Espacojames



Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 6106 - AOS SACERDOTES, GERADORES DE FILHOS PARA O CÉU
Artigo visto 2250




Visto: 2250
Postado em: 02/09/10 às 10:36:48 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=6106
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão


O Sacerdote ocupa lugar primordial na vida cristã. Ele leva Cristo às almas pela Palavra, pelos Sacramentos e pelas outras várias formas de ministério. Pela participação no governo das almas, ele é constituído “Colaborador de Deus”. DEUS que é o Único Santo e Santificador, escolheu-o como companheiro e colaborador, para servir humildemente à Obra da santificação. Consagrado por DEUS, participante de modo especial do Sacerdócio de Cristo, o Sacerdote está inserido no Cristo Cabeça, ele é outro Cristo que trabalha pela Glória do Pai.

O Sacerdote recebeu de Cristo a missão de “ensinar a todos os povos até os confins da terra”. Pela Palavra e pela ciência, ele leva as inteligências a se submeterem ao “jugo suave de Cristo”. Se considerarmos as verdades que o Sacerdote ensina, fácil será compreender quanto a influência dele é benfazeja para a elevação moral e a tranqüilidade dos povos. Agradeçamos a todos os Sacerdotes por saciarem nossa fome Espiritual, pelas não raras vezes, que através da Palavra de Deus nos lembra a rapidez desta vida, o caráter fugidio dos bens do mundo, os verdadeiros valores espirituais e eternos, a realidade dos juízos de DEUS, a santidade incorruptível do olhar Divino que perscruta todos os corações para recompensar a cada um segundo suas obras.

Pela Unção sagrada, que recebeu no Sacramento da Ordem, o Sacerdote é alguém que não pertence mais à terra, passa a ser o mediador entre Deus e as almas, é chamado a fazer brilhar a “glória de sua graça” pela participação eminente da grandeza de sua virtude.

Agradeçamos a todos os Sacerdotes pela permanência deles conosco, e pelas incontáveis vezes que através de suas mãos e unção sacerdotal, através do Batismo, trouxeram e trazem o Espírito Santo às almas, as fazendo nascer à Vida de Cristo, nos tornando Filhos de Deus, membros do Corpo Místico de Cristo: a Igreja. É por eles também, que através do Sacramento da Confirmação (Crisma), podemos crescer e nos fortificar espiritualmente nesta vida.

O Sacerdote exerce no mundo, o ofício de mediador, quando no Altar, em suas mãos, o Verbo Encarnado se imola pela Igreja. No Mistério da Santa Missa, há dois gestos do celebrante que revelam bem a missão do Sacerdócio, e todo o sentido de sua mediação ascendente e descendente. Na Consagração, o Sacerdote eleva a Hóstia à Santíssima Trindade, e depois na Comunhão, volta-se para os fiéis e distribui-lhes o Pão da Vida. Ofertar Jesus à Santíssima Trindade e dá-LO ao mundo, é a dupla missão do Sacerdote na terra.

Agradeçamos aos Sacerdotes por saciarem nossa fome espiritual, todas as manhãs, trazendo no Altar através de suas mãos e palavras Sacerdotais: JESUS EUCARÍSTICO - PÃO DA VIDA e alimento para nossa alma, e pelas muitas vezes que através de suas mãos podemos recebê-Lo.

Agradeçamos aos Sacerdotes pelas vezes que nos ajudam a levantar de nossas faltas e nos ressuscita para a Vida Divina, para a Vida da Graça.

Agradeçamos aos Sacerdotes pelas vezes em que dão Cristo aos lares, quando muitos casais, no momento em chegam à maturidade, têm seu estado fixado, através do Sacramento do Matrimônio.

E enfim, no declinar da existência , quando tudo se acaba, um supremo gesto dos Sacerdotes atrai sobre os doentes e agonizantes, cuja vida se apaga, a Bênção de DEUS: “Parte, alma cristã, para o Cristo de teu Batismo”; abrindo-lhes assim as portas do Céu.

Muito agradeçamos aos Sacerdotes, porque desde o berço até o túmulo, fazem presença em nossa vida, em nosso meio, em nossa comunidade. São eles que nos auxiliam nas diversas fases da vida espiritual e nos conduz à união Divina. É este o verdadeiro sentido do Sacerdócio: pela palavra, pela oração, pelos sacramentos, e, sobretudo pela Santa Missa: “formar Jesus Cristo no mundo das almas, e por Ele, com Ele, n’Ele”, consumá-las na unidade, com DEUS.

Nós não podemos deixar de notar a necessidade que o Sacerdote tem de estar unido com Deus, se por sua vez, quiser comunicá-Lo às almas. O apóstolo é, antes de tudo, um homem de oração e de imolação silenciosa, como o Divino Crucificado que salvou o mundo, não por ações brilhantes nem por discursos pomposos, mas pelos sofrimentos e pela morte. Sem vida interior o Sacerdote pode fazer muito ruído, mas pouco será o bem que opera se é que não faz o mal, muitas vezes irreparável.

Rezemos muito pelos Sacerdotes, para que através do exercício de suas funções: profética, Sacerdotal e pastoral, onde DEUS os chamar, continuem a gerar pela Palavra, pelos Sacramentos e pela caridade, filhos para a Graça, a comunidade cristã. Para que suas ações, atitudes e palavras, estejam sempre envoltas por uma atmosfera de caridade, e assim possam mostrar que amam toda a Igreja como Cristo o ama.

Rezemos muito pelos Sacerdotes, este é o menor ato de puro amor que podemos oferecer a Deus por eles. Esta pequena centelha de puro amor tem assim para a Igreja máxima importância. E toda a Igreja deve ajudar o Sacerdote a ser outro Cristo que trabalha pela glória do PAI. Através de nossas orações, de nossos sacrifícios oferecidos a eles os ajudaremos a exercer esta missão divina. Deus mesmo disse: “O irmão auxiliado pelo irmão é como uma cidade fortificada!”

Neste dia não podemos deixar de lembrar que se a mãe é aquela que gera os filhos, os Sacerdotes também são geradores de filhos para o Céu, gerando Cristo nas almas. Peçamos então, à Trindade Santa e nossa Mãezinha Celeste Maria, Mãe Modelo de Evangelização, que lhes cubra de muitas bênçãos, Luz, vitalidade e graças necessárias para que suas vidas continuem sendo um advento que prepara a encarnação de Cristo nas almas.
              DEUS lhes pague por tudo que a nós fizeste!
                                           Solange Gastl
 
                        ORAÇÃO PELOS SACERDOTES
Ó Maria, Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo e nossa Mãe, sob a Cruz do Vosso Filho Vos tornastes Mãe dos Apóstolos e com isto também Mãe de todos os Sacerdotes. Vossa casa é a Igreja, Vossa mesa é o Altar, Vossos servidores são os Santos Anjos. Vosso Filho Jesus quando enviou o maná no deserto, quando realizou a multiplicação dos pães, quando nos ensinou a rezar o Pai Nosso; não tinha em mente somente o pão material, Ele mesmo quer ser o Pão de cada dia, o Pão que nos alimenta. E Vossos filhos, os Sacerdotes, transformam o pão e o vinho, como outrora o Senhor, quando disse: “Tomai... Isto é o Meu Corpo,... o Meu Sangue.”

Ó Mãe fidelíssima, cuidai da Vossa casa, a Santa Igreja e providenciai que sempre tenha contínuo e ininterrupto fluxo de vocações para o sacerdócio, para que nunca nos falte o Pão cotidiano da Vida Eterna! E enviai os Vossos Anjos, para que santos Sacerdotes sejam os guias destes jovens para o Altar. Que os seminaristas saibam: Há uma luta santa por Deus, para que a santa fé se conserve pura, e o bom Pastor é mais do que necessário ao Povo de Deus, pois o lobo já veio assaltar o rebanho.

Nenhuma Mãe abandona seu filho em perigo, nós vos pedimos, ó Mãe de todos os Sacerdotes, que enviai os Vossos Anjos, para que eles chamem a atenção de tal maneira que não possam ficar despercebidos, àqueles que se acham em perigo e os desviados, que não enxergam mais o caminho e a Casa Paterna, e que por própria conta escolheram uma direção diferente.
Ó Maria, Mãe de Nosso Senhor e nossa Mãe, oferecei ao Vosso Divino Filho, Vossas mãos, Vosso coração, Vossas lágrimas como prendas; Ele aceitará tudo isso e dará aos Sacerdotes a verdadeira luz, a legítima força e a alegria perdida.

Não podemos esquecer, ó Mãezinha, de Vos pedir pelos Sacerdotes que já partiram e encontram-se no Purgatório. Apresentai ao Bom Deus Trino e Onipotente, o Coração banhado de Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo junto ao Vosso Coração Imaculado, e a nossa petição ao Bom Deus Misericordioso: Tende piedade Senhor, destas Almas Sacerdotais!

Nós Vos pedimos:

Apagai a culpa dos Sacerdotes negligentes que, dia e noite, esqueceram as suas orações.

Apagai a culpa dos Sacerdotes que descuraram a proclamação da Vossa Palavra, deixando assim de repartir este alimento.

 Apagai a culpa dos Sacerdotes falecidos que não confessaram a sua fé em Vós, nem com a boca nem com o coração, e até não Vos saudaram.

Apagai a culpa dos sacerdotes falecidos que foram estéreis, que celebraram a Santa Missa e administraram os Sacramentos sem fé e que, agora, não passam de palha diante dos Vossos Olhos.

Apagai a culpa dos sacerdotes falecidos que, como Judas, aceitaram trinta moedas de prata e agiram contra a Vossa Igreja e contra Vós.

Nós Vos agradecemos ó Mãezinha Santíssima pela Vossa intercessão junto ao Bom Deus Uno e Trino, Onipotente e Misericordioso e pela ação dos Vossos Santos Anjos. Amém!


www.recadosaarao.com.br



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.684.901
Visitas Únicas Hoje: 1.172
Usuários Online: 222