregou por ela (Efésios 5:25).   
 
O matrimônio é um desafio, pois a todo o momento temos que perdoar e pedir perdão. A cada dia temos que buscar forças em Deus, pois sem Ele nada podemos fazer.

Quando Paulo se despedia dos cristãos em Éfeso, citou uma bela frase : Há mais felicidade em dar do que há em receber (Atos 20:35). Quando se descobre isso no matrimônio, se descobre o princípio da felicidade.

Por que muitos casamentos não tem ido adiante? Porque o egoísmo tomou conta do casal. É o cada um por si que vigora.

Estamos na sociedade do descartável: copo descartável, prato descartável, etc. Pessoas não são descartáveis, porém, o que não é descartável precisa ser cuidado para ser durável.

O mundo precisa do testemunho dos casais de que o matrimônio vale a pena! E, para que isso aconteça, é necessário um cuidado amoroso e carinhoso por parte do marido e da esposa. Ambos têm o dever de cuidar um do outro com renovados gestos de carinho e perdão diariamente.

É preciso declarar, todos os dias o amor, em gestos e palavras. A primeira palavra que sempre digo para minha esposa ao iniciar o dia é: Eu amo você. Não é fácil dizer isso às vezes, pois muitas vezes acordo de mal comigo mesmo. Faça isso agora também. Declare seu amor!

Aos solteiros e aos que ainda não se casaram, quero dizer o seguinte: Se você estiver pensando em casar para ser feliz, não se case! Fique como está, solteiro mesmo. Mas, se sua intenção é casar para fazer alguém feliz, case-se e você será a pessoa mais feliz do mundo!

O segredo da felicidade é fazer o outro feliz!
===========================================================
OBS: Coloco este texto para que nossas queridas leitoras não achem que eu seja contra elas, e as queira ver escravizadas e rebaixadas, longe disso. De fato, durante todos estes anos sempre tenho pugnado pela igualdade dentro da realidade bíblica, porque certamente Deus sabe o que é melhor para cada um. As famílias se dilaceram, porque não seguem Seus caminhos.
 
Veja, eu conheci um casal, de simples agricultores, que era assim. Certa vez dormi na casa deles, e percebi que bem cedinho o marido se levantou, fez o fogo a lenha, e preparou um belo café, acompanhado de frutas e tudo. Colocou numa bandeja e levou para sua esposa. Disse que eram 30 anos que ele fazia isso, sem falhar um só dia...
 
Vai que ele morreu. Que aconteceu? Ela não estava preparada para aquele baque e perdeu todo sentido da vida. Vendeu sua propriedade e foi embora. Isso porque na verdade se tratava do sentido inverso: era ele quem se curvava sozinho, quando competia a ela, de quando em vez fazer-lhe a mesma coisa. Ou melhor, ela deveria levantar junto com ele, e ambos tomarem um belo café, feito a duas mãos. Isso seria o correto!
 
Eu também algumas vezes tentei isso aqui em casa. Mas acontece que minha esposa não come nada pela manhã, apenas mais tarde e então foi uma frustração. Mas não meço seu carinho por este ato, e sim por tudo, em mil e uma coisas que ela me faz, até sem eu saber. Faz pensando em minha felicidade. Mas creiam, um casamentp é 80% renúncia. O amor corresponde apenas 20%! E isso dá números à frase acima: o segredo da felicidade no casamento é fazer o outro feliz.
 
Vejam que a questão se prende à própria natureza de cada um. Simples entender que nem tudo o homem pode, nem tudo a mulher. Cada um com a sua parte e assim se complementam. Deus os quer UM SÓ! O lar é da mulher, o suprir o lar é do homem! Qualquer desvio desta realidade é fonte de explosão das famílias. O homem é a força, a mulher a ternura! Estas forças se devem unir para formar como que uma só criatura. Porque o fim desta dualidade feliz, é gerar criaturas para Deus: os filhos, felizes!
 
Mas pela sua natureza serviço, de servir, a mulher tem como primeira missão em seu casamento, fazer a felicidade de seu esposo. Um esposo feliz, trabalha feliz, e não importa a dureza que tenha de enfrentar para suprir a família, terá ânimo de lutar, para melhorar, sempre em busca da felicidade de todos. O marido de uma esposa enfezada nunca trabalhará com ânimo. E disso vem o mau humor e a falta de diálogo.
 
Da mesma forma o esposo: ele deve em primeiro lugar fazer a alegria de sua companheira, porque um esposa feliz se torna dedicada, amorosa por natureza, e levará esta alegria para o trato dos filhos e do lar. Não existe outra forma de manter um casamento sólido, sem o viver para o outro, renunciando-se a si mesmo. Só assim o casal consegue levar a cruz, se o fizerem juntos!
 
Ora, os movimentos libertacionais da mulher conseguiram Provocar a mais pavorosa de todas as revoluções do mal na sociedade. Penso que o comunismo que inventou a mulher fora do lar, não foi pior para o mundo, do que a mulher fora do lar. Lenin, o carrasco monstro disse certa vez: Dêem-me a mulher e conquistarei o mundo! Que tipo de mulher? Mulher fora do lar, longe dos filhos, masculinizada, com calça de homem e em disputa no mercado de trabalho. Queria a ruína delas!
 
Lenin queria o trabalho barato, escravisado, e somente conseguiria isso aviltando o mercado, entulhando as industrias com mães de família. Comunismo é isso: tirania, opressão, desvirtuamento, e principalmente afronta a Deus. É para cuspir nas Escrituras que o comunismo inventou a mulher fora do lar. Então acabou de inventar a mulher verdadeiramente escrava, quase tiranizada: escrava do lar, do marido, dos filhos, do trabalho fora de casa, das amigas e de si mesma. Também escrava da manicure e do espelho!
 
Sem medo de errar: a mulher libertária e fora de casa é no fundo a responsável pela imensa maioria dos lares que se desfazem. A segunda parcela vem das que não sabem nem ser mães nem mulheres, porque o mundo as educou para serem apenas fêmeas. O resto vem dos homens que para casar escolhem as fêmeas e não as mulheres de verdade. Escolhem pelo corpo, não pelos atributos  espirituais. E elas, as grandes mulheres existem: tenho uma mãe e uma esposa assim! Do lar, com os maridos e os filhos! 
 
Vou lhes revelar algo sobre mim: no meu primeiro casamento, fui exatamente como o autor acima! E me dei brutalmente mal! Minha outra esposa era bem um exemplo desta do artigo. E acabei sendo mãe e pai de meus filhos.

No segundo, no início, fiz de todo o contrário por cinco anos. Só pensei em mim! Mas quando percebi que aquilo me levaria a um segundo abismo, comecei um doloroso processo de mudança - que me tomou 10 lonos anos - eis o motivo pelo qual adquiri esta experiência de vida. Hoje procuro ser filho, de minha mãe! E ser esposo de fato, da mulher que Deus me deu por companheira! Ela está ao meu lado: nem acima, nem abaixo! Por isso...

Perdão se contraponho o autor do texto acima: a mãe dele era uma verdadeira mulher! E mãe! Ele ainda não é filho eum pouco tolo! E a esposa dele está mais para, apenas fêmea! Não para mulher! Mãe nem pensar, se levanta às 9 horas!Assim, que se cuide, o casamento dele está firmado em apenas uma coluna: se esta adoecer o lar desaba. Como o exemplo que citei!
 
Enfim, ou o casal caminha junto e em Deus. Ou descaminha, cada um para si, e ambos para o diabo!... Com os filhos!


www.recadosaarao.com.br



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
POBRE BRASIL
CORRENTE DE ORAÇÃO
Lixo e o aborto - UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA?
A HEDIONDEZ DO HOMOSSEXUALISMO
IGREJA E ESTADO
OS DOIS REINOS
A GRIPE
São Leopoldo Mandic: Apóstolo do confessionário
Martinho Lutero, homicida e suicida
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.341.290
Visitas Únicas Hoje: 1.356
Usuários Online: 293