Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 8701 - JÁ SOMOS ESCRAVOS
Artigo visto 2559




Visto: 2559
Postado em: 13/09/11 às 20:10:03 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=8701
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Certo é que o mundo seria uma chatice se todos agissem e pensassem de modo igual. Isso por um lado! Por outro, se todos pensassem e principalmente, se todos agissem exatamente como Deus o deseja, o mundo seria maravilhoso, fantástico, extraordinário.

E pensar que perdemos o paraíso – não falo por Adão – perdemos nós, cada geração que aconteceu depois dele, porque poderíamos mudar o mundo ainda agora, isso realmente nos faz pensar. O grande, o terrível problema do nosso tempo é que acontece exatamente o contrário: o homem vai decidido pelo mal, segue o mal, já não percebe o mal e participa dele, seja direta seja indiretamente, no que foge de Deus, porque – assombro dos assombros – para o homem moderno o mal virou bem. 
  
Vejam: nós temos um governo comunista, maligno, que só tem um objetivo: trabalhar para o mal! Implantar leis do mal! Leis que conduzem o povo ao mal! Leis que buscam a servidão socialista e miséria comunista e seu governo sempre sanguinário. E ordinário! Entretanto milhares de brasileiros o aprovam, batem palmas para seus atos, até porque – muito esperta e muito comunistamente – este governo trata milhares de bocas, sem as pessoas precisarem trabalhar, então o governo é bom. Bom para os escravos futuros! Com o governo anterior se deu a mesma coisa: nunca, jamais tivemos aqui uma explosão tão grande de quadrilhas assaltando os cofres públicos, fraudando licitações, burlando contratos, vendendo informações sigilosas e intermediando verbas com tráfico de influência, como nestes últimos mandatos. Mas para o povo, com a boca cheia de migalhas e restolhos, tudo isso é bom! Quando é caminho de sua ruína! 
  
A atual civilização chegou a um estágio tal de subserviência, que já não percebe que é escrava no literal sentido da palavra, porque embora permaneça – por enquanto – livre de peias e possa ir e vir, no fundo não segue mais os caminhos do bem, antes vai célere para o mal. Há um bem eterno, que para nós deveria ser caminho e rota imutável: Deus! Jesus é o caminho! Jesus é a única verdade! Jesus é a única vida possível em plenitude! Fora Dele e de seu caminho, de seus princípios, da sua Santa Lei, não existe felicidade, não existe bem estar, não existe solução, não existe vida plena. Sem Deus é a escuridão, é a dor, o sofrimento, a depressão, a infelicidade, a falta de paz e de segurança, pois tudo o que o homem faz por si, é nada mais que por remendos podres, sobre remendos. 
  
Mas que faz a sociedade dita moderna? Segue os fariseus, aplaude a claque dissoluta do Sinédrio, e bate palmas para os Judas que prendem nossa nação com os grilhões do anticristo, porque é só dele que partem as exigências de leis que destruam a vida. E nosso povo não percebe que, quando por lei tentam implantar o aborto aqui a qualquer custo, quando por lei, tentam obrigar toda nossa nação a aceitar o pecado do ato homossexual como normal, quando, por lei, tentam destruir a alma das nossas crianças abrigando-as a aceitar a “diversidade sexual” e quando, por lei, tentam obrigar a imensa maioria do povo a aceitar o pecado como um bem – em nome da laicidade do estado – então já somos todos escravos humilhados, e isso por uma claque tão diminuta quanto diabólica. Escravo, verdadeiro é aquele que se cala diante do descalabro em que vivemos. 
  
Que é a humanidade de hoje senão uma escrava estúpida da mídia e já bestializada pela televisão? Que é nosso povo de hoje, senão escravo do ter e do ser, e não importa os meios, fraudes, enganos, roubos, escândalos, ardis e súcias que se emprega para chegar ao topo? Que são nossas crianças de hoje, senão escravas de um ensino estúpido, tolo e emburrecedor, deformante da personalidade e, portanto maligno? Que são nossas mulheres de hoje se não escravas da beleza, servas das modas e modismos, tantas delas nada mais que vidas fúteis, bibelôs inúteis e imprestáveis? Que são tantos dos nossos homens de hoje, senão crápulas e covardes, cegos de propósito e, portanto coniventes com um mundo que despenca na imoralidade, pois já não reagem?   
  
Que é nossa pobre juventude de hoje, ligada na “malhação” – aquela novela interminável e fábrica maligna de moleques, malcriados, estúpidos, respondões, malcriados, inúteis e fúteis, escravos de trejeitos, presos a modismos, pintados de tatuagens, ferrados a pircings e espetos, produtores de gírias e outras deformações? Que são nossos pobres professores de hoje, torturados e pressionados por currículos nefastos, oprimidos por salários indignos e tendo que suportar classes inteiras de filhos moleques, que já os pais não controlam, e que tantos apenas controlam, porque os comprando com prêmios, com mesadas, presentes tantas vezes demolidores dos orçamentos? Que são hoje nossas famílias senão farrapos desunidos e trapos dilacerados, que longe de Deus e sem oração unida, tantas delas nada mais podem produzir que estes farrapos de filhos? 
  
Que é nossa pobre nação brasileira, que hoje festeja sua independência, senão uma serva da besta, uma escrava de contratos repugnantes e lesivos, escrava dos bancos estrangeiros, escrava de manipulações internacionais malignas, que nos ditam nossos preços e fazem suas as regras, a custa do nosso sangue e do suor dos nossos filhos e filhas? Que são nossas casas legislativas de hoje, senão servas de satanás, infiltradas por agentes do inimigo, que somente pugnam por tudo aquilo que ofende a lei divina e o que afasta de Deus? Que é nosso governo senão servo e cego de um regime tirânico, brutal e assassino que lavou muitas nações em sangue, que encheu a Igreja de mártires enquanto dava em retorno a miséria, a fome, a ruína, o horror e a devastação? Que temos hoje a festejar senão o prenuncio da ruína, a proximidade do colapso, porque onde se implanta a tirania do pecado, jamais há de vicejar a paz e o futuro. E que futuro pode haver numa nação que planeja esmigalhar seus filhos nos ventres maternos e premiar a esterilidade nefanda do ato homossexual?
  
Ou seja: mesmo que a economia mundial não estivesse pelo fio do desespero, mesmo que houvesse para ela alguma chance de recuperação, mesmo que ainda que por um tempo fosse possível manter esta farsa, ainda assim, os abismos em que a moral afunda hoje, são o prenúncio de uma derrocada fulminante e aterradora de toda esta civilização. Mesmo que não houvesse um Deus e uma lei, ela cairia naturalmente pelo colapso natural do ódio. Nunca, jamais um só povo, uma civilização, uma raça sequer conseguiu manter-se por muito tempo, depois de ter chegado ao abismo da imoralidade a que hoje chegamos. Não há esperança alguma – da parte do homem – de recuperar as rédeas de nosso destino: o limite do inaudito já foi ultrapassado, não há mais volta. Como viram no outro texto, o navio do anticristo já embicou para o mar aberto, vem agora a batalha final. Nada mais muda este curso! Nem nós desejamos que mude! Que venha a luta final!
  
Tudo isso é visível, é perceptível, extremamente fácil de ser observado, por alguém que esteja um mínimo ligado no Espírito Santo, porque reza. Tudo se torna tão cristalino e inteligível, que se nos é inexplicável que as pessoas não reajam mais! De fato, mesmo que no agora certas coisas não atinjam diretamente a todos, verdade é que a destruição lenta das famílias – alvo primeiro da besta fera – prenuncia a derrocada furiosa de toda a civilização. E, claro também, quanto a Igreja Católica, que deveria ser um baluarte da fé, por seus padres e bispos já não reage unânime e uníssona diante de tamanha avalanche de mal, não nos deveria estarrecer que o povo seja cego, que se faça surdo e permaneça mudo diante deste espetáculo de horrores. 
  
Mas existem por aí certos agentes do inimigo a crocitar que vemos mal em tudo e que tudo isso é normal e com o tempo vira em bem. Falam que o bem sempre vence e que nós não no devemos preocupar, porque Deus é misericordioso e jamais permitirá que o mal avance tanto ao ponto de nos destruir. Este grasnado interessa apenas ao inimigo, porque o mal maior de hoje não o ver o mal em tudo e sim em não ver o mal em mais nada. É isso que dá vasão às avalanches do inferno que avançam como bólidos ensandecidos, e já não somente atingem as almas como até mesmo os corpos. Pervertem não somente aos adultos, mas já atingem as crianças inocentes. Que significa esta profusão de doenças não mais curáveis pela medicina atual, que embasbacam a ciência e deixam médicos perplexos? Tudo isso é fruto do mal galopante, que já parece triunfar! 
  
Mas são raríssimas as pessoas que percebem isso. Hoje, todos aqueles que se dedicam à esta evangelização, em todos os lugares encontram determinadas situações que raiam ao absurdo. Imensidades de pessoas, em todas as cidades, vilas e povoados, parecem tomadas de uma estupidez absurda, de uma cegueira que só pode ser intencional, algo que raia à irracionalidade insana. Dou um exemplo: Eu tive um vizinho que muito me prejudicou e tentando racionalmente negociar com ele minha extrema, em sua teimosia aberrante, ele morreu dizendo que a pequena fortuna que eu lhe queria pagar por um metro a mais de terra, lago que eu já tinha pagado a ele, num valor com o qual ele poderia comprar um bom carro com uns dois anos de uso, valia menos do que uns três ressequidos e improdutivos pés de poncã. Isso raia a uma bruteza cega, a uma irracionalidade irreversível. Aquela que se atira no inferno mesmo podendo ter o céu. 
  
Tentando explicar esta irracionalidade, assisti por alguns momentos a um documentário americano com meu filho, na parte em que o depoente mostrava o bloqueio que as pessoas fazem, até de forma inadvertida, ou quase inconsciente. Há pessoas para as quais, basta citar a palavra “Apocalipse”, para que entrem em pânico, elas não querem saber de nada que venha disso, não aceitam ponderação alguma e chegam a gritar à simples menção do termo. Certa vez, num dos nossos livros, que continha a palavra “fim” no título, ao nos solicitar a edição dele Nossa Mãe pediu para o enviarmos para outra gráfica. Então perguntei o motivo pelo qual teríamos de proceder deste modo e nos foi dito que na outra editora, havia uma pessoa que, se visse o título “FIM” entraria em desespero. Isso quando só entra em pânico e cai no desespero apenas que já é semi escravo do inimigo. Ele deve se preocupar mesmo porque está na hora de mudar de vida.
  
Meus queridos amigos, hoje o mal inunda a terra, conspurca todo o planeta. A Moral – aquela que brota da lei de Deus – está sendo aos poucos trancafiadas em uma masmorra, enquanto a imoralidade “ética” e peçonhenta assola este planeta com seu halo putrefato. Agora mesmo, na hora do almoço, meus filhos citavam que amanhã é dia 7 de setembro e eu ponderei: mas o que é mesmo de bom que temos para comemorar? Então um de meus filhos disse: mas o pai vê mal em tudo, parece que nada mais existe de bom? E eu repliquei: me aponte então, filho onde está o bem no governo desta nação? Ele calou-se! Porque de fato não existe mais bem onde o podre abunda e a última carniça é disputada! 
  
Se existe hoje algo que me faz ter tanta certeza de que este mundo está indo para o fim, acreditem é ver como a imensa maioria das pessoas nada na mesma podridão, e acha que o mundo pode continuar assim, indefinidamente. Como disse o poeta, as pessoas hoje “bebem veneno em rútilos cristais, e sabendo que mata, ainda bebem mais”. Em todo o mundo, em todos os sentidos, em todos os setores, governos, economia, educação, natureza, moral, tudo está mergulhado num abismo de sordidez, de malignidade, de corrupção, depredação e degradação, algo que realmente virou carniça, disputada ainda por predadores vorazes, pois está escrito: onde houver um cadáver ali se juntarão os abutres! O sentido é enriquecer, a qualquer custo, a qualquer preço, nem que tenham de vender sua alma ao demônio. Que alguns já acham um ser “bonzinho”!  
  
Depois de mostrar estas coisas, não há como não dar atenção ao que está escrito em Jeremias 4, Está louco o meu povo; nem mais me conhece. São filhos insensatos, desprovidos de inteligência, hábeis em praticar o mal, incapazes do bem. 23 Olho para a terra: tudo é caótico e deserto; para o céu: dele desapareceu toda a luz. 24 Olho para as montanhas e as vejo vacilar; e as colinas todas estremecem.25 Olho: já não há nenhum ser humano; todas as aves do céu fugiram. 26 Olho: tornaram-se desertos os campos; todas as cidades foram destruídas diante do Senhor, ante a fúria de sua cólera. 27 Porque toda a terra será devastada - oráculo do Senhor -, mas não a exterminarei completamente... Quem restar deste povo cego, de fato, o será por misericórdia. Isso virá em breve, podem ter certeza. 
  
Quanto ao mundo dos escravos lá fora, hoje pela manhã recebemos a “boa” notícia que o parlamento alemão aprovou algum socorro para a Grécia e a zona do euro, mas com restrição de ações, submetendo qualquer remessa de numerário ao seu domínio. Ou seja, cada remessa poderá ser vetada, se houver algum risco de não retorno. Ora, ali se fala em algo como uma injeção de 400 bilhões de euros, metade do qual precisa apenas a Grécia. Ora, se a Grécia está afundada sem este dinheiro, e já pagando por esta dívida impagável o sangue que a nação não tem, é absurdo achar que com mais veneno nas veias econômicas se conseguirá salvar um paciente que já está necrosado. E como ficam outras nações como a Itália, Espanha e Portugal, cujas dívidas soberanas ultrapassam já sua capacidade de pagamento? Será mais veneno para uma morte mais rápida, jamais a salvação! 
  
Quanto às bolsas de valores, depois de uns dias de quedas expressivas, hoje elas reagiram em todo mundo, não com largueza, mas com certo temor, até tendo em vista esta atitude do parlamento alemão. Mas vejam, tudo isso são os resfôlegos finais de um paciente em estado de morbidez irreversível, até com rigidez cadavérica que eles tentam desesperadamente ressuscitar. Na realidade, tudo já teria despencando, independente da ação da Alemanha – que sozinha não terá cacife de bancar a salvação da zona do euro – pois pela reportagem que li de um Jornal argentino, a Bolsa dos Estados Unidos somente não despencou, porque o próprio governo está tirando sangue de onde não tem para comprar ações das empresas em queda, tentando evitar o caos. 
  
Ora, isso é nada mais que tentar estancar o sangue de um pulso cortado, dando um talho na veia jugular. Isso seria uma espécie de estatização forçada, que havendo caixa, se fosse num ramo produtivo até poderia obter bons resultados no futuro, mas desta forma é nada mais do que tentar fazer reviver uma carniça. Sim, porque qual o nome que se daria às ações de uma empresa, cujo valor está estufado em cinquenta vezes acima de seu valor de mercado? É então comprar gato morto! Significa que o governo americano, estando já em coma e tentando respirar suas últimas golfadas de ar, na verdade está colocando clorofórmio na tubulação. Ou cianeto?
  
Há duas outras coisas que estão atropelando o governo do senhor Obama, aquele blefe administrativo que governa o Grande - insensível e insensato - Irmão do Norte. E uma é consequência da outra: acontece que, devido à má administração dos fundos e a malversação dos depósitos dos clientes, milhares de aplicadores estão entrando na justiça para reaverem suas perdas, o que fatalmente irá levar todos os bancos daquele país à falência. Primeiro porque eles não têm dinheiro em caixa para honrar os depósitos que receberam – estes em dinheiro – e segundo porque em grande parte o patrimônio de tais bancos está muito aquém daquilo que será exigido para honrarem aquilo que prometeram aos clientes. 
  
Claro que, em vista do risco de falência da própria nação os tribunais de alta esfera podem frustrar estas ações de aplicadores, mas isso jamais evitará o risco de sublevação das populações iradas. O fato é que o investidor em si, não quer nem saber se a operação deu lucro ou não, ele quer seu belo e suado dinheirinho. Mas quando o banco enlouquecido por lucros fáceis aplicou este dinheiro até 30 vezes ou mais acima do que podia já não se trata apenas de questionar o gerente dos recursos, nem de botar o dono do banco na cadeia, mas por contra a parede o governo, a quem compete fiscalizar este tipo de operação predatória. Mas que acontece quando não é o governo quem tem poder de monitorar os bancos, e sim estes de enforcar o governo? Pois é isso que acontece lá agora: a besta que controla os bancos, manda o governo Obama enterrar mais dinheiro do povo para salvar bancos e empresas falidas. Para delírio da besta!
  
Como coloquei no texto anterior, o navio da fera já embicou em definitivo rumo ao embate. O fato é que os tempos foram contados, os dias prenunciados estão em curso e as datas estão fixadas. Satanás também sabe fazer contas de dias – até melhor do que a imensa maioria do nosso clero – e ele sabe agora que pouco tempo lhe resta. Exatamente por isso é que Deus já revelou estas datas: para que o inimigo entenda que seus dias de ação neste planeta estão em curso final, e não dá mais para adiar nada. Como puderam perceber, embora a fera continue tramando, continue extorquindo as nações e os povos, e embora tente demonstrar segurança nos seus atos, vejo que agora percebe que tudo isso é demais para tão diminutas criaturas como são os homens. Mas pressionada pelo inferno, a fera se obriga a ir em frente. Afinal seus projetos meléficos antes ocultos, agora vieram a luz do dia. E a visao deles é de terror!
  
O que nos espera adiante? Nos espera uma tremenda hecatombe! No momento em que as forças econômicas entrarem em colapso, será no mundo inteiro um salve-se-quem-puder. Naturalmente que os grandes mercados financeiros, da Ásia, Europa e América do Norte sofrerão abalos maiores. Ai dos povos que residem naquelas terras, ai em especial daqueles que se banquetearam durante séculos do sangue das colônias e da exploração predatória dos seus recursos! Ai daqueles que lutam para se livrar dos ditames imutáveis da Eterna Lei! Ai daqueles que tentaram quebrar os grilhões que os prendem ao Criador! Eles podem até ir até o fim nesta teimosia, mas o preço é a morte. 
  
Quanto as outras nações, as menores, aquelas que servem de bucha de canhão para a fera, percebam a agilidade dos movimentos que conduzem ao que está previsto no folder. Tunísia, Egito, Líbia, Iêmen e agora Síria, todos estes, países com governantes de muitas décadas, que por terem se tornados pessoalmente muito ricos - roubando - já não se dobravam aos interesses da fera, estão sendo atacados pelas forças da OTAN manipuladas pelos países ricos, porque os devem substituir por rebeldes alinhados aos seus interesses. Não somente pelo petróleo que estes países têm – eis os movimentos do cavalo negro do Apocalipse – mas porque no fim querem formalizar o exército que necessitam para deflagração da guerra mundial. 
  
Ora, nas profecias de Nossa Senhora, desde os séculos, está previsto que no final dos tempos as nações estariam sendo governadas por celerados, bandidos e corruptos da pior espécie, até porque o Apocalipse prevê que eles entregarão seu poder ao anticristo. Então, dentro de uma suposição minha, como que farejando algo que acontecerá mais adiante aqui em nosso país, eu peço que os amigos leitores se preparem para algum tipo de golpe também aqui! Ainda não sei como se dará isso, mas é grave! 
  
Para começar, percebam que os procedimentos e colocações de nossa Presidente, parecem aos poucos desagradar ao bando que realmente quer comandar a nação. Não sei se é sentimento errado meu, mas em algumas atitudes vejo nela um real desejo de – por exemplo – combater a corrupção, também não aprovar o aborto e a proteção especial aos homossexuais e pedófilos, afalo acima da lei e dos cidadãos comuns. Por outro lado, peço que monitorem a acintosa e forçada intromissão do ex-presidente Lula, que todos os dias aparece na mídia, é mostrado em inaugurações e obras, também se metendo a dar palestras como fosse especialista de mundo, quando ainda não saiu do mandacarú. Isso, sem dúvida, não é normal, e nos faz ver que tem caroço neste angu. O futuro o dirá! Eis aí o homem que pretende ditar regras e dar lições ao próprio Deus. 

Mas, com certeza, isso não se trata de campanha prévia de uma futura candidatura à presidência, mormente sabendo e a Presidente atual está apenas no primeiro ano de seu mandato, e sim com algum tipo de golpe, que está lentamente sendo arquitetado pelo bando que se encastelou no poder central. Outra coisa é absolutamente certa: se a fera irá escolher um governante para o bloco da América Latina, jamais escolherá mulher para o cargo, e neste caso o Brasil é líder natural. A fera precisa de um homem com grande carisma, para apaziguar os ânimos e manter certa calma. Então podem esperar algum tipo de manobra regimental suja, porque ela virá com certeza. Eles estão tramando a destruição do Brasil, e em grande parte conseguirão! Claro, muitas orações podem evitar mais este desastre.
  
Porque, sem dúvida as bases para a ditadura já estão sendo implantadas aqui com tenacidade. O PT estará fazendo uma reunião para determinar o controle da mídia em geral e o movimento da Rede Globo, com seu “código de ética”, sai na frente porque o governo a domina em função de empréstimos e publicidades. Ora, a ética é um artifício humano, e tudo depende de quem a determina. Ética até se compra! Moral é que não se vende! Eles tramam o controle da internet e com certeza irão conseguir, porque temos sido alertados que já em dezembro próximo poderemos ter certas restrições. Eles querem eliminar qualquer possibilidade de os cidadãos se manifestarem contra eles, o que significa ditadura, e que lança as bases do governo do anticristo. Ele não deseja oposição nenhuma, e se as leis neste sentido já estiverem implantadas ao seu advento isso lhe facilitará muito. 
  
Quantas pessoas neste país conseguem perceber que isso está acontecendo, e mais do que isso, quantos são aqueles dispostos a combater estas arbitrariedades? Claro que se não fosse a ação decidida de alguns valentes, muito mais males já teriam sido lançados sobre nossas costas por estes agentes de satanás. Ou o que nome se daria a uma pessoa que só pensa e só trama em favor daquilo que agrada ao diabo? Pior é que nosso povo todo tem culpa disso, porque se fôssemos, de fato, uma nação católica de verdade, nos moldes pedidos por Jesus, sem dúvida alguma, jamais tais pessoas chegariam ao poder. Jamais seríamos dominados pelo comunismo, que ainda agora age “light”, mas não demora por suas manguinhas de fora. Quem viver verá isso acontecer!   
  
Somos, assim, já agora escravos deste governo, porque aceitamos que eles criassem leis que vão contra a vontade soberana da nação, e que afrontam até mesmo a Constituição, o faz prever a anarquia. Se adiante tivermos um congresso diminuto, formado por uma pequena claque de não mais de 30 membros, que aprovarão tudo o que eles quiserem, não se assustem, até porque eles tramam a extinção do Senado Federal. Claro, isso no fundo é outro câncer, que se extinto, com todos os seus cargos e postos fora aqueles milhares que ali mamam, seria um tremendo benefício para a nação. De qualquer forma, aquilo lá já foi votado de interdito, até porque tudo o que brota de lá, clama aos céus. Ai daqueles dois chifres, daquele caneco virado e daquele pote se aprovarem ali o aborto! Nem o miolo da terra os achará mais.
  
Enfim, o mundo continua caminhando para o caos, mas nós que temos esperança na redenção, temos certeza de que caminhamos para a vida. O mundo destes homens maus pode até estar tramando nossa escravização completa, até mesmo nos direitos de expressão e de movimento, mas nós temos a certeza de que tudo isso somente nos levará para a verdadeira vida e à liberdade plena. Eles podem lutar como feras ensandecidas para fazer a guerra, mas nos temos a certeza de que no fim isso contribuirá para que nós tenhamos a paz definitiva. Eles podem até tentar destruir a Barca de Pedro, mas no final somente ela estará segura, no único porto seguro, que é o coração de Deus. 
  
Porque todos os grilhões que prendem o homem ao mundo atual serão quebrados, e isso se dará no dia em que o homem resolver agrilhoar-se para sempre em Deus. Quando isso acontecer, já não haverá mais na terra nem senhores de escravos, nem promotores de leis iníquas, nem condutores da destruição e da morte. Então a terra pertencerá a aqueles povos “escravos” para amar e adorar ao seu único Deus, onde todos cumprirão fielmente sua santa e eterna Lei, única forma de chegar à plenitude da verdadeira vida. 
  
Esta certeza deve alimentar nosso espírito, nossa alma, todo o nosso ser. Porque embora a Escritura e as profecias atuais prevejam dilúvios de catástrofes para todo o planeta, o Amor de Deus prevalecerá sobre todas as criaturas que O amam. Só Nele seremos livres eternamente! Do parto doloroso deste novo tempo, advirá a vida tenra da eterna felicidade. Deus, em seu infinito Amor, está à frente de todas as coisas, e nada nos acontecerá sem Sua permissão. Vamos então semear com fartura, que Ele colherá almas em abundância. (Aarão) 
  
  


Fonte: http://www.recadosaarao.com.br/



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
O edifício Salvai Almas
Visões do Padre Wilson Salazar sobre a Igreja:
A VINDA DA JUSTIÇA
GIGANTE MORTO
PEÕES DO JOGO FINAL
Revelações de Deus Pai à Santa Catarina de Sena - No Juízo Particular
MARCADOS COMO GADO
Mergulhada no pecado
MISTÉRIO & LENCINHO
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.265.876
Visitas Únicas Hoje: 503
Usuários Online: 211